2 Anos trazendo a lógica!!

Saiba quem são os 10 escritores mais bem pagos do mundo

A Forbes anunciou na última quinta-feira, dia 19, a lista com os 10 escritores mais bem pagos entre junho de 2009 e junho de 2010.
O interessante é que quase todos os citados já tiveram alguma obra adaptada para o cinema ou TV. Os valores listados pelo site correspondem aos ganhos dos autores tanto com vendas nas livrarias quanto em direitos autorais (cinema, TV, gibis, etc.).

Veja quem são eles abaixo, em ordem decrescente:

10° – J.K.Rowling

Faturamento no período: 10 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Série Harry Potter.

9° – Nicholas Sparks

Faturamento no período: 14 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Um Amor Para Recordar, Noites de Tormenta, A Última Música e Diário de uma Paixão

8° – John Grisham

Faturamento no período: 15 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: O Júri, A Firma, O Cliente, O Dossiê Pelicano, O Homem que Fazia Chover.

7° – Janet Evanovich

Faturamento no período: 16 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Série Stephanie Plum.


6° – Dean Koontz

Faturamento no período: 18 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Caminhos Escuros do Coração e Do Fundo dos Seus Olhos.


5° – Ken Follett

Faturamento no período: 20 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Os Pilares da Terra.


4° – Danielle Steel

Faturamento no período: 32 milhões de dólares.
Algumas obras: O Brilho da Estrela, Um Longo Caminho Para Casa e Segunda Chance.


3° – Stephen King

Faturamento no período: 34 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: O Iluminado, Carrie – A Estranha e Um Sonho de Liberdade.


2° – Stephenie Meyer

Faturamento no período: 40 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Série Crepúsculo.

1° – James Patterson

Faturamento no período: 70 milhões de dólares.
Obras de Sucesso: Caçada ao Predador, O 1° a Morrer e Mary Mary.

Anúncios

132 Respostas

  1. Twilight Haters

    Stephenie Meyer supera Stephen King e J.K.
    Que situação mais lastimável.

    23/08/2010 às 6:25 pm

  2. Vanessa

    O mundo está perdido…

    23/08/2010 às 6:38 pm

  3. É, Ivete Sangalo vai tocar no Rock in Rio, Fiuk cantou uma musica dos Beatles no Criança Esperança, tocou Rebolation tbm no Criança Esperança, É o Tchan esta de volta e agora essa… O apocalipse se aproxima mesmo…

    23/08/2010 às 8:33 pm

  4. Sofia

    É, Ivete Sangalo vai tocar no Rock in Rio, Fiuk cantou uma musica dos Beatles no Criança Esperança, tocou Rebolation tbm no Criança Esperança, É o Tchan esta de volta e agora essa… O apocalipse se aproxima mesmo… (2)

    Não tenho palavras. Como que essa pseudo-escritora-de-merda é melhor que STEPHEN KING? Deus, porque nos abandonastes?

    23/08/2010 às 8:46 pm

  5. Tamara

    Ainda bem que em 2012 tudo acaba, ê.

    23/08/2010 às 8:52 pm

  6. Igor

    “Stephenie Meyer supera Stephen King e J.K.
    Que situação mais lastimável.”

    Sim, mas como montante eles tem BEM MAIS grana que ela. Não que isso vá mudar minha vida em algo, é claro…

    23/08/2010 às 9:07 pm

  7. Twilight Haters

    Aguardo ansiosamente o comentário da Bruna nesse post. Sei que ela não vai me decepcionar.

    (Anísio)

    23/08/2010 às 9:15 pm

  8. Júlio Santos

    Puta merda, tem nome nessa lista que ganha milhões e nem sei que é.

    É uma pena que os nomes “mais famosos” estão também entre “os piores” escritores, e os Melhores Escritores estão entre os menos remunerados.

    Que mundo estranho o nosso.

    23/08/2010 às 9:58 pm

  9. Bruna

    Anísio, sentiu minha falta ?? ASHUASHU
    HAHAHA, eu sei que apesar de vocês sempre discutirem comigo vocês me amam….KKKKKKKKK

    Mas nesse post não vão precisar discutir comigo, afinal mesmo eu amando muito os livros da S.Meyer e achando que ela escreve muito bem, sei que existe escritores melhores e mais experientes que ela

    23/08/2010 às 10:00 pm

  10. Cynthia

    Isso só mostra que as pessoas que não sabem o que é uma boa leitura, optam por livros soft porns teenagers. Vou rezar para que 2012 seja realmente o fim desta agonia e que nenhuma folhinha dos livros dessa senhora-segundo-lugar se salve…

    23/08/2010 às 10:03 pm

  11. Twilight Haters

    Sim, Bruna, eu sempre sinto sua falta.

    (Anísio)

    23/08/2010 às 10:18 pm

  12. Camy

    Aaahhh que lista mais fajuta… Onde está o Paulo Coelho? – qqq…!!!!

    23/08/2010 às 10:46 pm

  13. Estrela da Manhã

    Paulo Coelho ((00)) ????!!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!
    quase infartei…
    Mas assim, deixemos que a SM ganhe bastante dinheiro com essa saga, e rezemos para que isso a satisfaça e ela nunca mais precise dar dois cliques no atalho do Word!
    O sonho de termos uma juventude não alienada agradece…

    23/08/2010 às 10:53 pm

  14. Bia

    GRAÇAS A DEUS S.M. lançou seus livros em 2005. Meu primeiro livro (com mais de 50 páginas) foi HP, se tivesse sido Twilight eu nunca mais teria lido mais nada.

    23/08/2010 às 11:25 pm

  15. Paula

    Eu nem sei o que comentar…
    A minha frustração é tamanha que nem sei o que dizer…

    2012…te espero ansiosamente!!

    24/08/2010 às 12:21 am

  16. Bee

    Achei SUPER DIGNO o Ken Follet estar na lista, porque Pilares é uma OBRA PRIMA.
    O homem levou dez anos de pesquisa e planejamento, além de três anos de trabalho duro, pra escrever UM livro de MIL páginas que é excelente e que eu ainda não terminei de ler, mas que vou terminar, fé em Deus.

    Preciso dizer quem eu NÃO achei digno estar na lista?
    Não, né?

    24/08/2010 às 1:10 am

  17. Giovanna

    Eu tava discutindo hoje mesmo com uma amiga que ficou toda “Hááá, JK em 10º e a Stephenie em 2º”, mas a resposta é mto simples:
    – HP acabou (buuhuuu) e o faturamento agora fica escasso.
    – Twilight não acabou ainda, a autora lançou mais livros E tem um bando de fãs retardados que compram até vibrador dessa porra. É claro que, dando a cara pra bater, e se sujeitando a nível baixo, acaba vendendo mais. Mas a JK é digna demais pra descer de nível.

