2 Anos trazendo a lógica!!

Sereias? Ah Meyer…

É…É exatamente o que você leu: Sereias

Eu preciso confirmar isso direito, né, mas dizem por aí que o próximo desastre livro de Stephenie Meyer será sobre Sereias.

Tá…O que eu, uma Twilight Hater, e não uma Stephenie Meyer Hater (Porque…É, eu não a ODEEEEEIO como muitos pensam, só acho que ela precisa aprender a escrever e a pesquisar =P!) tem a ver com as calças?

Bem… Não quero julgar nada antes de ler o tal livro, ok? Nao julgo nada antes de ler (EU LI TWILIGHT OK?), portanto não vou sair aqui falando qualquer coisa. Este post será um “alerta” para caso as sereias de Meyer serem… Bem… Tão viajadas quanto os “vampiros”. Sei lá, vai que elas brilham quando estão na superfície, ou tem tentáculos ao invés de caudas…Depois dos pseudo-mutantes… Tudo pode acontecer!

Vamos por partes então!

OUVI DIZER que a Meyer vai fazer um livro sobre sereias. Mas ela já teria avisado em uma entrevista que as sereias serão diferentes (Ou seja…Elas podem mesmo ter tentáculos O__o!!).

Eis a entrevista (tradução logo abaixo by me):

“I’m a little more hesitant to say what I’m working on, though, because people for some reason seem to take that as some kind of contract: ‘’You said you were working on this so now you have betrayed my trust by not doing it!’’ But I’m thinking I’m actually leaning towards the mermaids’ story right now. Years ago…I tried to write an epic poem. It was supposed to be, like, ‘’The Rime of the Ancient Mariner,’’ right? And I couldn’t make it work, it was horrible. But I loved the story in it. So that has become part of the back story to this one. Some of the characters are mermaids. Though, again, they’re not mermaids like you’ve known mermaids. They’re completely different. And I’m not going to use the word ‘’mermaid’’ in the book they’re sirens”

Eu estou um pouco hesitante em dizer no que estou trabalhando, pois as pessoas podem entender isso como um tipo de contrato: “Você disse que estava trabalhando num livro mas agora traiu minha confiança por não escrevê-lo!”. Mas eu estou pensando que, atualmente, estou me inclinando nas histórias de sereias agora. Anos atrás… Eu tentei escrever um poema épico. Era pra ser como “A Rima do Velho Marinheiro”, certo? Mas eu não levei adiante, estava horrível. Mas eu adorei a história que havia ali. Então aquilo se tornou parte de outra história. Alguns dos personagens são sereias. Mas, novamente, não serão as sereias que você conhece. São completamente diferentes. E eu não vou usar a palavra “mermaid” no livro, elas serão “Sirens”.”

É…Devem ter tentáculos mesmo…

Ok!Vamos aos fatos! Não traduzi as palavras “Mermaid” e “Siren” pois, além de significarem a mesma coisa em português (Sereia), são o ponto alto deste texto.

Por quê?

Bem, apesar de ambos os nomes significarem “Sereia”, as duas criaturas são completamente diferentes!

Bom, vou falar de ambas criaturas rapidamente:

Mermaid:

São seres metade mulher e metade peixe, vivem em rios, lagos, e no mar. São muito bonitas e possuem uma bela voz. A maioria (Há…) são boas, amigas dos animais aquáticos, e curiosas à respeito dos humanos, salvando-os de um afogamento. E uma outra parcela é bem malvada, usam a bela voz para atrair homens até o fundo do lago/mar e comê-los, usam-se de disfarces para enganar as pessoas e tem poderes mágicos.

A concepção de ser medade peixe surgiu da Idade Média, quando diziam que elas habitavam toda a costa européia.

Temos referências durante As Grandes Navegações, Colombo relata ter encontrado algumas (Dizem que na verdade não passavam de peixes-boi, pelo modo de amamentar seus filhotes (Quase como os humanos), ou até mesmo golfinhos, criaturas muito inteligentes e desconhecidas até então.), assim como Marco Polo e Cabral.

A sereia mais famosa que temos é a sereia do conto A Sereiazinha de Hans Christian Andersen, escrita no séc. XIX, narrando a história de uma sereia jovem que salva um príncipe do afogamento e se apaixona por ele. Tal desejo de se casar com o príncipe a leva até uma Bruxa do Mar, que dá pernas à garota, mas tira sua voz. Ao contrário da adaptação da Disney, A Pequena Sereia, de 1989, o final do conto de Andersen não é feliz.

Mermaids

 

Siren:

Metade mulher e metade AVE, essas criaturas vivem no mar, geralmente habitam cavernas e passam a maior parte do tempo sobre as rochas, onde atraem embarcações ou os homens presentes nelas para se espatifarem nos rochedos e morrerem. Algumas Sirens são descritas como mulheres normais, que revelam a verdadeira forma quando vão matar um humano. São bem parecidas com as Mermaids más. (Em alguns contos, as Sirens são feias e mudas, possuindo voz apenas para cantar).

As Sirens são citadas desde a Grécia Antiga, como mulheres que ofenderam Afrodite (Deusa do Amor) e foram banidas para uma ilha, a Sirenum Scopoli.

Apesar de serem criaturas marinhas, elas não são divindades, mas, ao mesmo tempo, são associadas à morte, aparecendo em estátuas funerárias.

Na literatura elas são constantemente citadas também, foram descritas por Homero, em a Odisséia, o famoso livro continuação de Ilíada, que narra o retorno de Ulisses (Odisseu), após a Guerra de Tróia, para Itaíca, sua casa. Dentre os vários cânticos do poema épico, há um em que Circe (Deusa especialista em feitiçaria), ensina a Ulisses e seus homens como escaparem das Sirens ilesos. Ela diz que todos os homens do navio devem tapar seus ouvidos com cera, impedindo-os de ouvir a música assassina das criaturas, e que Ulisses deveria amarrar-se no mastro de seu navio, e ordenar aos seus homens para que não atendam às suas ordens quando as Sirens começarem a cantar. Escapando com sucesso.

Elas ainda surgem em outros contos e outros romances da Literatura Clássica, como Jasão e os Argonautas. Mas vamos esperar ver o que a Meyer vai fazer (Se foi fazer) pra fazermos um post beeeem completo, ok?

 

 Estátua de uma Siren

 

Atualmente o conceito da Siren caiu muito. Em alguns países, como o Brasil, as duas criaturas tem um nome único (Sereias, por exemplo), mas diferem de acordo com os contos. Mas ainda são citadas e diferidas das Mermaids!

Sirens ou Mermaids, elas são citadas em lendas do mundo todo, e nunca fugindo exageradamente de seus padrões descritos desde a antiguidade.

Os Sereianos de JK Rowling baseia-se em uma “mistura” de ambas as espécies. Temos a inteligência e a voz de uma Mermaid e a destreza e a “maldade” das Sirens (Sereianos não são 100% bonzinhos como se pensa. São criaturas bem difíceis de lidar).

Eu não sei mesmo o que a Meyer vai fazer, claro, por isso não vou sair dizendo que ela já está errando! Mas, como disse anteriormente, este post é só uma explicação rápida sobre o que elas são, caso a Meyer mude alguma coisa e os fãs venham novamente a nos chamar de desentendidos no futuro!(Ainda agradeço a seja-lá-quem disse que eu era louca por dizer que os vampiros eram diferentes dos da Meyer! E por ter a estranha idéia de que eu não gostasse deles ._.)

EDIT 1: Rumores reais? Tem um suposto vídeo no Youtube (Ver abaixo) que mostra Meyer, no que parece ser uma entrevista à uma rádio, dizendo que suas “Sereias” VIAJARÃO NO TEMPO.

Confira o vídeo (Tem que ter uma santa paciência, um bom ouvido e saber inglês =P!Porque a qualidade tá lixo!):

E concordo com o comentário abaixo do vídeo:

“Vampiros brilhantes? Sereias que viajam no tempo?

No próximo livro: Elfos que dançam Balé!!”

EDIT 2: Propaganda não mata ninguém! Visitem o novo afiliado do TwiHaters Br:  Robert Pattinson Sucks, criado pela Mari! 

 

Fontes: Twilighters Anonymus e Wikipédia

Anúncios

104 Respostas

  1. swanvenenosa

    por favor Meyer, por favor… mesmo vc já tendo escrito sobre aliens, NUNCA escreva sobre sayjins.
    Eu imploro T.T

    “Mas eu estou pensando que, atualmente, estou me inclinando nas histórias de sereias agora. Anos atrás… Eu tentei escrever um poema épico.”

    Estou tentando NÃO imaginar um conto épico escrito pela Meyer /o\

    26/02/2009 às 12:56 am

  2. Anísio

    poema épico = ainda mais floreios.

    Exceto que isso é humanamente impossível, eu acho.

    26/02/2009 às 1:09 am

  3. Dannie

    “dizendo que suas “Sereias” VIAJARÃO NO TEMPO.”

    ai. eu prefiro não pensar no que significa isso.

    26/02/2009 às 7:17 am

  4. Danne

    Eu não tenho nada contra vampiros que brilham, são lindos, não tem medo de alho e tem uma cruz em casa ;x AOIHOEAHIOEA
    Eu acho que essa mudança, no livro, ficou interessante. Lógico que os adoradores dos vampiros odiaram a mudança da Meyer. Mas como eu nunca gostei de história sobre vampiros, confesso ter adorado os dela.
    Agora… confesso também estar com medo de sereias que viajam no tempo. ;x
    E que… apareçam com tentáculos. E não sei se terei coragem de comprar um livro que fale sobre isso.
    Não estou nem com coragem de ler The Host. Que dizem por aí ser bom.

    26/02/2009 às 9:54 am

  5. Ana

    Ei, eu nunca gostei de vampiros e gostei menos ainda dos de SMeyer.

    Mas ok, depois daquela no orkut dos brasileiros pensando em espanhol, não acho mais nada. Nada mesmo.

    26/02/2009 às 10:42 am

  6. Vinicius

    Mais um mito DETONADO!!

    26/02/2009 às 11:27 am

  7. Natyhc

    kkkkkk vixi será que as sereias vão ter tentáculos?
    Ui que medo…
    Mais quem nunca viajou na maionese? rsrs…
    Alguém ai já leu O Senhor dos anéis ou Harry Potter (nem sei se é assim que
    Se escreve kkk) Mais bizarro que esses não existe, tem muita gente
    Que tem a imaginação SUPERRRRRRR fértil é bom estimular a mente
    E fazer coisas diferentes… pra não virar rotina. rsrsr
    Eu queria muito ler um livro da autora dos posts (é a Lily né?),de uma coisa eu tenho certeza……erros de português não iriam ter rsrs (você escreve muito bem!!!)
    Mais acho que devia usar este talento tão maravilhoso para algo realmente útil…
    Ex: escrever livros!!!!!!!!!!!! Mais ai teria pessoas que iriam criticar seu livro
    por mais que ele fosse esplêndido ……
    essa é a vida sempre tem alguém pra meter o pau no que os outros fazem rsrsr….
    isso é cruel… muito cruel!
    As pessoas fazem musicas boas, tocam muito, são incríveis como muitas bandas de Rock
    e ainda tem pessoas que insistem em dizer que é ruim, que é do demônio (não vamos generalizar né? nem todos são do demo) mais enfim… tem pessoas que batem o pé e dizem que funk é melhor que Rock isso é abominável…
    Então o que eu quis dizer é que SEMPRE vai ter pessoas pra criticar o que é bom (mais tem certas coisas que realmente precisam ser detonadas ex: o filme A Lagoa Azul rsrs)
    Os críticos estão ai pra criticar o que acham que devem ser criticados rsrs…
    e os “fãs” estão ai pra defender o que os críticos criticam (credo que merda é essa que eu escrevi?)
    mais fica ai meu coment’s que não serve pra nada mais eu tava a fim de escrever um pouquinho….

    26/02/2009 às 12:23 pm

  8. Ana

    ^
    Percebi…
    Mas quem posta aqui não é só a Lily, somos uma equipe de Haters!

    E, agora que deu pra eu ler o post inteiro, preciso comentar:
    “Eu não sei mesmo o que a Meyer vai fazer, claro, por isso não vou sair dizendo que ela já está errando!”

    Eu tenho ctz que ela JÁ ESTÁ ERRANDO. @_@
    Essa mulher não dá uma dentro, céus.

    26/02/2009 às 12:30 pm

  9. Natyhc

    Há legal é uma equipe …….
    se cada um escrevesse um livro eu compraria……
    :)

    26/02/2009 às 12:45 pm

  10. Twilight Haters

    Natyhc

    Pois é, o Twilight Haters é uma equipe. E eu não sei porque tchongas tá todo mundo achando que o site é só meu, mas que seja.

    Enfim, sobre escrever um livro… bem, posso dizer que alguns da equipe, incluindo eu mesma, estão escrevendo os seus próprios. Mas o meu, por exemplo, eu escrevo há uns… cinco anos? E mesmo assim não estou satisfeita. Eu leio, releio, mando outros lerem, pesquiso e faço um monte de coisa para que tudo saia da melhor maneira que posso escrever. Saber escrever em português correto não é mesmo o suficiente para um livro bom. E, se mesmo assim, criticarem, eu aceitarei com humor e tentarei melhorar o meu livro. Ficarei chateada? Provavelmente. Mas se tirar algo bom disso e tentar melhorar, a crítica terá sido benéfica.

    E obrigada por comprar meu livro. Só não seja uma fã doida e apaixonada pelos meus personagens, e nem faça dele a sua vida. Eu não ia querer fan-girls xiitas pros meus livros, cruzes!

    26/02/2009 às 12:56 pm

  11. Natyhc

    kkkkkkkkk ok ok pode deixar porque eu não sou dessas garotinhas
    idiotas que vivem por uma coisa que não vai mudar nada na minha vida…
    livros são para aprimorar o conhecimento e por incrivel que pareça
    para passar o tempo… (pelo menos pra mim rsrs)
    sou apaixonada por livros mais isso não quer dizer que sou doida a
    ponto de viver um torno de algo que não seja a Biblia Sagrada (é o
    unico livro de valor que deve ser vivido)
    podes crer que eu vou comprar seu livro…. rsrs…
    mais só pra curtir e poder dizer que eu o li!
    bjus ;)

    26/02/2009 às 1:11 pm

  12. Danne

    Bíblia? ;x
    Aquela que foi escrita por homens… HM!
    Acho que sou uma das poucas que acha que nem a bíblia tem um valor enorme assim que mereça ser vivido.

    26/02/2009 às 2:39 pm

  13. amenaske

    “Alguém ai já leu O Senhor dos anéis ou Harry Potter (nem sei se é assim que
    Se escreve kkk) Mais bizarro que esses não existe, tem muita gente”
    Eu NÃO acredito que ela chamou HP E Senhor dos Aneis de bizarro. SENHOR DOS ANÉIS!

    “Vampiros brilhantes? Sereias que viajam no tempo?

    No próximo livro: Elfos que dançam Balé!!”[2]
    É tudo que eu tenho para dizer

    26/02/2009 às 2:53 pm

  14. natyhc

    rsrs queridinha vc não entendeu o que eu quis dizer (aff *_*)
    pra que você fique mais atenta eu amooooooooo O Senhor dos Anéis!
    é uma coisa que me pregou no sofa milhares de vezes.
    Já o Harry Potter não ligo muito!
    Então o que eu quis dizer é que Bizarro é as fantasias, as histórias, as “viagens”
    sei la eu só queria mostrar que existe muita coisa que foge da realidade ou você acredita
    que existem por ai hobbits, elfos, sei la é tanta coisa “bizarra” que tem no filme rsrs…
    não se desepere e pense que eu não goste do Senhor dos anéis rsrs…

    26/02/2009 às 3:01 pm

  15. natyhc

    Danne fui ver seu maravilhoso comentario agora!
    não tenho muito a dizer pois cada um com seu pensamento
    mais se este fosse o caso nada neste mundo teria valor pois
    tudo é escrito pelo homem!
    Se fossemos para para analisar vivemos de coisas que os HOMENS
    escrevem rsrs…

    26/02/2009 às 3:04 pm

  16. Danne

    natyhc

    Tá explicado.
    Você não leu HP e SdA. Só assistiu os filmes e tá criticando. HM!

    E quem disse que eu dou valor a tudo que eu leio?
    Eu tiro algumas coisas boas do que eu leio.
    Mas não velo tudo como uma filosofia de vida.

    Já leu A Cabana?
    É lindo, interessante, bem religioso.
    Mas não significa que só por passar uma lição de vida eu vou seguí-la obrigatoriamente.

    E se eu for entrar aqui no assunto religião a coisa vai longe. A bíblia é muito editada. Então… não acho interessante.

    26/02/2009 às 3:20 pm

  17. Danne

    No comentário acima, onde se lê velo, leia-se levo.

    26/02/2009 às 3:24 pm

  18. natyhc

    rsrs ai ai ai olha não li Harry Potter ( e nunca vou ler), estou lendo
    O Senhor dos Anéis (estou começando), nuca li A Cabana mais juro que vou ler
    só por curiosidade…
    Não critiquei Harry Potter e muito menos O Senhor dos Anéis só
    queria que as pessoas vissem que a imaginação é muitooooooooo mais muitoooooo
    produtiva assim como inventaram elfos as pessoas inventam as sereias, é tanta coisa
    que as pessoas inventam…….
    Não estou a fim de discutir sobre religião, até porque este não é um
    assunto que tem que ser discutido…
    É ótimo que você tenha sua própria opinião assim como eu tenho a minha
    mais nem por isso vamos ficar aqui implicando com as opiniões alheias!
    OK!
    eu espero que eu tenha deixado claro a todos que não critiquei os filmes
    só citei como exemplo para mostrar o quanto o ser humano tem a mente fértil!!!!

    26/02/2009 às 3:51 pm

  19. Maria

    A Meyer vai acabar com a minha infância, koe :(

    por favor Meyer, por favor… mesmo vc já tendo escrito sobre aliens, NUNCA escreva sobre sayjins.
    Eu imploro T.T [2]
    Decepção com o filme de DB, oi ><

    Eu NÃO acredito que ela chamou HP E Senhor dos Aneis de bizarro. SENHOR DOS ANÉIS!²

    26/02/2009 às 3:56 pm

  20. Danne

    Hm. Tolkien não inventou os elfos. Eles são criaturas mitológicas. Já existem a muito e muito tempo, assim como as sereias e até mesmo os vampiros.
    Concordo com o pessoal que fica irritado com essas mudanças que alguns escritores, leia-se Meyer, fazem com a mitologia.

    Mudar, tudo bem, desde que, como vocês aqui dizem, seja embasado na história ‘verdadeira’.