    Dinheiro é uma coisa, qualidade…há.

    Precisaremos reler o post do Duelo?Acho que não…

    24/08/2010 às 1:21 am

  18. Twilight Haters

    Li o comentário da Gi e pensei: se fizesse varinha-vibrador, a Rowling subia fácil de posição.

    Lerei o post amanhã pra comentar de forma não-imbecil. Beijos.

    Ana

    24/08/2010 às 1:46 am

  19. Achei a lista até compreensível, afinal, pelo mesmo motivo pelo qual Kick-Ass mal chegou a algumas cidades do país e as filas para Eclipse estavam lotadas, “modismo”.

    Mas olha lá, o King está até bem colocado, o que mostra que algo ainda se salva, e tem ótimos escritores listados também, como o John Gisham.

    Ainda preciso terminar de ler o quarto livro de “A Torre Negra”, #notime.

    [Mas apesar de ter muita qualidade, ainda não acho os livros da Rowling, muito interessantes, e não, ela não explica as mudanças, mas ela mexeu com criaturas menos conhecidas, só isso, o que não deixa as pessoas tão chateadas [“Basilisco?”]].

    24/08/2010 às 9:17 am

  20. Luísa

    É normal que o Stephen King não esteja em primeiro ou segundo lugar, visto que não se encontra praticamente nada dele nas livrarias.

    Agora sobre o lugar da Meyer: Camões morreu na miséria e é considerado, agora, um génio.
    Não digo mais nada.

    24/08/2010 às 12:12 pm

  21. Marininha Potter

    – HP acabou (buuhuuu) e o faturamento agora fica escasso.
    – Twilight não acabou ainda, a autora lançou mais livros E tem um bando de fãs retardados que compram até vibrador dessa porra. É claro que, dando a cara pra bater, e se sujeitando a nível baixo, acaba vendendo mais. Mas a JK é digna demais pra descer de nível. [2]

    Tipo, a JK não tá publicando livros e pá, sem falar que o ganho dela com o Parque deve ter sido em 2007/2008. So…

    Só mais uma coisa: Nicholas Sparks, seu maldito, pare de escrever livros que me fazem chorar e ficar angustiada DDD:

    24/08/2010 às 2:49 pm

  22. Gustavo

    Ai essa lista foi feita em 2009 até 2010,pegou o ano em que a saga twilight estava no pico da modinha,e JK entra na lista mesmo 2 anos após a publicação do ultimo livro kk,

    24/08/2010 às 3:05 pm

  23. Daniel

    To com preguiça de ler todos os comentários mesmo sendo apenas 22 =p (ainda).. Enfim, pelo o que pude ler, também achei uma lista um pouco ‘desqualificada’, afinal, sim! faltam alguns autores! mas isso não vem ao caso… ou vem? BTW, eu também espero ganhar MUIIITO dinheiro por causa de um lixo que eu vou escrever depois de ter sonhado com alguma fantasia minha.. sei lá.. De repente, assim: eu acordo de um sonho que se trate sobre coisas que eu NUNCA VI, GOSTEI, ou PROCUREI saber mais ao respeito.. torçam pra eu conseguir.. quem sabe não fico mais rico que a dona Meyer aí?

    24/08/2010 às 3:47 pm

  24. Sofia Z.

    Concordo com todos vocês aí… (Haters, é claro…) Falando da JK confesso que não li todos os livros, por isso não sei bem se ela explica ou não “as mudanças” ou os seres dela, ou sei lá o que vocês estão discutindo. But, IMO, acho que ela escreve muito bem sabe, porque os livros dela não ficam apenas girando em uma coisa em volta da outra… Tipo de ela falar, falar, falar, … tá -.- e não acontecer NADAA! … como lá no post do digimon, os personagens evolueem! SPOILER: eles até têm filhos.. Eu sinceramente não gostei do final… mas não que isso venha ao caso. Na minha opinião, sim! eles mudam, e aprendem coisas novas, e também têm que decidir e mudarem de idéia!! diferente de certas personagens; e se Meyer estava achando que a Belle Goose seria uma menina NORMAL, melhor dizendo, COMUM, está muitiiiiiiissimo enganada! NEM TODAS as garotas são ASSIM! Todas temos um jeito específico de ser… NUNCA somos sem graça! Acho que ELA ERA SEM GRAÇA … ¬¬’ e sendo assim ela colocou ela no papel ´principal… tudo bem, não sei nada da vida de meyer.. e procuro também não fazer, porque cada coisa que eu descubro a mais eu fico indignada… peloamor de deus!

    Tudo bem que a idéia de J.K criar um livro foi tão repentina quanto a de Meyer… Mas não TÃO estúpida, confesso. Vou postar um post (haha não diga) que achei num blog :-*, é sobre a J.K, e enquanto ela dizia alguma coisa sobre a “fama inesperada”, insatantaneamente me lembrei de S.M.. mas por que será? Bem, vejam aí vocês… Lembrem-se que essa postagem (a que eu vou postar :s) provavelmente deve ser ser bem antiga, antes do lixuscúlo existir.. Mas não importa, o que importa é .. ah sei lá.. leiam ai

    “Dentro do ginásio principal da Escola Santa Rosa Maria Carrillo, parece uma tempestade com trovões. Pés golpeiam as arquibancadas quando 2.400 crianças extasiadas gritam e aplaudem. Não, não é um concerto de Britney Spears. Eles estão recebendo J. K. Rowling, uma mãe solteira de voz suave vinda de Edimburgo, Escócia, e a criadora do heróico menino bruxo conhecido como Harry Potter, que tem o mundo da leitura aos seus pés.

    “Normalmente eu odeio ler, mas adoro os livros de Harry”, disse Gaby Tomko, 10 anos, de Mill Valley. “Sou fã desde o começo. Eu adoro todos os nomes das criaturas mágicas.”

    Trevor Wallace, 9 anos, veio de San Anselmo com seus amigos Billy, Will e Cameron para ver Rowling. Um amigo adulto permaneceu na fila durante três horas para guardar lugar para eles.

    “Os livros são todos tão emocionantes que não consigo me encher deles,” disse Trevor, vestido em uma capa bruxa roxa. “Eles não são como as coisas normais dos bruxos com chapéis e estrelas. Eles são legais!”

    Harry é um garoto magricela com grandes óculos que se descobre bruxo, é o herói fictí­cio de três livros infantis, Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta e Harry Potter e o Prisioneiro de Azakaban que vendeu mais de 8 milhões de cópias nos Estados Unidos e 2.2 milhões nos outros paí­ses de lí­ngua inglesa. Os livros foram traduzidos em 28 idiomas. E tem crianças e adultos por todo o mundo abandonando suas televisões e video games para redescobrir o prazer de ler.