    Como foi o caso dos sereianos na Rowling. Sempre imaginei que eles fossem as sereias, Mermaid, só que desprovidas de beleza ;x
    E ao ler esse texto pude entender que, realmente, o que ela fez foi juntar as duas em uma só.
    Ela não tirou a característica delas, simplesmente as uniu.

    :D

    Mas mesmo assim, ainda prefiro os vampiros da Meyer –‘
    Vampiros da Meyer mesmo, pois ela criou uma raça nova de vampiros OIAHEIHOEAHIO

    26/02/2009 às 4:05 pm

  21. natyhc

    Maria
    PUTZ -_-
    mais que coisa eu não vou explicar de novo

    26/02/2009 às 4:06 pm

  22. natyhc

    Danne
    “Aplausos”

    26/02/2009 às 4:08 pm

  23. Eu vou procurar ficar longe o possível desses comentários sobre Mermaids e Sirens da Meyer até que eu leia a sinopse e, consequentemente, a história após isso o.o/
    Gio, o comentário da guria no meu deviantart falando sobre isso te traumatizou o suficiente para que vc postasse sobre isso né? HSAUEHUSHAEHSA

    Se o Igor lesse alguém falando mal de Senhor dos Anéis aqui ele iria surtar. :B

    A respeito de HP, sim o negócio é viajado, mas foi MUITO bem estudado antes de ser escrito, especialmente coisas como os Sereianos, Trolls, hinkpunks e todo o resto. Rowling inventou animais fantásticos e se usou muito das histórias contadas na Inglaterra e tals. Isso é o que eu acho o mais legal dela.
    Tolkien inventou uma lingua para seus elfos. Nunca li o livro, mas já acho o cara foda só por causa disso u.u”
    Agora a história dos vampiros da Meyer… Ah, eu nunca gostei de vampiros, verdade seja dita. Mas me senti ofendida quando li coisas sobre vampiro sem presas e que brilha. Mas isso é história para outro dia xD

    A respeito d”A Cabana”, todo mundo tem falado desse livro (e juro que vi cinco pessoas no mesmo dia lendo isso no metrô). O livro é bom mesmo? o.o” Nunca fui muito apegada com livros com religiosidade dentro (seja crença espírita, católica e até mesmo a evangélica, que a que eu me enquadro :B) porque… sei lá, acho uma coisa tão pessoal. Literatura as vezes acaba influenciando e zaz. :B
    Mas não vamos discutir sobre religião aqui xDD

    De qualquer modo, Gio, parabéns pelas explicações! Deu para ver até que o Erike Kripke errou ao retratar as Sirens em Supernatural no episódio “Sex and Violence”, da nova temporada… :B (e isso me deu medo HSUAHEUHSA).

    26/02/2009 às 4:12 pm

  24. Ah, e a respeito de sermos uma equipe e sobre escrevermos…SHAUEHUSHAHE

    Eu escrevo fanfics usando o fandom de HP, porque eu ainda não me acho madura o suficiente para escrever uma história própria na área que eu quero (que é a suspense/ policial, a área que eu sou mais doente a respeito lol). Mas provavelmente mais pra frente eu vá escrever um livro sim :D. Tenho a história mais ou menos montada.

    Eu tenho um romance também montado. Mas Deus sabe o quanto eu detesto escrever romance /hum.

    26/02/2009 às 4:14 pm

  25. natyhc

    *-*

    26/02/2009 às 4:18 pm

  26. Danne

    Tamara
    A Cabana é bom, eu gostei, passa uma coisa bem legal.
    Agora, uma amiga minha que é evangélica deu o livro para uma outra amiga se não iria botar fogo nela.
    Ela não chegou nem na metade do livro.

    Então A Cabana também é do tipo que ou você vai gostar ou você vai odiar.

    Eu não sou apegada a religião. Tenho a minha mas só por ter mesmo. Mas mesmo assim eu gostei do livro, e não o achei influenciável.

    26/02/2009 às 4:25 pm

  27. Danne

    botar fogo nele* –‘

    26/02/2009 às 4:25 pm

  28. HUSHAUHSAHE essa história de botar fogo nas coisas eu acho TÃO piada. ‘-‘
    Mas é assunto religioso, melhor ficar quieta a respeito disso xD

    26/02/2009 às 5:28 pm

  29. swanvenenosa

    Só eu entendi que a menina não estava difamando Senhor dos Anéis? O.o”
    Na minha interpretação ela estava comparando Senhor dos Anéis e Harry Potter aos ‘vampiros’ da Meyer para mostrar como mesmo com ambos escrevendo sobre magia/fantasia, os livros de outros autores podiam ser bons e seus personagens e mundo bem desenvolvidos. Ok, talvez ela tenha se enrolado para explicar, mas eu entendi assim ‘-‘
    *acho tão divertido quando fazem um escândalo por causa de algo que vc nem queria dizer*
    Como também sou da equipe hater, vou por um dois na Tamara sobre escrever um livro: por enquanto me contento em escrever fics até me sentir segura o suficiente para escrever um livro (e ter um enredo melhor do que narrar um sonho erótico com um vampiro ou devaneios sobre uma sereia que viaja no tempo).

    26/02/2009 às 5:31 pm

  30. Ciça

    “Mas, novamente, não serão as sereias que você conhece. São completamente diferentes.”
    Mesmo assim, vão levar o nome de sereia x.x
    Ah, medo! Muito medo. Acho que se elas não guspirem fogo ou algo assim já vai ser ‘bom’ x.x’

    26/02/2009 às 5:51 pm

  31. Yolanda

    Também não vou julgar as sereias mutantes da Meyer por enquanto. Todo mundo falava que The Host era bizarro, então eu fui ler e adorei. *o*

    26/02/2009 às 6:10 pm

  32. Ana T

    ou ela vai por o Edward e a Bella usando pés de pato e nadando oceano afora..

    não sei porque quando se vem falar de literatura todo mundo cita Senhor dos Anéis ou Harry Potter ou agora a Cabana. É a prova de que as pessoas só leem o que aparece na mídia, não estou dizendo que são livros ruins, pelo contrário amo os dois primeiros, já a Cabana é uma chatisse; mas se as fangirls lessem outros livros, que não aparecem no top 10 da veja, outros autores, etc…saberiam o que é boa literatura e veriam que Twilight é ótimo pra embrulhar peixe, fazer o fogo do churrasco de domingo etc etc.

    26/02/2009 às 6:16 pm

  33. Yolanda

    Bíblia? ;x
    Aquela que foi escrita por homens… HM!
    Acho que sou uma das poucas que acha que nem a bíblia tem um valor enorme assim que mereça ser vivido. [2]

    Tô contigo, Danne! \o

    E sobre escrever livros… Vou dar um 2 na swanvenenosa. Prefiro escrever histórias mais simples até me sentir segura. Já escrevi dois “livros”, cheguei a registrar um deles na Biblioteca Nacional, mas quando fui revisar, pensei: WTF? XD

    26/02/2009 às 6:24 pm

  34. Twilight Haters

    Eu também entendi que a menina não difamou O Senhor dos Anéis e nem comentei nada a respeito disso pq, bom, eu concordo que, olhando friamente, a história do Tolkien, é, de fato, super viajada (não no mal sentido). Digo, não é porque ele criou com todo o louvor do mundo que não é uma coisa extremamente fantasiosa.

    Um [2] na Vê :D

    E… cara, eu vi falarem sobre esse tal de A Cabana no mesmo fórum onde disseram que Twilight era lindo, então fiquei bem reticente pra ler e não adianta. Não leio mesmo.
    Mas eu acho que, sim, livros podem ensinar. O Apanhador no Campo de Centeio foi um livro que, de certa forma, me foi um tapa na cara. É o meu preferido até hoje por isso. (L) Acho que assim… livros ajudam a gente a crescer, se forem lidos num momento conveniente. E aí tanto faz o tipo de livro, pode ser autoajuda, pode ser a Bíblia, pode ser romance espírita, pode ser bestseller ou pode ser literatura clássica…

    26/02/2009 às 7:16 pm

  35. yasmimdeschain

    Ahw! Coitada das sereias… Eu mesma tenho uma história que trabalho com sereias… Coitada da Meyer… Vai matá-las!!! Cara, acho que essa mulher se acha uma “Tolkien”, perdoem-me a blasfêmia, mas ela quer sai matando todos os seres ficcionais que amo!! Aff… Eu também não quero julgar antes de ler, mas julgando pelo nível de “Crepúsculo” não espero grande coisa dela não…

    26/02/2009 às 7:56 pm

  36. yasmimdeschain

    CoitadaS das sereias… Erro básico

    26/02/2009 às 7:57 pm

  37. amenaske

    Desculpa, mas por bizarro eu entendo como algo que não agrada. Ela podia ter usado um termo melhor como ‘ficção’, mas mesmo assim, deculpa.
    E um [2] na Tamara sobre A Cabana

    26/02/2009 às 9:21 pm

  38. Giovanna

    Tá… Eu me vi no direito de responder XD!

    NathyC, oi, eu sou a autora do post XD!

    Erm, obrigada por dizer que eu escrevo bem ^^!
    Ah, interessante você querer ler algo meu, eu escrevo desde os 9 anos, sabe, e então coisa pra ler é o que não falta, apesar de antigamente serem contos horrendos, hahaha!
    Planejo dois livros atualmente, senão mais, já que, como você disse, quem tem a imaginação fértil não pára de trabalhar para estimulá-la, e é o que eu vivo fazendo ^^!
    O blog pra mim é uma coisa diferente. Vivo fazendo “bizarrices”, sabe, então escrever algo real, apesar de horrivelmente entediante, é muito bom também.