    A mãe escocesa, responsável pela maior história do ramo editorial em uma década é J. K. (Joanne Kathleen) Rowling (pronuncia-se rolling), de 34 anos, que há cinco anos era uma mãe solteira desempregada vivendo de seguro desemprego. De manhã, numa entrevista nohotel Nob Hill, ela admitiu que esta se acostumando com o sucesso e a fama repentinos.

    “Eu realmente não tinha idéia, até ir nessa turnê, de como os livros se tornaram populares”, disse ela, tomando um gole de café. “Meu sonho era que algum dia alguém em uma loja veria meu nome no cartão de crédito e diria: ‘Meu Deus, você escreveu meu livro favorito’. Mas nunca esperei por isso, nunca imaginei que falariam sobre mim e tirariam fotos minhas. É divertido, eu adoro. Mas algumas vezes” Ela faz uma pausa.

    “Quando comecei a ganhar publicidade depois de terminar a Câmara Secreta entrei em pánico. Eu não conseguia escrever. A press]ao me assustou. Mas me recuperei”

    E como. Rowling criou um mundo espirituoso e incontrolavelmente divertido, que tanto adultos como crianças adoram. Os nomes dos personagens sozinhos são irresistí­veis: Severo Snape, Draco Malfoy e os dementadores de Azkaban; Trouxas (gente não-bruxa); e o jogo de Quadribol, uma espécie de hóquei aéreo jogado em vassouras.

    QUATRO VOLUMES AINDA VIRÃO

    O ultimo da série, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, faz o heróico menino bruxo e seus amigos, Rony Weasley e Hermione Granger (todos estudantes da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts) entrarem em confronto com Sirius Black, o braço direito do malvado Lord Voldemort. Eles vencem, é claro. Mas não definitivamente. Afinal de contas, ainda há quatro volumes para vir dos sete livros planejados para a série.

    No quarto livro, previsto para sair em Julho, Harry desenvolverá sua primeira paixão.

    “Leitores cautelosos do livro três já saberão quem é a garota”, disse Rowling, sorrindo misteriosamente.

    Harry também está pronto para as telonas mágicas em 2001. A Warner Bros. comprou os direitos dos dois primeiros livros por uma soma “substancial de sete di­gitos”, mas Rowling assegurou que o roteiro tinha sua aprovação antes de acertar o trato.

    “Estou mais envolvida do que achei que estaria”, disse ela. “Mas eu quis manter um certo controle. Estava com muito medo que eles pegassem meus personagens e depois, tendo-os, fariam algo que não estivesse consistente com os livros”.

    ESCREVEU O PRIMEIRO LIVRO AOS SEIS ANOS

    Rowling cresceu em Chepstow, Gwent. Leitora voraz (ela adorava James Bond, de Ian Fleming), escreveu seu primeiro livro de ‘ficção’ aos 6 anos de idade “Um conto sobre um coelho chamado Coelho” e “Uma abelha chamada Abelha”. Como universitária, ela estudou em Paris antes de ir trabalhar no escritório da Anistia International de Londres pesquisando sobre abusos dos direitos humanos em paises de lí­ngua francesa na África.

    Durante os anos seguintes ela ensinou Inglês em Portugal, se casou e se separou e teve sua filha.

    “A idéia de Harry Potter nasceu durante uma longa e monótona viagem de trem pela Inglaterra”, disse ela. “Simplesmente surgiu”. Ela escreveu o primeiro livro em um café em Edimburgo enquanto sua filha pequena cochilava perto dela. Ela ainda escreve em cafés.

    Harry Potter e a Pedra Filosofal foi publicado na Grã-Bretanha pela Bloomsbury Children’s Books em Junho de 1997. As cri­ticas e as vendas foram incrivelmente boas. A Scholastic Books publicou nos Estados Unidos algum tempo depois e as vendas aumentaram surpreendentemente. Lançado no ano seguinte, Harry Potter e a Câmara Secreta teve desempenho igual.

    Ainda assim, nem todo mundo está louco por Harry. Alguns pais na Carolina do Sul, Minnesota e Georgia querem os livros banidos das escolas porque supostamente pregam a falta de respeito, a morte, o ódio e o mal.

    O bafafa deixa Rowling aborrecida. “Para mim é questão de senso”, disse ela. “Eles tém o direito de decidir o que seus filhos lêem, claro que têm. Mas eles não têm o direito de decidir o que meu filho ou o filho de qualquer outra pessoa lê. E a medida que o conteúdo dos livros prossegue, a minha sensação é de que eles não são extremamente versados na literatura para crianças”.

    LIVROS DE ROWLING PARA ADULTOS

    Rowling escreveu dois romances para adultos, mas não tem nenhuma intenção de publicá-los. “É um lixo”, disse. Mas ela produzirá um livro de Harry Potter por ano até o personagem atingir os 17 anos. Para onde vai Harry depois disso? Rowling sabe, mas ainda não conta.

    Ela diz que já começou a ler seus livros para sua própria filha de 6 anos, que estava no andar de cima no quarto do hotel colocando esmalte branco pérola. “Ela estava me atormentando para ler, mas eu quis esperar até ela ter idade suficiente para entender tudo. Eu temia que ela ficasse entediada e me pedisse para ler O Ursinho Pooh de novo. Mas em vez disso ela gritou: Mais, mais, mais”.

    “Apesar da fama e aclamação, isso deve ter sido um alí­vio”, disse Rowling com um sorriso. “Eu era uma mãe feliz”.

    Bem, espero que meyer termine de escrever por aí, eu não quero mais saber de ouvir falar sobre suas “fantasias” estúpidas.. afinal quem quer saber? Ow Meyyer! veê se escreve algo de útil mulher!

    24/08/2010 às 4:19 pm

  25. Daniel

    “Ainda assim, nem todo mundo está louco por Harry.” Pois é, infelizmente apreceu o Edward e a Bella, para tentarem serem pais de órfãos Potterianos…

    Tá vendoo! Até a própria Rowling diz que o romance dela é UM LIXO! e ela publicou? eu acho que não! [s]Se a dona Meyer ai tivesse bom senso, ela guardaria suas fantasias apenas para ela…[/s]

    24/08/2010 às 4:40 pm

  26. Tamara

    O problema é esse: ela não tem bom senso.

    24/08/2010 às 5:47 pm

  27. Concordo plenamente, a Meyer precisava rever e pesquisar mais para o seu livro, durante uns anos antes de finalmente tentar publicá-lo [ou que recebesse um convite para uma publicação do seu seu erótico com um “vampiro”. Mas ela o fez, e o melhor [para ela] está ganhando milhões com isso, espero mesmo que ela faça bom uso deste dinheiro e pare de escrever [o que eu duvido muito], mas fora isso, achei a lista até interessante. Parabéns a Rowling e King, mesmo estando um pouco afastados ainda conseguem tanto dinheiro com literatura de qualidade.

    Obs.: Essa desculpa do trem da Rowling ainda não me convenceu. Assim como Twilight parece plágio de Th Vampire Diaries, Harry Potter parece plágio de Livros da Magia.

    24/08/2010 às 7:03 pm

  28. Twilight Haters

    Pronto, agora li o post…

    Vou dizer que, dos 10, eu devo conhecer uns 3 ou 4 nomes. hahahah
    Acho que não sou leitora de best-seller, mesmo.

    Ana

    24/08/2010 às 7:24 pm

  29. Giovanna

    LEMBRANDO que a Forbes colocou o Cars qualquer coisa Cullen em primeiro dos mais ricos.

    Marco, Livros da Magia seria o do Neil Gaiman?Pq se for, não se preocupe, o próprio já disse que não é plágio.

    25/08/2010 às 3:10 am

  30. Julyana

    Pronto, agora li o post…

    Vou dizer que, dos 10, eu devo conhecer uns 3 ou 4 nomes. hahahah
    Acho que não sou leitora de best-seller, mesmo. – 2

    25/08/2010 às 7:59 am

  31. Giovanna, ele mesmo declarou apenas que “Eles beberam da mesma fonte”, mas é óbvio que ele disse isso por ética e educação. Não sei se você leu ‘Livros da Magia’, mas se pegarmos qualquer ponto da história, descrição e apresentação dos personagens é sim plágio, só que ‘Livros da Magia’, assim como qualquer material do NG é pouco divulgado, a pedido do próprio autor, ele não quer fazer sucesso [apesar de fazer bastante], só quer escrever para pessoas que realmente gostem de ler e que vão em busca de bons trabalhos, mas o tópico aqui não é sobre as características plagiadas de Harry Potter [Que acreditem, em relação aos livros infato-juvenis do Niel são MUITAS] e sim, para tentarmos entender como a SM está na frente de bons escritores [coisa que todo mundo sabe que ela não é].

    Absurdo. o.o’

    25/08/2010 às 9:13 am

  32. Aibell

    Não é plágio, Marco. O próprio Niel reconheceu que as duas histórias foram concebidas sob os mesmos arquétipos, mas são diferentes (Inconsciente Coletivo, oi!).

    E o assunto aqui é Twilight, não?

    25/08/2010 às 12:45 pm

  33. Raul

    Também acho que HP não é Plágio dos livros da magia… mas enfim, twilight né?

    Stephanie Meyer só está em 2º lugar, por que o tempo da pesquisa é de junho de 2009 a Junho de 2010. Se essa pesquisa fosse da ultima década, acredito que Meyer nem estaria na lista (mas não garanto nada hehe).

    O interessante é, mesmo depois de 2 anos do lançamento do ultimo livro de Harry Potter, JK ainda está faturando. Após o lançamento de BD nos cinemas, duvido MUITO que SM continue vendendo tanto. “Ah, mas a saga dela já foi terminada, e ainda vende muito”… Mas acontece que, Twilight só fez sucesso em 2008 (aqui no Brasil), e muitas (fangirls) fãs só conheceram a história a partir dos filmes. Como a própria Lily disse lá no MTV debate, as pessoas que leem a saga, ainda estão aproveitando a história, visto que ela só chegou aonde está em 2 anos, com todos os livros ja escritos. Não teve a espera, a ansiedade dos fãs. Não, os quatro livros estão aí para quem quiser ler… espere sair o ultimo filme, e em um ano, SM não faturará muito xD

    25/08/2010 às 2:14 pm

  34. Gabriel

    Stephen King é do caralho. Sem mais comentários.

    25/08/2010 às 4:14 pm

  35. Concordo que o alto faturamento é sim muito atual, por ser algo que está na mídia constantemente [foi justamente o motivo pelo qual eu fui ver o filme, mas isso é uma história muito longa], além disso, um dos motivos que mais justificam o fato dos livros/direitos autorais ainda estarem vendendo muito é que são de fácil assimilação, pouca profundidade e simplesmente rasos, coisa que qualquer pessoa consegue ler e identificar-se muito rápido [mesmo que a maioria ], consomdas pessoas que eu conheça não tenha se identificado em nada com a históriae aquilo também rápido, acaba repassando aquela informação para outra possível consumidora de maneira rápida.

    Mas já sabemos como isso vai acabar.

    [É… claro, o assunto é outro. =]

    25/08/2010 às 6:41 pm

  36. Isso e mais um sinal q o mundo acaba mesmo em 2012.
    Stephenie Meyer supera Stephen King e J.K.
    Da para acreditar?

    25/08/2010 às 7:54 pm

  37. Guilherme

    Jk Rownling só ficou em ultimo pq essa lista nmão foi feita em dexembro, quero ver se o penultimo hp já tivesse sido lançando se ela num ficava em primeiro.

    25/08/2010 às 9:31 pm

  38. Paula

    Tô sentindo falta de comentários lovers :(

    26/08/2010 às 12:22 am

  39. Daniel

    meu deus! a Bruna não se manifestou aqui?

    26/08/2010 às 12:28 am

  40. Roberta

    Bom eu até dou um desconto para Harry Potter, acho um livro de fantasias bem eleborado pois não foge tãao no que os bruxos são de verdade; poderes magicos e tudo mais, mas agr uma louca colocar um vampiro como se fosse uma borboleta ou fada é pedir demais!

    Dracula e os outros vampiros originais devem está se contorcendo nas suas tumbas de descepção com o vampiro-gay nesse momento kkkk brinks ;D

    26/08/2010 às 1:13 am

  41. Renata. R

    **Eu vou deixar uma dica de post aqui, tá, gente?**

    *Staff do THS, vai rolar um debate sobre crenças vampirescas entre Melissa Rosenberg ( roterista dos filmes da saga Crepúsculo) e Stephen King.
    Que tal vcs postarem essa matéria?

    26/08/2010 às 9:12 am

  42. Discordo um pouco da Roberta, no quesito “bruxo não tão diferente”, mas também dou créditos a ela por sua escrita fascinante e bem elaborada, apesar de não tão criativa.

    Agora, a Stephenie, além de não ser original, não sabe escrever, ainda precisa de muita maturidade literária para fazer um livro que vá realmente fazer algum sucesso por sua qualidade, e não por simples modismo.

    26/08/2010 às 9:12 am

  43. Roberta,

    Eu vi essa notícia no Foforks [sim, eu visito quanto eu quero rir um pouco? algum preconceito? =P] e eu PRECISO assistir isso, pena que não sei se haverá alguma divulgação em vídeo, mas ainda sim, espero saber dos detalhes em algum noticiário da internet. =]

    26/08/2010 às 9:14 am

  44. Twilight Haters

    Olha, sobre HP, eu acho que os bruxos não são tão diferentes, mas o que ganha o meu respeito é que ela manteve o principal: bruxos ainda usam varinha e vassoura; fazem poções e bebem suco de abóbora. Querendo ou não, isso é típico dos bruxos, vai.