    Agora… Mais bizarro que Harry Potter e Senhor dos Anéis? É fácil. Pegue o livro detestável o qual é tema do nosso blog e compare-os com estas duas obras (Sim, obras!). Compare agora dois autores que realmente deram duro para criar esse mundo “bizarro” e torná-lo sensato, tomando cuidado para não atrapalharem as origens das lendas pelas quais eles se basearam para criarem seus livros, enquanto uma certa autora, que nunca leu um livro de vampiros sequer, teve UM sonho e decidiu escrever um livro, um livro de concepções, insensatez e sem nenhuma pesquisa ou fonte, o que torna-o uma falsidade.
    Quem é bizarro agora? Que livro é bizarro agora?

    Sobre críticas… Não me importaria com elas. Porque são as críticas que me fazem evoluir na escrita, na história… Crítcas, claro, algumas magoam, mas isso não me faria parar de escrever.
    Certa autora realmente deveria ler algumas críticas…Ou ela acha que são pra maiores de idade?

    Outra pessoa que precisa evoluir na escrita é você, hein? Apesar de ler muito, o que te daria alto conhecimento da escrita, você não coloca vírgula nenhuma, e ainda escreve “Mais” ao invés de “Mas”…

    26/02/2009 às 10:30 pm

  39. Giovanna

    E ah, eu conheço A Cabana, é ótimo!!
    Pena que ainda não tive tempo de terminá-lo!

    26/02/2009 às 10:31 pm

  40. Ah, só sei que meus heróis morreram de overdose.

    27/02/2009 às 12:12 am

  41. Danne

    Ana T

    Acho incrível, só pelo motivo de gostar de Crepúsculo agora eu só uma fã que só lê coisas que estão no topo?
    Só por ler A Cabana?

    Eu tenho uma triste mania de comprar qualquer livro que lança e que eu acho a história interessante.
    Tanto é que eu parei agora pois estou com uns 15 livros novinhos sem ler em casa pois me falta tempo e um cartão quase estourado. –‘

    Então não venha me dizer que eu só leio livros que estão no top 10 ok?

    Mais uma vez o povo generaliza.
    E a comparação, como já disseram, foi feita pela bizarrisse dos dois livros comparando com Crepúsculo.

    Eu não vou te dizer que eu amo literatura brasileira por exemplo.
    Pois estarei mentindo, eu ODEIO. E também não minto que eu só li pois precisava para fazer o vestibular, ou trabalhos no colégio.

    Mas espero que você não seja uma daquelas que diga que para a pessoa saber o que é uma boa literatura tem que ler os clássicos brasileiros. Isso é ridículo!

    27/02/2009 às 9:46 am

  42. Natyhc

    Putz finalmente alguém me entendeu!!!!!!!!!
    rsrs… Demorou um pouquinho né rsrs…

    Giovanna…
    É ótimo que você esteja planejando escrever livros
    Olha eu já li os 4 livros da série Crepúsculo rsrs achei super
    romântico kkkkkk (gosto de romantismo “brega” kkkk) não posso
    discordar que é repetitivo mesmo assim eu gostei.
    Realmente é bizarra a história e a falta de conhecimento e pesquisa da autora
    Rsrs…
    AH! Já ia me esquecendo…
    DETESTOOOOOOO vírgulas kkkkkkkk de todo o meu coração rsrs…
    E enquanto aos meus MAIS rsr… É preguiça de tirar o “I” kkkkk
    Se eu fosse tão ruim de escrita eu jamais teria passado num concurso
    FODA e teria arrumado um emprego kkkkkkkkkk
    muito menos tiraria notas boas em redações……
    Eu posso escrever mal na net MAIS quando o assunto é sério e muito
    importante eu escrevo correto tudo muitoooooo certinho kkkkkk (por incrível que pareça)

    27/02/2009 às 9:57 am

  43. Ana

    Ok, não precisa ser necessariamente os clássicos brasileiros, mas agora fiquei curiosa… o que é “boa literatura” pra vc, Danne?

    (Eu to perguntando porque AMO os clássicos brasileiros e não acho digno de confiança ninguém que diga que os odeie no mesmo texto em que diz que lê “popices” como A Cabana ou Crepúsculo. Não que a minha opinião seja assim tão valiosa, mas gosto de saber opiniões sobre “boa literatura” de quem não gosta dos clássicos, sério mesmo. Desde que uma pessoa com essa opinião disse que literatura estrangeira ROX e citou Meg Cabot, Dan Brown e Stephenie Meyer, perdi um pouco da fé na humanidade. Estou perguntando pra ver se resgato a fé.)

    27/02/2009 às 10:03 am

  44. Natyhc

    Ana você ja leu Meninas da noite do autour Gilberto Dimenstein ????
    é ótimo (quase chorei lendo este livro)

    27/02/2009 às 10:12 am

  45. Danne

    O problema de pessoas como você é achar que é superior a todo mundo. Que qualquer coisa que você faça é melhor do que as que os outros fazem.
    Só pelo motivo de você ler os clássicos não significa que A Cabana não seja um livro bom, ou os livros de Dan Brown não sejam bons.
    O problema é que gente como você não consegue ver além. Pensa pequeno e é fechada num mundinho onde só você vive. E se eu gosto de livros de ficção e romance que não sejam os clássicos? A minha opinião não será válida? HM… que ruim pra você.
    Eu me recuso a entrar em uma discussão com gente fechada. :)

    27/02/2009 às 10:22 am

  46. Ana

    Ah, eu não sou a mesma Ana, aliás.

    Mas já desisti de querer mais alguma coisa em “os livros de Dan Brown não sejam bons”.
    Prefiro continuar com a cabeça fechada do que dizer um absurdo desses.

    E, só pra constar, eu estou lendo O Diário de Bridget Jones e adorando. Só que não é bom nem é, assim, o que eu diria quando me pedem referências de obras literárias… ainda assim, adoro. Não sou tão limitada qto parece ;)

    27/02/2009 às 10:30 am

  47. Ana T

    Danne eu concordo plenamente com você quanto aos clássicos brasileiros, totally suck na minha opnião e eu nem dirigi meu comentário à você…só vi as pessoas citando a Cabana e pensei que po, quando se vem falar de livros, todo mundo já vem citando Senhor dos Anéis, Harry Potter, O Caçador de Pipas…os top 10 da veja, livros que a maioria dos posers metidos a intelectual lêem e poe citações no orkut do lado dos seus albuns com screenshots de “O brilho eterno de uma mente sem lembranças” ¬¬

    E eu não sou a mesma Ana dos posts seguidos aos seus. Não estou aqui defendendo literatura clássica que é literatura antiga, estou defendendo literatura além dos mais vendidos da Veja… mas eu não gosto de livros “clássicos” também…acho que essa história de clássico é pura nostalgia, só porque é antigo, e tudo que é contemporâneo é uma porcaria então?! Eu leio Dan Brown, mas também leio Agatha Christie, Sidney Sheldon etc. Mas também não sei o que vêem em Machado de Assis por exemplo, o cara escreveu uma história há 200 anos e vem o povo agora me falar que é o máximo…um saco foi ter que ler coisa dele pro vestibular. Mas não vim criticar também, gosto é gosto e pronto. Até respeito quem gosta de Twlight, não vou entrar na comunidade no orkut e começar a xingar o livro.. (eu venho fazer isso aqui). Mas enfim..

    É que toda fangirl vem se vangloriando que leu Harry Potter e a Cabana e o Caçador de Pipas e sei lá mais o que…como se os únicos livros que existem fossem estes.. e isso me deixa puta.

    27/02/2009 às 1:06 pm

  48. amenaske

    Danne, você caiu horrores no meu conceito.
    Você nem mesmo conhece a Ana para dizer que se ela se sente melhor que os outros, se ela tem ou não um mundinho fechado. Você baseou tudo em uma simples pergunta que ela fez.
    Agora é VOCÊ quem está generalizando. Está achando isso legal? Ela acha que os clássicos brasileiros são importantes, mas isso não quer dizer que ela acha que SÓ os clássicos brasileiros valeem a pena ler. Você só citou alguns autores e ela perguntou sua opinião. Horrível da sua parte sair tirando conclusões sobre ela sem nem conhece-lá.
    Clássicos são clássicos porque foram E são bons. Considerados por muitas pessoas, por isso eles continuam clássicos. Claro que muitas pessoas não gostam, mas são clássicos

    27/02/2009 às 3:40 pm

  49. Danne

    Você acha que eu me importo se eu vou subir ou cair no SEU conceito? :)
    Uma pessoa que eu vi escrever: vinhemos? HMMM

    Se você ler com atenção o comentário dela talvez consiga perceber o tom que ela usou ;D

    27/02/2009 às 3:55 pm

  50. Danne

    Ana T

    É que como eu havia falando sobre os três livros, bem, você entende.

    E eu concordo com tudo o que você disse :)
    Mas a gente não pode generelizar, não é todo mundo que leu esses livros que os leu simplesmente por terem visto eles no top 10 da veja.
    Eu por exemplo nunca consegui ter vontade de ler O Caçador de Pipas e to com A Menina que Roubava Livros a uma era em casa e eu nem toquei nele.

    Eu compro quando me indicam. Falaram muito d’A Menina que Roubava Livros e eu comprei, tá esse é um defeito meu, a pessoa me indica, eu vou lá e compro, por isso estou com a lista meio grande. E o tempo está curto.

    27/02/2009 às 4:04 pm

  51. Twilight Haters

    Diga como você percebe o tom das pessoas pela internet.

    Quero descobrir também, porque já interpretei muita gente errado e já fiz muita meleca por achar que elas falaram comigo de um jeito sendo que foi de outro. :P

    E não to sendo cínica, irônica, sarcástica nem nada do tipo.
    Realmente quero saber.

    27/02/2009 às 5:21 pm

  52. Danne

    Já perceberam que muitas aqui tem uma mania chata de: quero saber!
    Vocês me lembram o Edward: me diz o que você está pensando!

    AOIHEOIAEHAEIOHAEHOIHOAEIAOEHIHOAEI ri muito agora!

    27/02/2009 às 5:25 pm

  53. Twilight Haters

    Uai, vc disse “olhe o tom que ela usou”.

    Eu quero saber que tom foi que usei… o_o
    Ou que pareceu que usei. Digo, acho que posso saber como está sendo meu comportamento online, até pra evitar esse tipo de mal entendido. :P

    Se bem que eu realmente não sei se quero saber porque pareço “superior, sabe tudo, limitadinha” etc sob o ponto de vista de alguém que usa os erros (de norma culta ou de digitação, não importa) dos outros pra “argumentar”. Porque com certeza se trata de uma pessoa que nunca errou, perfeita como Edward Cullen.

    27/02/2009 às 7:38 pm

  54. amenaske

    Okay, senhora eu-escrevo-tudo-certo, você se acha realmente superior por saber escrever certo? Você acha que pode usar isso para me ofender e lamentar que você não quer saber do meu conceito? Eu tenho mais o que fez e o que me preocupar na minha vida do que com pessoas que acha que tem a razão sempre. Ninguém é superior por escrever certo, querida. Eu tenho professores que são bem mais inteligentes que você e não sabem como conjugar um verbo direito.
    Não sei você, mas eu não escuto TOM por internet. Deve ser alguma nova tecnológia, ou você é muito inteligente para deduzir o tom que ela usou ao escrever.
    Não, meu conceito não importa para você, eu não me importo com você também. Você foi hipócrita ao generalizar a Ana pelo jeito que ela falou e isso fez com que eu ignorasse tudo o que você fala. Como fã de Twilight que você é, eu já não prestei muita atenção, agora que eu não presto mesmo

    27/02/2009 às 8:25 pm

  55. amenaske

    “que acham que têm”* e “o que fazer”*. Pode me umilhar de novo, herrar é umano *o*

    27/02/2009 às 8:29 pm

  56. Giovanna

    “Okay, senhora eu-escrevo-tudo-certo…” [2] Descuuuuuuuuuulpe se eu ofendi sua enoooorme inteligência…

    27/02/2009 às 9:35 pm

  57. NathyC, só por curiosidade, você prestou concurso para o quê? =D
    Eu sou uma futura concursanda, então sempre me bate essas curiosidades xD

    27/02/2009 às 9:45 pm

  58. swanvenenosa

    Bela lista de best-sellers foi citada nesses comentários. As pessoas tem mania de achar que ‘literatura brasileira’ se limita a Machado e outras velharias que nos obrigam a ler para vestibular. Minha obra favorita da literatura brasileira é Morte e Vida Severina que geralmente mal é citada no Ensino Médio. O grande problemas dos best-sellers no entanto é que as pessoas não querem assumir que são ruins (ta, algumas pessoas nem entendem isso). Esteticamente ruins.
    Eu gosto de Dan Brown, Agatha, Rowling.
    São leves e divertidos, mas compará-los com clássicos, puts… perto dos clássicos eles são quase medíocres. Eu posso ler Pequeno príncipe, chorar e me descabelar emocionada com a ‘profundidade’ do livro. Mas isso não vai tornar a mensagem do livro menos errada ou o autor menos apelativo ou a história mais adulta. É ruim independente do quanto eu a ame.
    Pena que fãs de Twilight (não todos, só 95%) não sabem disso.
    Para as fangirls: se elas gostaram de um livro, então o livro é perfeito e o resto é estúpido e quem discorda não tem opinião.
    Pena? na verdade esse é um dos tantos motivos de se odiar twilight e a base desse blog.

    27/02/2009 às 9:51 pm

  59. Ana T

    Esteticamente ruins? Me explica isso? Tipo não to argumentando nem nada, só quero saber porque J.K e Agatha são esteticamente ruins…

    Quanto a mediocridade também vamos considerar uma coisa, a tradução… a tradução muitas vezes é medíocre. Eu morei muitos anos fora do país e sempre leio as obras no idioma original (quando o caso é inglês), e quando eu leio a tradução… chega a doer. Twilight é medíocre, mas a tradução chega a ser bem mais.. um tradutor tem que além de saber a língua, saber as expressões, as gírias, os costumes e a cultura de onde se passa a obra e do que o autor quis passar. Eu vi a expressão em inglês “Save your breath” algo como “Não gaste sua saliva” “Não perca o seu tempo” ser traduzido para “Prenda a sua respiração” ou algo do genero, ridículo.. a tradutora de Twilight consegue fazer surgir ainda mais mediocridade, o que é quase impossível, uma proeza.

    E acho que a mensagem de “O Pequeno Príncipe” é muito mais adulta do que qualquer um possa compreender.
    E de literatura brasileira, eu passo..não argumento, não gosto e pronto.

    Mas enfim, eu realmente não to criticando ninguém, o mundo seria lindo se cada um lesse seu livro, escutasse sua música, visse seu filme e respeitasse o dos outros e pronto. Mas é sempre legal discutir, acho que sempre acrescenta algo na vida da gente…desde que não parta pra baixaria ta valendo :)

    28/02/2009 às 1:15 am

  60. Twilight Haters

    O mundo seria um saco se cada um gostasse do seu e nunca falasse nada do que não gosta. :P

    28/02/2009 às 1:36 am

  61. Quando soube de uma estudante de letras que, em seu mestrado, explicou como em Sagarana – mais especificamente no conto “minha gente” – as peças de xadrez em que o personagem joga no ínicio se encaixam em cada movimento dos personagens durante toda a narrativa, como se eles fossem tais peças… Eu simplesmente deixei de ficar “mimimi literatura brasileira”. Os caras bolaram as coisas com uma profundidade que eu, na minha imperfeição humana, jamais vou entender completamente.

    É tipo eu, sem formação nenhuma na área, achar que entendo Kant, Freud e derivados.

    Guimarães Rosa me dá medo, prontofalei. O cara consegue ser gênio onde não precisa.

    E não falem que Machadão é ruim, o cara também é gênio. Aprendeu tudo o que aprendeu sozinho, porque ele era pretinho e beiçudo e na época isso era sinonimo de preconceito. u.u”. E eu daria um prêmio a Meyer se ela conseguisse criar uma história tão bem elaborada quanto foi a trama psicicológica de Dom Casmurro (só para citar o mais conhecido por causa de vestibular), a respeito do Bentinho e da Capitu. Ele soube usar a primeira pessoa na narrativa com perfeição.

    A gente só se cansa das histórias porque é aquele português antigo, dificil pra caramba de entender. Mas poxa gente, clássicos ajudam muito a gente criar um senso crítico mais apurado u.u”

    28/02/2009 às 1:52 am

  62. Natyhc

    Hei Tamara eu trabalho na Camara Municipal…
    É meio complicado essa coisa toda de concurso
    mais é só estudar bastante…
    Eu não fiz uma prova pra entrar na Camara e sim
    pra entrar em um curso que iria me indicar para
    um emprego…
    Eu nem estudei pra fazer a prova rsrs enquanto
    minhas amigas se matavam de tanto estudar (detalhe nenhuma delas passou)
    então fiz a bendita prova passei na 1° fase, fui pra segunda que era a redação,
    passei na redação e depois fui fazer tipo uma entrevista…
    fiz um curso após essas “fases” e depois eles me encaminharam para um
    emprego…
    Mais se eu fosse prestar concurso pra própria Camara teria que
    estudar pakassssss porque a prova é 3X pior rsrs…
    Se quiser mais detalhes me manda seu e-mail que eu arrumo
    alguém que ja tenha prestado o concurso que você se interessa pra
    trocar uma idéia contigo…
    bjusss

    28/02/2009 às 3:57 pm

  63. Opaaaa, eu adoraria que você me indicasse alguém da área!
    Meu e-mail tá aqui nos meus comentários mesmo, é só clicar no meu nome que acho que aparece, porque eu coloquei o e-mail e tal.
    Eu vou prestar concurso público para entrar na Polícia Federal, se Deus quiser! :DD