    Sobre a notícia do debate, Rê, já está avisado no twitter, MUITO obrigada pela informação. Mas só uma pergunta… você sabe os detalhes? Onde vai ocorrer, se alguém vai cobrir, quando vai ser? Aí dá pra fazer o post bonitinho.

    Lily

    26/08/2010 às 10:41 am

  45. Concordo Lily [Por sinal, adoro seus textos, parabéns], porém o que quero falar é que usam argumentos antológicos para injustificar o vampiro da Meyer [Não que eu goste, longe de mim], mas não fazem isso em Harry Potter, talvez por também estarem encantados com os livros [como eu no começo], mas criticar uma coisa por ser mal concebida, e não saber criticar outra por simplesmente não deixar-se ver também é complicado.

    Bem, fiz um trabalho sobre Bruxas da Idade Média para meu curso de Literatura, foi fascinante tentar “desmistificar” criaturas como ‘Baba Yaga’, e se olhar também as definições históricas sobre o que é um “bruxo”, o adolescente da Rowling também foge muito dos padrões [Na minha opinião a varinha, a poção a vassoura podem muito bem serem comparados a sede de sangue que a Meyer ainda deixou em seus vampiros, correro?]

    Mas eu sou fã de Livros da Magia [E há também muita fuga do ideal místico do ‘bruxo’] e sinceramente, darei uma segunda chance a Harry Potter [Só o primeiro livro a cinco anos e não gostei tanto, apesar de achar muito interessante].

    26/08/2010 às 10:52 am

  46. Mais um pedido, o MSN Groups de vocês é algo fechado, tipo clube do bolinha? Ou aceitam pessoas para possíveis discussões? ACho você inteligentíssimos, e seria bom conversarmos [e também gostaria da chance de escrever artigos, quem sabe?]

    26/08/2010 às 10:55 am

  47. Twilight Haters

    É, eu entendo o que você quer dizer. Tanto que eu nem gosto de entrar no mérito do “liberdade poética”, por assim dizer, porque realmente não precisa ser tão preso. Mas é como eu falei pra Bruna: mudar uma, duas coisas, ainda vai. Mudar TUDO? Fica meio estranho. E bem, eu vejo que JK mudou as coisas, mas pelo menos o que eu considero ESSENCIAL em um bruxo, ela ainda deixou. Agora, o que eu considero ESSENCIAL em um vampiro, a Meyer NÃO deixou. Tipo, eu sei lá, a única coisa que vejo que ela deixou foi que eles tomam sangue, e até isso ela meio que mexeu. E isso pra mim não caracteriza VAMPIRO, pode ser muitas coisas. Cadê os seres noturnos? Os caninos afiados? São essas as coisas que eu defendo.

    Mas sim, JK mudou muita coisa. Boa parte ela explicou no livro “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, alguns ela manteve, e teve mesmo alguns que ficaram sem explicação. Nenhuma obra é perfeita. E JK também não está tão perto assim (acho-a melhor que a Meyer, ÓBVIO, e ela tem muitas qualidades, mas ainda teria muitas coisas a melhorar – a começar pelo final que deu pra saga, falei mesmo).

    Sobre Livros da Magia, não posso comentar porque nunca li. Mas acho que “plágio”, nesse mundo da fantasia, é meio delicado de definir. Porque tem muitos elementos que são usados há MUITOS anos (muitos MESMO) que outros autores agora usam, e acabam deixando as histórias parecidas. Vou citar Percy Jackson, que foi o que eu li, e dizem que é o “plágio” de Harry Potter. Por quê? Porque o menino é moreno do olho verde, meio inconsequente, quer dar uma de herói, e segue a típica jornada do herói, aliás: estranho no mundo normal, acha um mundo paralelo onde se encaixa, lá recebe uma missão que só ele, no fim, pode completar. Todo mundo que leu HP se lembrou de Pedra Filosofal. Mas é como eu li em “O Mundo Mágico de Harry Potter” (livro, não o parque): Rowling pegou diversas coisas de vários lugares e outros livros, e a jornada do herói é só uma das coisas mais antigas que se tem notícia. Percy Jackson é plágio só porque usa a mesma fórmula? Não sei, eu não acho. É só um modelo que deu certo, então o autor usou. Plágio pra mim seria a história ser idêntica, mas sei lá, com nomes diferentes. (Se bem que tem coisa ali que eu sei que Rick Riordan pegou de HP mesmo, sendo ele um fã. Mas sei lá, depois do terceiro livro, eu já não achei mais tão parecido)

    Mas, novamente, não sei se é o caso de HP com Livros da Magia, porque ainda não li. Mas fica a opinião de que pode até não ser, se for ESSE o problema.

    E obrigada pelos elogios, Marco. Sobre o group… olha, eles são abertos. Mas confesso que a equipe já não os usa mais. Não é nem que é panela, mas é que a gente não usa mesmo. Geralmente, quando a gente quer falar do blog, ou fala por mail mesmo, ou junta todo mundo num chat e conversa. Mas isso não o impede de falar conosco, não! Manda e-mail pra gente (link no Fale Conosco), e se quiser, pode até me add no msn (lele_ba@hotmail.com). Sugestões e conversas são sempre muito bem vindas XD

    Lily

    26/08/2010 às 11:24 am

  48. Olha, logo que peguei Harry Potter, eu senti algo bem estranho: “Como assim “Bruxos” indo para escola?” [Sabe aquele sentimento que todo mundo sentiu quando leu o roteiro/viu o filme de Dragon Ball Evolution?], pois na minha cabeça os ‘bruxos’ era outra coisa, não alunos adolescente com suas varinhas [e eu sei que o livro, tem mais do que isso, mas foi a impressão que me deu], o que querendo ou não “o bruxo adolescente” é justamente o que o Niel explora no seu livro, as descobertas do novo mundo, onde a magia existe de modo escondido dos “Normais” [Trouxas?]. Concordo que a Jornada do Herói é um dos maiores clichês da história e que VÁRIOS autores utilizaram disso [e utilizam até hoje], mas eu vejo bem mais que isso [pelo menos comparando o primeiro livro de Harry Potter com Livros da Magia [foi o máximo que li da Rowling].

    Sobre os Vampiros da Meyer, o mais incrível é que isso é o que menos me incomoda? O que realmente mais me incomoda é que o livro é um lixo, mal escrito, mal desenvolvivo e até meio grotesco, EXTREMAMENTE repetitivo, mas de tudo isso vocês devem estar cansados de saber. Mas é sério, eu já li algumas fanfics de 50 páginas melhores que o primeiro livro [o único que li, não sou de continuar o que eu não gosto]. Mas achei meio preciptado a explicação de que os vampiros não podem ter ereção, consigo pensar em maneiras para isso acontecer, afinal ainda tem “sangue” no corpo deles.