    28/02/2009 às 7:11 pm

  64. swanvenenosa

    Primeiramente vamos ao Pequeno Príncipe: absolutamente NINGUÉM é responsável por aquilo que cativa ou Eloá seria obrigada a ficar com Lindermberg por ter despertado seu amor, isso já prova que a mensagem que serve de base para a história do livro está errada. As metáforas embora sejam lindas e muito bem desenvolvidas não são nenhum tema absurdamente complexo, são reflexos do dia a dia, nada merecedor de um prêmio e o personagem de personalidade mais interessante é a raposa que infelizmente é um personagem pequeno.
    Quanto aos best-sellers serem medíocres… lembrando que eu disse que são quase medíocres SE comparados a literatura clássico, o que não os impossibilita de serem bons entre outros best-sellers.
    Tanto Agatha quanto J.K. (que fique claro que eu gosto de ambas) são autoras de best-seller: esses livros foram feitos com o intuito de vender. Quem é o público que mais compra livros? Os críticos ou o ‘povão’? O povão. O povo quer ler livros complexos e com finais que na maior parte das vezes os desagrada ou quer comprar livros que leiam facilmente e que tenham um final que os deixe satisfeitos (não quer dizer feliz)?
    Repare, nem J.K. nem Agatha tem finais que desagradem o público (ok, eu odeie o final de Relíquias e de Expresso Oriente, mas agrada a grande multidão). Nem J.K. nem Agatha escrevem livros que sejam um ‘tiro no escuro’ como enredo psicológico ou algo assim.
    Sobre sua escrita, podemos ver em Agatha caso mal solucionados, em J.K. os casais são irritantes, Poirot tem o raciocínio mais perfeito que Edward Cullen, J.K. parece não gostar de certos personagens que criou (veja pela idéia que todo sonserino é ruim). São autores com falhas graves e repetitivas. Os grandes autores transformam suas falhas em elementos do texto.
    p.s.1: não creio que a tradução seja o maior problema de twilight.
    p.s.2: se vc se interessar mesmo por esse assunto, posso fazer um longo post comparativo entre Agatha, J.K., Dan e até Meyer se vc quiser e postar em meu blog e te envio o link.
    (sem brigas, eu realmente gosto da Teoria Literária e me encanta poder praticar).

    28/02/2009 às 7:25 pm

  65. Natyhc

    Tamara não aparece seu e-mail…
    meu você me surpreendeu quando disse que quer prestar concurso pra Policia Federal…
    Isso é maravilhosoooooooooo até uns tempos atras estava tendo concurso para esse ramo
    aqui onde moro.
    Tenho uma amiga que estava a fim de prestar concurso pra PF tbm…
    Se você quiser eu tento arrumar alguém pra te dar uns toques
    e te desejo boas sorte… e se por acaso você for religiosa… entregue tudo
    nas mãos de Deus e que sempre seja feita a vontade dEle!
    bjokas e até mais….

    28/02/2009 às 7:45 pm

  66. Ana T

    Pequeno Príncipe: ok, excluindo-se os “amores” obssesivos e os psicopatas.. você é responsável por aquilo que cativa sim, mas isso jamais significou que você tem que ficar preso a pessoa simplesmente porque ela gosta de você. Se fosse essa mensagem que o autor quisesse passar o pequeno príncipe não teria deixado a raposa, já que ele a cativou então deveria ficar com ela mesmo que ele quisesse ir embora e voltar para a rosa dele, mas ele não ficou. Na verdade o autor quer dizer que os sentimentos dos outros são importantes também, que os seus atos tem o poder de fazer as pessoas sofrer, e você amanhã pode ser o “cativado”. Ainda quando principe vai embora, a raposa diz que vai chorar, ele pergunta que vantagem ela levou na história toda e ela fala da cor do trigo que lembra o cabelo dele. Ele vai deixá-la, mas ela vai ficar com as lembranças dele, do que era bom nele, do que ela amava nele. E ele vai voltar pra rosa, que ele percebe tardiamente que era “quem” ele amava. Se fizesse sentido a coisa Lindemberg aqui, ele jamais poderia ter ido embora.

    Voltando ao caso Agatha/JK/Best sellers. Mas tá, você não acha que existe um certo tipo de nostalgia aqui? Por que então nunca se cita um gênio da literatura que não esteja morto há menos de 50 anos? Será que no futuro JK não será um genio da literatura? Quem sabe até Meyer (e deus nos livre disso, mas tá).
    Quanto ao povão, eu descordo, o povão pelo menos brasileiro quer ver big brother e domingão do faustão… e quanto ao talento do Poirot, ele é um detetive, o mínimo que ele pode fazer é solucionar os casos, é a razão dele existir na história (e eu achei o final de Orient Express um dos melhores finais ever), final de Deathly Hollows realmente foi decepcionante. Eu não vou dizer que a escrita delas seja perfeita, eu realmente não tenho formação ou informação pra isso, nunca gostei de literatura, os clássicos que eu li se limitam a lista do vestibular…
    Mesmo que a análise dos personagens de Machado de Assis por exemplo (o primeiro que me veio a cabeça) seja fantástica, o cara fala de seres humanos, de conflitos amorosos, traição, amores impossíveis..etc etc. Enquanto JK criou um mundo, um novo universo (assim como Tolkien)… os conflitos humanos são tão banais, mas a criatividade de alguém como JK, Agatha, até mesmo Dan… e isso que me faz admirá-los (e outros escritores que seguem essa linha).

    Talvez seja porque eu sou fã ou porque eu realmente não entendo certas coisas que eu realmente não consiga enxergar as tais falhar deles e se você fizer o texto comparativo me passe o link que eu adoraria ler.

    E com certeza a tradução, como eu já tinha dito antes, é só um agravante em Twilight, Meyer é medíocre e toda vez que eu leio os livros tenho a impressão de estar lendo uma fanfic (vou começar a tortura de ler Breaking Dawn pra ver o quão ridicula a história acaba) qualquer um que não seja uma fangirl de 14 anos vê que ela não sabe escrever.

    01/03/2009 às 1:14 pm

  67. Twilight Haters

    Saramago é considerado um grande nome da literatura e ainda é vivo. Antonio Lobo Antunes também. E eu considero Marcelino Freire um dos maiores nomes da literatura contemporânea do Brasil, mas acho que sou a única hahahaha

    Não é nostalgia, é saber fazer direito. Vc disse que o povão quer ver Big Brother e Faustão… o que um público desse tipo de coisa gostaria de ler? Com certeza não é Saramago. É alguma coisa bem mais fácil de “entender”, historinha linear, final bonitinho, na maioria das vezes.

    E eu concordo que a Rowling, bem como Tolkien, criaram um mundo novo. Gosto mais de pensar em Tolkien nessa hora, porque ele não se limitou a isso ou aquilo, fez até as línguas e espaço físico daquele mundo novo, apesar de não ter usado criaturas 100% inéditas. Não tiro o mérito deles por isso, e talvez no futuro a Meyer seja lembrada como uma grande autora da nossa geração, quem sabe? Não sei se alguma coisa impede que um best-seller de hoje seja um clássico de amanhã – não considero Hermann Hesse um autor de best-seller, mas no exemplar d’O Lobo da Estepe que tenho aqui, na capa diz “best-seller blá blá blá”…

    Mas, tbm, não dá pra tirar o mérito de quem escreve tramas psicólogicas, como Machado de Assis ou Clarice Lispector. Veja, a Meyer é o maior exemplo de que isso não é pra qualquer um. Ela tentou dizer que o foco da sua história é trabalhar com o psicólogico das personagens e falhou miseravelmente. :)

    01/03/2009 às 2:01 pm

  68. {Guilherme}

    Ela realmente vai ter que fazer malabarismos literários para conseguir fazer sereias viajarem no tempo, maaaaaas td bem, a cabeça é dela, ela escreve o q bem entender.
    A propósito, alguém já leu aquele outro livro dela, o tal the host? é pior q twilight? gostaria de uma opinião.

    01/03/2009 às 4:08 pm

  69. swanvenenosa

    Guilherme, eu só li a primeira página, ai a Meyer disse que os ets eram ‘perfeitos’ e eu desisti. =/

    01/03/2009 às 5:16 pm

  70. swanvenenosa

    Enquanto JK criou um mundo, um novo universo (assim como Tolkien)… os conflitos humanos são tão banais, mas a criatividade de alguém como JK, Agatha, até mesmo Dan… e isso que me faz admirá-los (e outros escritores que seguem essa linha). [2]

    Tolkien, na minha opinião é o tipo de livro que já nasce clássico.

    E tem a literatura brasileira é simbolizada por quem: Machado, Alencar… autores que nos obrigam a ler na escola. As pessoas não lembram que existe sim os mais atuais como Jorge Amado, Saramago (que é português), Lya Luft (que aliais, as vezes aparece na lista de mais vendidos). Na linha de best-sellers com vampiros nós temos André Vianco que é imensamente superior a Meyer. O livro que eu citei como meu favorita na literatura brasileira, Morte e Vida Severina, data de 1953 (se não me engano) e é escrito em poesia com a rima mais pobre que tem: redondilha maior (a mesma de literatura de cordel). O próprio autor na época ficou impressionado com a repercurção porque o livro foi escrito tendo como público alvo as classes baixas.

    Vou ver se preparo um post bem detalhado sobre alguns autores de best-sellers que gosto, como J.K., Agatha, Dan…

    01/03/2009 às 5:36 pm

  71. Yolanda

    Guilherme, eu adoro The Host! Acho superior a Twilight. Não vou julgar os ETs de The Host como perfeitos, mas a personagem principal, Wanderer, tem aquele estilo “boazinha”, sabe? Mas dentro dela está uma das melhores personagens do livro, a Melanie, que é forte e faz o que precisa ser feito sem sentir pena de ninguém.

    Uma das outras coisas legais do livro é que o “mocinho” aparece como um inimigo no início. Ele evolui e vai ajudando os outros personagens a evoluirem também.