    E obrigado pela resposta e pelo voto de confiança. Apesar de achar que divergimos muito, talvez mais pelo gosto pelas obras, mas isso também é apenas um detalhe. E enviarei sim, alguns possíveis e-mails, e dê os parabéns ao resto da equipe, principalmente a Ana, Giovanna e a Tamara.

    26/08/2010 às 12:27 pm

  49. Twilight Haters

    Duh, todo mundo sabe que Harry Potter é, na verdade, um plágio de Troll, um filme épico dos anos 80. Até o nome do protagonista é o mesmo:

    http://www.imdb.com/title/tt0092115/

    (Anísio)

    26/08/2010 às 1:02 pm

  50. Uau, caramba, Troll? o.o’

    26/08/2010 às 2:22 pm

  51. Vanessa

    Marco devias mesmo dar outra oportunidade à Rowling…

    eu adoro Harry Potter, mas o primeiro livro é o mais fraquinho da saga…as coisas começam a ficar realmente interessante no terceiro volume!

    26/08/2010 às 2:39 pm

  52. Gabiella

    Eu não acredito que a SM passou a JK!!!!!!!Realmente o apocalipse esta proximo!!!!

    26/08/2010 às 3:02 pm

  53. Narcisa Le Fay

    Teorixamente, Shaspeare é o autor mais bem pago – ainda mais agora que a Biblioteca inglesa está fazendo um levantameto sobre o herdeiro da fortuna dele.Pergunto-me como a Meyer vai reagir quando souber que terá que pagar uma “pequena quantia” pelo uso de citações e situações da obra dele^^.

    26/08/2010 às 5:40 pm

  54. Renata. R

    Com certeza deve rolar uma cobertura, sim, Lily.
    Agora é só ficar ligada nos sites internacionais.
    O Debate vai acontecer no New Yorker Festival do dia 1 à 3 de outubro.

    Ps: Eu tb entro no foforks, Marco Wellwn..rsrs
    E como vc eu tb dou varias gargalhadas das lovers insanas de lá.

    26/08/2010 às 6:50 pm

  55. OMG! Stephenie Meyer faturando mais que J.K e King ?! 2012 tá chegando #FATO

    Mas o que me consola é que a faturna da J.K. Rowling nunca será superada por Meyer, afinal ela é bilionária. E alias, o último livro de HP foi lançado à 3 anos… J.K tá faturando bastante até.

    26/08/2010 às 8:32 pm

  56. fortuna*

    26/08/2010 às 8:32 pm

  57. Lais

    Sustentando a tese de que quem ganha mais não é o melhor, e sim teve a sorte e a “felicidade” de cair no gosto peculiar de uma massa de adolescentes com poucos neuronios e facilmente manipulaveis Stephenie Meyer.
    PS: Pra que escrever bons livros, se pode fazer sucesso e ganhar dinheiro escrevendo diretamente para pessoas alienadas que ainda acreditam em contos de fadas, papai noel e fada do dente

    27/08/2010 às 10:40 am

  58. Twilight Haters

    Ah, Marco, obrigada pelos parabéns.

    Sei que a discussão já até meio acabou, mas eu pre-ci-so falar. hahahahah (porque não sei me controlar)

    Eu gosto de Harry Potter, mas só sou “fã hardcore” porque, sei lá, praticamente metade da minha vida passei lendo os livros e esperando os outros serem lançados, discutindo rumores e tudo, e fiz milhares de ótimos amigos no PotterVillage (apesar de só uma delas ser AMIGA mesmo até hoje)… enfim, aquela coisa de emoção e sentimento, porque sei que os livros têm tantos furos quanto possível pra não prejudicar o total e mesmo o formato da narrativa, o enredo e talz nem é nada genial (de fato, eu tenho vontade de bater nas pessoas que dizem que a Rowling é gênio). Parece que to desmerecendo tudo completamente, mas nem é. Só acho que, friamente falando, o negócio não tá muito acima de média nem nada. Mas nem era isso que eu queria falar, só quero dizer que o resto \/ nem é dor de fã.

    Acho que sou uma das pessoas da equipe que menos se importa com os vampiros da Meyer num contexto geral, até porque nunca me importei com vampiro nenhum. Digo, tirando aí Harry Potter, O Senhor dos Anéis e Nárnia, meu interesse por seres fictícios mitológicos clássicos (wtf) sempre foi quase nulo, desde a mitologia grega com seus deuses, semi-deuses, ninfas e titãs até, ahn, as literaturas vampirescas do século XX. Quer dizer, eu gosto dos nossos encantados, mas mais por serem parte da cultura brasileira do que por serem criaturas míticas em si (digo, eu gosto do Brasil. hahahahah). Então acho que eu sou a pessoa que menos justifica a qualidade deprimente de Twilight usando a descaracterização do vampiro… (apesar de rir disso muitas vezes, é)

    O negócio é que, como comentei num comentário (?) respondendo a Bruna, o que a Meyer fez com o vampiro dela acabou deixando a história meio desconexa (embora seja algo que EU só tenha percebido recentemente, porque sou lesa a não poder mais, aposto que o resto da equipe já sabia e não me disse! hahah)… digo, Bella quer ser vampira, Edward não quer transformá-la. Porque acha que eles são amaldiçoados e não têm alma. Ok, Carlisle diz que a parte de “não ter alma” pode ser só coisa da cabeça do Edward, mas essencialmente vampiros são amaldiçoados e isso até tem o pé na religião, porque Deus fez um ciclo da vida e se alguém vive pra sempre, não tá de acordo com a vontade de Deus e eu to me sentindo idiota explicando isso pq sei que, diferente de fangirls, você entende. De toda forma, Edward não quer transformar a Bella por isso, só que ser vampiro no contexto Meyer não tem nenhuma desvantagem real, então grandes coisas serem amaldiçoados só porque Deus quer que a sua criatura morra.

    Não teria problema se, no fim das contas, a história não girasse em torno das frescuras do Edward. Aquelas coisas: são quatro livros só pra ela virar vampira também e eles viverem juntos pra sempre e a gente nem entende o que tem de ruim em ser vampiro pro Edward não querer fazer isso logo de cara, já que eles não morrem quando vão pro sol (nem de quase jeito nenhum), não matam seres humanos se não quiserem e todas as coisas que a gente sabe. Sinceramente, eu até acho bem legal e acho que é o único argumento a favor de Twilight que tenho é esse negócio de “vampiro vegetariano”. Mesmo a história sendo fraca e tudo mais, é algo que acho interessante, ainda que desconstrua tudo o que se diz sobre vampiros, até porque traz a questão do controle dos instintos. Sério, eu acho realmente bacana hahahah

    Enfim, tudo isso pra dizer que se não fosse um negócio que interfere na narrativa, pra mim o vampiro podia ser como fosse que ia dar no mesmo. Como os bruxos da Rowling, que podem nem ter nada a ver com a ideia original do que é um bruxo, mas num geral, isso não atrapalha muito…

    (tá, mas se fosse com Saci, eu mordia =X)

    Ana

    27/08/2010 às 6:34 pm

  59. Millicent

    Marco Willen, existe um livro só para esse tipo de coisa, ele se chama “Animais fantásticos e onde habitam” (ainda não li, mas com certeza há explicações lá).

    28/08/2010 às 4:49 am

  60. Olá. Primeiramente, eu gostaria de declarar que eu sou sim uma fã de Twilight. Mas, como provavelmente notaram, não sou uma ameba ou qualquer outro tipo de protozoário, porque ao contrário de muitas outras fãs, eu sei escrever. Pois bem, eu não vou dizer que vocês são uns desocupados por fazer esse site e por odiar Twilight e Steph. Eu sei que é diversão e que vocês fazem isso no seu tempo livre, ponto. E eu também sei que venda, dinheiro e sucesso não fazem a qualidade do livro, o que torna esta lista inútil. Mas, como a Ana comentou acima, eu, como ela em relação ao Harry Potter, sei que Twilight tem 7894176517841 erros e que não é a saga perfeita. Estou aberta a discussões, eu gostaria de conversar sobre esse assunto e apresentar os meus argumentos, porque os de vocês eu já li e, admito, são ótimos. Obrigada pela atenção e por suportar esse meu textinho inútil e que, talvez, esteja sendo publicado no lugar errado.

    28/08/2010 às 11:46 am

  61. ah natalia calaa a boka vc so veio aki paga de putinha inteligentee vc nem eh fan de verdade se fosse naao tava akii insutando a saga e sim laa no twilightersteam defendendo e disendo a vdd sobre esses mal amados e desocupados q saao frustrados pq nao tem amorr no coracao e nao sabem lee coisas boas.vcs idiotas sao tudo fans de herry poter fustraados pq sabem q twi taa superando seuu bruxinho de merda e ficam ai amargurados pq sabem que twi eh melhor ai vcs tentam atacaar twi so pra descontaa a frustraçao kk’ bando de IDIOTAS pagando de cultos!!!1!!1!

    28/08/2010 às 11:51 am

  62. É isso aí, priscilinha !!OMZE!1!11! -n

    Meu Deus, ela me fez rir muito.

    28/08/2010 às 11:52 am

  63. priscilinha

    ah e atee essa lista provaa q a stefanie taa superando a jk..kk’

    28/08/2010 às 11:54 am

  64. Vanessa

    Pricilinha…

    tenho pena, muita pena de ti…e do português, que tu acabaste de assassinar…

    então fica aqui uma sugestão para ti: deixa de te preocupar connosco, e preocupa-te com a tua vidinha…

    28/08/2010 às 3:46 pm

  65. Twilight Haters

    Natália, eu acho que eu falo por todo mundo da equipe quando digo que você não só é muito bem vinda, como é um sopro de ar fresco. Meu sonho era conhecer mais fãs de Twilight como você.

    (Anísio)

    28/08/2010 às 3:50 pm

  66. achei SUPER DIGNO o Ken Follet estar na lista, porque Pilares é uma OBRA PRIMA.+1 – ah, eu terminei de ler e também li a continuação, Mundo Sem Fim. os livros são EXCELENTES, entrou rapidinho na minha lista de livros favoritos

    28/08/2010 às 4:36 pm

  67. Marco Willen

    Okay Ana, eu não vou replicar tudo que eu gostaria, pois essa discussão está longa demais [AMO DISCUSSÕES LONGAS =], e gostaria mesmo de parabenizá-los por tudo que estão fazendo, é sério, não é apenas um hobbie, estão desenvolvendo uma opinião própria, um modo próprio de escrita e crítica analítica muito rara. Falei pouco com a Lily pelo Messenger, mas estou bem curioso sobre algumas coisas [Minha namorada é muito fã de Harry Potter, e tem muitos argumentos bons, o que geram discussões infindáveis de “porque eu não gosto e ela não”, mas ela me convenceu a ler novamente, mas isso só aconteceu depois que li algumas coisas aqui].

    Os Bruxos de Harry Potter não são nem de longe “Bruxos” [e não é implicância não, é a minha opinião mesmo, desculpem], assim como os” Vampiros” da Meyer, nem de longe são Vampiros, como eu acredito que sejam, mas respeito ambas [A Rowling por seu tempo de pesquisa e dedicação ao escrever os livros, e a Meyer por conseguir alienar multidões e criar uma nova religião]. E esperava reações do tipo para uma resposta coerente sobre Harry Potter, vocês são inteligentes.

    Olha, eu não gosto de pessoas como a Natália, assim como não gosto de pessoas como a Priscilinha, mas eu respeito a Natália [Uma vez li em um comentário que alguém namora UM [sim, homem] fã de Twilight. WHAT?? Eu não conseguiria], por outro lado gosto de conversar com pessoas como a Natália para verem os argumentos que tanto anunciam sobre a saga.

    Natália, algumas perguntas:

    Twilight [livro] é um bom romance? Por quê?
    Twilight [livro] tem personagens bem desenvolvidos? Por quê?
    Twilight [filme] é bom? Nos contextos: Roteiro, Atuações, Direção, Edição, Trilha Sonora [Bah], entre outros?
    Twilight [filme] tem atores talentosos? Com atuações brilhantes? Por quê?
    Twilight pode ser considerado, hoje, atemporal? como é ‘A Torre Negra’, ‘Senhor dos Anéis’, ‘As Crônicas Vampirescas’, ‘As Crônicas de Nárnia’ e outros? Por quê?

    PS: [tenho que parar de setorizar meus comentários]

    Ana,
    Fiquei feliz só de receber uma resposta, mas queria falar sobre uma possibilidade, se ficar on-line, me dá um toque por aqui.

    30/08/2010 às 9:48 am

  68. Zigga

    Pena qe eu cheguei atrasada pra festa da briga! ): Adoro uma discussãozinha na net.

    Mas falando sobre a lista: e daí? Os caras tão aí ganhando dinheiro, se a Meyer for esperta que nem a JK e o Stephen King ela não vai perder esse montantão de grana que tá ganhando e é issae…

    30/08/2010 às 8:26 pm

  69. Daniel

    Twilight melhor que Harry Potter? eu acho que não!

    31/08/2010 às 11:28 am

  70. lissë

    Twilight faturando mais que Harry Potter? Nãããããããããããããããooooo!!
    Eu não vou aguentar!!!!!! Mundo cruel! Mundo cruel!