    Não é o melhor livro do mundo, mas é legal de ler! ;D

    01/03/2009 às 10:22 pm

  72. Yolanda

    Ah, mas o livro tem um defeito que faz muitos leitores não gostarem: narrativa lenta. Estava aqui fuçando no amazon.com e as críticas reclamam muito desse aspecto do livro.

    01/03/2009 às 10:31 pm

  73. Yolanda

    Aaah, outra coisa (nossa, já é o meu terceiro comentário sobre o mesmo assunto o__o). Meyer ADORA “sacrifícios”. Eu acho muito besta morrer POR alguém, e não morrer LUTANDO por alguém. Mas enfim… esse é um dos defeitos dela que também é observado em The Host.

    Juro que esse é meu último comentário SHAUSHAUSH’

    01/03/2009 às 10:42 pm

  74. Flaw

    (Oi Gi!)

    Mano, a Meyer pode comer o cu dos vampiros, mas mexer com sereias é mexer comigo. e_e

    01/03/2009 às 11:14 pm

  75. Jackie

    O negócio é a mesma coisa quando se cria um cachorro da maneira errada… Você deu liberdade demais pro bicho, agora ele vai querer dormir na sua cama, comer os seus sapatos italianos favoritos, fazer xixi no seu sofá e cruzar com a perna do seu namorado.

    A Meyer foi muito mal acostumada. Algum idiota foi falar pra ela que ela escreve muito bem e que tá tudo okay estragar as histórias seculares a respeito de vampiros, sereias e diabo a quatro. Ninguém avisou pra ela que isso não é muito certo, que ela devia fazer um curso básico de redação narrativa antes de fazer qualquer coisa do tipo.

    Mas agora o estrago já tá feito, o cachorro tá mal-acostumado e não vai parar nunca! Eu sugiro que mandem ela para um centro de adestramento de animais. \o/

    Só espero que ela não se meta com os bruxos. u_ú

    03/03/2009 às 1:00 am

  76. amenaske

    HUIDISHSIUHDUIH, eu tenho que falar que amei a metáfora [/comentário inútil]

    03/03/2009 às 1:44 pm

  77. yasmimdeschain

    Daqui a pouco Meyer escreverá sobre elfos homossexuais lutando contra o nazismo!!

    03/03/2009 às 2:27 pm

  78. Anísio

    “Daqui a pouco Meyer escreverá sobre elfos homossexuais lutando contra o nazismo!!”

    Aham, e os nazistas vão ser os heróis da história.

    03/03/2009 às 4:57 pm

  79. “Daqui a pouco Meyer escreverá sobre elfos homossexuais lutando contra o nazismo!!”

    Hey, elfo homo é redundância! /rpgistatroncha

    03/03/2009 às 6:11 pm

  80. Helena

    Destruir a imagem dos vampiros não basta pra Meyer, ela também tem que fuder com a reputação as sereias :/
    Se ela continuar a escrever, só espero que não queira mexer em fadas, elfos, centauros, medusas, deuses nórdicos ou qualquer outra palhaçada que vier à sua cabeça (in)feliz.

    05/03/2009 às 9:42 pm

  81. Helena

    “Daqui a pouco Meyer escreverá sobre elfos homossexuais lutando contra o nazismo!!”

    LOL, você não tem noção do quanto eu ri ao ler isso XD

    05/03/2009 às 9:43 pm

  82. Priscila

    Será que só eu prefiro até as Sirens de Supernatural, que tambem nao eram metade ave? (mas nao viajavam no tempo)

    07/03/2009 às 3:23 am

  83. Pingback: Meyer não é a dona da Verdade « Twilight Haters Brasil

  84. nathalia

    essa meyer é uma vagabundaaaa !!!!!!!!! eu até gostava dela,curto juito twilight,mas EU ESTAVA ESCREVENDO UM LIVRO SOBRE SEREIAS !!!!!agora não vou mais,pq se não vão dizer q tô imitando akela balofaaa ¬¬

    08/08/2009 às 1:54 pm

  85. AnaSofia

    Ora, isso é completamente injusto!!
    Estou a escrever um livro em que entram sereias, uma vez que adoro seres mitológicos, e o que faltava era esta escritora ir escrever também um livro sobre esses seres!!!! Grrr! Uma pessoa até sente que está a imitar, depois! Bolas!!

    Já agora, com todo o respeito. Só mesmo por curiosidade. Eu gostei de Twilight, mas só desse, não do resto da saga, mas não é por isso que pergunto, porque compreendo perfeitamente quem não gosta. Mas porque é que, se vocês não gostam meeesmo nada de Twilight, se dão ao trabalho de escrever sobre isso? Eu detesto, por exemplo, a Avril Lavigne, mas nunca pensaria criar um blog para falar dela! arghhhH! :x
    Mas porque é que vocês fazem isso? O desprezo às coisas que não gostamos é o melhor ^^
    Mas vá, agora fiquei curiosa…

    23/09/2009 às 7:21 pm

  86. amenaske

    ^
    Precisamos fazer um post com o motivo do blog. Não é apenas sobre Twilight…

    25/09/2009 às 8:17 pm

  87. Júuh

    Puutz, daquii a poouco essa mulheer vai querer escrever soobre Youkais! Maas eu goostei do comentário do video(Elfos dançandoo ballet) see ela escreveer um livroo de elfos dançarinos de ballet eu leioo [/apaanha

    06/10/2009 às 12:20 am

  88. edjudd

    A Meyer vai acabar com a minha infância, koe :(

    26/12/2009 às 4:11 am

  89. amelieppp

    Em a Hospedeira, ela criou…. *respirando fundo umas 10 vezes
    DRAGÕES DE GELATINA!!!!!!!!!!!!!!!!!
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
    *voltei ao meu normal
    VSF MEYER!!!

    Dragoes sao minhas criaturas magicas preferidas, e ESSA vagaba Destruiu a mitologia dos Dragões!!
    Agora sim, eu entendo o ódio dos haters, que gostam de Lestat , Dracula e Nosferatu. Pois eu estou sentindo a mesma coisa.
    Alias, vcs conhecem algum site que fala mal de The HOst, eu nao falo ingles com fluencia nem entendo muito bem, mas ta valendo.

    12/01/2010 às 12:34 am

  90. keerollen

    sereias são bonitas e legais!!!!!!!!

    30/01/2010 às 5:31 pm

  91. Jéss

    Super. Ela vai destruir mais um mito.. no caso algo que é DE FATO parte da mitologia.. ><
    Viagem no tempo? WTF? Ela usa LSD quando começa a imaginar as histórias? Oo
    As Sirens de SPN foram interessantes (tomei um puta susto qdo ela apareceu no espelho e NUNCA mais vi aquele episódio. nunca mesmo.)
    aiai, já to até vendo esse transtorno todo q foi com Twilight agora com Sirens.. e as pessoas achando q Sirens e Mermaids são a mesma coisa, sem falar q vão achar legal ela inovar pq elas viajam no tempo.. Inovar MITOLOGIA. Haja santa paciência.

    17/02/2010 às 3:29 am

  92. eu amo sereias eu queria ser uma sereia todos os dias que passa filmes de sereias eu assisto eu não perco nenhum capitulo eu tambem amo voces thau bjs.

    01/04/2010 às 3:00 pm

  93. Jack I.

    Hm, bem, Twilight foi mesmo uma serie ruim, e a cada livro piorou um pouco, sem contar a apologia exagerada aos filmes, mas acho que quanto ela ter inventado nos livros, coisas do tipo, vampiros que brilham no sol.. bem, não sou totalmente contra isso, afinal é apenas uma nova versão, não acho que necessariamente todas as histórias tem de contar a mesma lenda sobre uma criatura, assim como acho que se as sereias de Meyer quiserem viajar no tempo, então que viagem, isso não vai fazer da história dela algo ruim ou não, agora o que realmente acho que estraga não é acrescentar ideias aos mitos, mas sim a idéia em questão.
    Mas de fato a ideia de Meyer fazer um livro sobre sereias me encomoda um tanto, não estou afim de ler uma história ridícula sobre sereias e ver essa histórinha correr na boca do povo, como se todos fossem ” estudiosos” de sereias. wtf então.. espero que o livro seja bom.

    12/06/2010 às 10:56 pm

  94. Cynthia

    Tenho medo só de imaginar o poema épico que ela citou. Se pra ela o texto é ruim, imagina pra gente? Alguém faz uma lobotomia nessa mulher por favor!!!

    12/07/2010 às 1:50 pm

  95. Carla

    Ok… não vejo problemas em elfos dançarem ballet… seria algo engraçado pois nunca pensei nisso mas não destoa muito uma vez que é uma dança muito bonita e eu vejo elfos como criaturas dançantes, cantantes e felizes (assim como as fadas XD).

    Mas vamos ao ponto do post! Será que ninguem concorda comigo sobre ela precisar de uns remedinhos para sanidade mental ALEM de umas belas aulas de escrita?

    Eu só li os 2 primeiros livros de crepúsculo (me obrigando a ler pq eu não digo que não gosto sem ler), mas imagine uma historia sobre viagem no tempo com a escrita incrível dela que não tem a menor noção temporal?! Afinal… crepúsculo esta no inicio do ano letivo e DO NADA esta no fim. Imagino a linda confusão que isso vai ser…

    Sobre as sereias/sirenes… Eu acho que ela var fazer uma sereia com penas, que voa com barbatanas e suga a alma das pessoas enquanto canta! XD No mundo Meyeriano creio que isso faça todo sentido do mundo! mas espera… eu esqueci do esporte americano! Talvez elas joguem futebol americano também. sabe como é ne? matar pessoas é estressante e jogar futebol pode ser relaxante (LOL). ou… como a Meyer nunca mata ninguem… elas cantam e trazem os mortos de volta a vida! e ai seria a parte volta no tempo… quem sabe?

    Uma coisa é certa! Deve ser algo digno de uma alucinação causada por drogas, chá de cogumelos e todo o resto.

    22/09/2010 às 12:14 am

  96. Jul

    A Rima do Velho Marinheiro?, eu sou a única que se lembra de Iron Maiden ao ler isso? /TheRimeoftheAcienteMariner

    Mas será que serã: SEREIAS COM ASAS QUE VIAJARÃO NO TEMPO, IRÃO PARAR NA COSTA DOS ESTADOS UNIDOS E SE APAIXONARÃO POR VAMPIROS PÚRPURINADOS?
    SPOJGAHGAOI´FHSGOIADHFOIGHPFIGHFDOIPHAFPJAPIODFHIDSFOHSADIFSADFOSHFISFSIDFHDSOIFHADSPFHPSDÇDOFJPPor favor Mayer, NUNCA escreva sobre sayajins +1, nem sobre hobbtis, nem sobre elfos, nem valquírias ou qualquer divindade nórdica.

    06/01/2011 às 9:51 pm

  97. Bianca Lais

    Afff! Meyer e suas ideias! E parece um carma!

    Estou escrevendo um livro, mas já tive outras ideias antes (tipo E.T e sereias) essas seriam minhas próximas ideias (vampiros já estavam em minha lista), não estou desistindo desses personagens e nem dessas histórias, só que, tipo, as pessoas (meus amigos, principalmente minha melhor amiga Anna que é fã de crepúsculo e de Meyer) ficam achando que eu “tô”, por algum motivo viajante espacial, imitando a Stephenie.

    Mas não…

    Eu sou mais o estilo de Daniele Trussoni, apesar de não ter lido seu romance “Angelologia – o conhecimento dos anjos” que dizem ser um livro muito bom, já que eu sou muito fã de anjos (mas não são anjos aquelas criancinhas inocentes e bobinhas, são anjos DE VERDADE!).

    ainda bem que essa Meyer não resolveu falar sobre anjos… Ia estragar totalmente as criações divinas com suas ideias de jerico!

    Espero que ela não mele as histórias das gregas Sirens, mas se melar pode deixar que eu as resgato do fundo *não do mar* do poço!

    (Mudando de assunto: assisti ao trailer de “Piratas do Caribe, navegando em águas misteriosas” e pelo jeito vai ter sereias nele!)

    Vai ser o único jeito das coitadas manterem sua fama boa.

    Bom, acho que as histórias de Meyer vão ser chatas/ruins sim, porque ela acha que crepúsculo abalou geral, então vai escrever do mesmo modo RUIM!

    24/02/2011 às 5:50 pm

  98. whick

    Se me possuíse o poder da escolha, neste caso bem específico, eu gostaria de preservar a mitologia/fonte original, mas quer saber? Qual o grande problema (I mean, what’s the point?) em querer pegar uma mitologia ou coisa parecida e fazer uma versão própria, Okay, os vampiros brilhando e suas presas estranhamente idênticas aos dos humanos na minha opinião não que seja exagero, mas assim, não sinto que Meyer quis criar seus próprios parâmetro de vampiros ou uma nova raça de seres noturnos, mas ridicularizou, sério, é por isso que tem tanta gente que quer rir disso.
    Mas agora, quer dizer que se eu quiser criar uma história onde existe uma raça extinta de seres-humanas, que podem voar, por exemplo, eu não posso? Nããão, por humanos não voam, tipo, really?
    Eu, tipo, amo Harry Potter, foram os primeiros livros que eu li e tiveram grandes marcos pra mim, mas, e por que também não criticam:(É, alguns falam, e satirizam, mas nem tanto assim) Noooossa, como humanos podem usar magia, se humanos NÃO têm poderes mágicos? Neste caso estaria também distorcendo a concepção que ninguém pode fazer magias… Mas, e daí?
    Ah sei lá também… Deve ter um monte de coisa e muitos ” e dái” e que possam provar que distorcer a ‘coisa’ original é feia e não se deve, mas sei láaa não sei nenhum exemplo agora mas pensa deve ter mais tanta coisa estúpida por aí que também é ridículo e banal, sei lá torradeiras que falam, meias que dançam, cremes hidratantes que cantam, Iphones que tomam coca, mas, do pior, bem do pior disso tudo, me desculpa, mas PRA MIM eu ainda não achei nada do pouco que procurei que pudese me fazer odiar, ter tanto ÓDIO de alguma coisa assim. Sério, no máximo que eu não goste, mas por que odiar? Não gostou de elfos que dançam ballet, beleza, pega e vai /ler assistir Senhor dos Anéis, Dungeons e Dragons etc, ou pega e você mesmo escreva algo só tipo, qual o sentido de odiar?
    Quer saber? Odeie então sem problemas, vai ver faz mal nenhum, também nem sei de nenhuma certeza que eu disse mas pelo menos eu sei que, a gente deveria usar um pouco da nossa humanidade, e tipo, não sou fã da Meyer e tal mas por que ser tão cruel como (pessoas desesperadas em falar pra não generalizar sendo histéricas em 3,2,1) ALGUNS são com ela, puxa ela deve ser tão gente boa, e mesmo que não seja, pra que ficar chingando, e fazendo comentários tão, mas tão cruéis como fazem.. Puxa, até os vampiros que brilham e que a gente tira sarro é melhor que isso, vamo, que seja então, acaba com o velho papo de evoluí, e tentar ter um pouquinho mais de amor pelas pessoas..

    16/10/2011 às 1:18 am

  99. Sakura

    Whick, me senti no direito de comentar… não estou brigando, juro, afinal sou uma pessoa da paz, quase uma zen… enfim, concordo com muita coisa que você disse.
    Só que, bem, nenhum de nós “odiamos” a Meyer, ou dizemos que ninguém pode fazer o que bem entender na história. O que o site tenta passar é que vampiro não pode ser tão ridicularizado assim, a ponto de virar modinha e fãs ignorantes, de ignorar mesmo, que acham que tudo o que fala um determinado assunto está certo. É o que acontece com crepusculo, e nenhum fã de fadas, sereias, bruxas, enfim… ninguém vai querer vê seu tão precioso monstro virar algo exotico e não poder falar nada.
    Sabe, eu sou fã de HP, MUITO fã. E a Jk Rowling é maravilhosa para mim. Claro que ela tem defeitos, e pecou com alguns livros, mas sabemos que é bem diferente o caso de Rowling da Meyer.
    A Joanne fez bruxos diferente? Fez. Colocou a questão dos trouxas, fez eles mais bonzinhos, e inventou feitiços. Mas prezervou a real historia dos bruxos. As roupas, as varinhas, até as vassouras que viraram esporte. Tudo foi prezervado, e bem escrito por sinal. Além, é claro, dela escrever desde os 6 anos.
    Já Meyer teve um sonho e escreveu. Não é assim. Tem que pesquisar e tentar ao maximo agradar ao publico. Tudo bem que ela não sabia que iria fazer sucesso, mas porque isso se repetiu nos outros livros?
    Não tem problema nenhum ter romances em histórias de vampiros. Dracula tem, Van Helsing e até Blade. O problema é vampiros brilhando. Se Edward e sua familia apenas não pudessem ficar no sol por ficarem fracos, eu entenderia.
    Nenhum de nós odiamos a saga. Não gostamos por n motivos. Mas não “odiamos”. Eu sei que muitos daqui são fãs de livros, series, animes, filmes e outros. E todos nós temos o direito de dizer o que não gostamos. E porque não fazer um blog que fale disso. Se tem tanta gente que gosta e faz blog, porque os haters não podem dar a sua opinião?
    Sério, não fique com raiva desse comentario. Isso se você ler…
    Só estou falando de fã para fã. E se quiser falar algo, diga, sinta no direito.
    Mas se não gostou pelo menos seja educada. Já vi comentários horriveis de pessoas que não gostaram de ser respondidas. Espero que você seja da paz.=D
    Beijos…

    17/12/2011 às 9:14 pm

  100. giuschmidt

    Sabe preconceito? É o que tive quando achei esse site, pois sou completamente contrária à qualquer manifestação gratuita de “ódio”… mas me enganei!
    “Hater inteligente” é como eu descreveria este lugar… diferente dos outros.

    27/12/2011 às 3:44 pm

  101. ana clara

    sereiabonita e encantadora

    05/05/2012 às 10:36 am

  102. Alessa

    OH GOD, WHY?

    Daqui a pouco, teremos demônios bonzinhos que gostam de cor de rosa e pôneis saltitantes.
    Eu também escrevo livros, ao estilo Stephen King, que esse sim, sabe o que é terror.

    11/10/2012 às 9:19 pm

  103. porque não tem sereias

    18/01/2013 às 8:57 am

  104. Vaneza

    A história de vampiros brilharem na luz do sol, vem da Babilônia, se não me engano, eram assim que eles poderiam ser reconhecidos, por isso o mito de vampiros não sairem no sol, quanto as sereias, mulheres metade peixe, metade humana. Tem as selkies na Irlanda, as ningyos no Japão, e muito mais, cada uma com forma diferente, mas todas tem cauda e corpo de mulher, algumas são metade ave, e outras tem asas e caudas.

    14/01/2015 às 11:33 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s