    *gasp* Desculpa pelo pequeno surto aí de cima, mas que é terrível é…

    Eu nunca ouvi falar de muitos autores da lista e confesso que nunca li Stephen King apesar de ser muito elogiado (É… Terrível? Mas se houver uma indicação de qual livro deveria começar, quem sabe compro futuramente, pois ainda tenho livros pendentes…)

    Ah, mas não vim falar só isso… Eu acompanhei a discussãozinha acima e gostaria de meter a colher e acrescentar a minha adorada opinião…

    Primeiro: Marco Willen, sei que você não gosta de HP (e com todo direito de rejeitá-lo!) e que eu sou uma fãzona, daquelas que passou a infância lendo todos os livro, comprou até os extras e alguns relacionando HP com ciência e filosofia. (e sim,eu, fanática, li tudo isso!) Enfim, o que você disse em um certo ponto me deixou curiosa: O que um personagem considerado bruxo precisaria ter para caracteriza-lo sem dúvidas como tal? Para mim, uma ficção que mostra bruxos precisaria caracteriza-los equivalente ao que o imaginário popular caracterizaria: Bruxos devem ter vassouras voadoras, fazer poções cujo efeito não pode ser explicado pela ciência e principalmente ser capaz de fazer magia (lógico!) podendo usar instrumentos como varinhas ou não. Se tiver um chapéu pontudo e uma capa guardados no armário, melhor ainda. Também não vejo problemas em escola de magia: não existem aprendizes de feiticeiro, não? E eles tão lá para saber controlar e aplicar o dom mágico que é de nascença, ou, seja, ninguém nasce sabendo como fazer magia e controlá-la para que esta não seja involuntária, são diamante brutos, resumidamente.

    E sobre os comentários de Priscilinha: que má educação! Se vier com argumentos melhores do que um monte de xingamentos, talvez possamos ter uma discussão saudável.

    Fui (por enquanto)

    31/08/2010 às 11:49 pm

  71. Sofia Z.

    é… também não entendi seu Ponto Marco… como um BRUXO deve ser pra você?

    01/09/2010 às 1:41 am

  72. Marco Willen

    lissë,

    Eu não falei nada daquilo por mal, longe de mim, e nem sou um expert em Bruxos ou coisas derivadas [assim também como não sou especialista em Vampiros], mas gostaria de esclarecer alguns pontos que acho de certa importância na discussão [que já deveria ter acabado].

    Bruxo: Criatura vil, má, que vive escondido por ser odiado pelas pessoas normais, fazem poções usando coisas absurdas tiradas de animais estranhos ou pessoas sacrificadas, são feios [vide, a conotação do Bruxo], mesquinhos e geralmente reservados, por serem incompreendidos.

    As histórias de bruxos, assim como as histórias de vampiros, tem em comum que estes são malignos, claro que a cultura popular acaba pregando características “benignas” nessas criaturas, principalmente para atingir crianças [Wendy, As Bruxas de Salém, Harry Potter], mas tudo isso tem modificado o significado do que seria bruxaria, ou do “bruxo”.

    Como eu disse anteriormente, a Rowling deixou pequenos detalhes para justificar seu ‘bruxo’, mas a Meyer também deixou pequenos detalhes para justificar seu ‘vampiro’. O que mais gerou essa discussão é que vocês implicam com o ‘Vampiro’ da Meyer, mas o ‘Bruxo’ da Rowling está longe das Bruxas da Idade Média, ou dos Bruxos adoradores de deuses pagãos da antiguidade. [Que ao contrário dos Vampiros da Meyer, existiram mesmo, faziam sacrifícios, e adoravam deuses adversos]. Não estou falando que o bruxo da ficção é assim, só que não conseguia aceitar o fato de bruxos irem para uma ‘escola’, já que por ‘escola’, entende uma linha de aprendizado que usarão para a vida adulta, baseado em educação e sociabilidade, e não sacrifícios e adorações.

    Talvez devessem consultar algumas Bruxas e Bruxos famosos de lendas antigas, já que as principais desculpas para injustificarem o Vampiro da Meyer é que ele é diferente dos Vampiros de lendas e culturas antigas.

    E sofia Z.
    Não é como um bruxo tem que ser para mim, é a maneira com vejo um bruxo desde do começo da cultura, por ter feito um trabalho justamente neste tema, e ter me apaixonado por algumas figuras antigas [principalmente Baba Yaga].

    Sim, existem Aprendizes de Feiticeiros, mas estes mesmos tem um uso bem diferente dos Bruxos, Um feiticeiro [de acordo com a cultura] treina UM aprendiz para que seu legado não morra com ele quando chegar a sua hora, acredite, de acordo com a cultura há diferenças entre:

    •Bruxo
    •Feiticeiro
    •Mago

    01/09/2010 às 9:32 am

  73. Natália Holtz

    Twilight [livro] é um bom romance? Por quê?
    Não, Twilight não é um bom romance. Porque é clichê, cheio de falhas e só tem um foco em toda a saga. Mas, eu gosto. Fazer o quê?
    Twilight [livro] tem personagens bem desenvolvidos? Por quê?
    Não. Bella é sem graça, Edward é perfeito e gente perfeita é um saco, Jacob é só o encosto, e os vampiros brilham.
    Twilight [filme] é bom? Nos contextos: Roteiro, Atuações, Direção, Edição, Trilha Sonora [Bah], entre outros?
    Roteiro: eu, pessoalmente, acho o roteiro maravilhoso. As atuações nem tanto, mas gosto de Kristen e de Taylor. Direção ainda não é boa. A edição é terrível e super falha, não quero nem comentar. A trilha sonora é MUITO modista, mas eu amei.
    Twilight [filme] tem atores talentosos? Com atuações brilhantes? Por quê?
    Não. Porque quem os escolheu não tem senso, ponto.
    Twilight pode ser considerado, hoje, atemporal? como é ‘A Torre Negra’, ‘Senhor dos Anéis’, ‘As Crônicas Vampirescas’, ‘As Crônicas de Nárnia’ e outros? Por quê?
    Não. Porque Twilight não se compara com nenhum desses livros, que são infinitamente melhores. Mas, apesar de todos os defeitos, continuo sendo uma lover. Fazer o quê?²

    01/09/2010 às 1:48 pm

  74. Natália Holtz

    E, por favor, pare de querer tentar impressionar. Eu não vim aqui para tentar causar ou me aparecer. Se você não gosta de gente como eu, por favor guarde para você e somente você. E tente se lembrar de algumas frases de Gandalf.

    01/09/2010 às 1:50 pm

  75. Marco Willen

    Olha, eu não estou querendo aparecer, eu nem se quer tenho tanta importância, só achei que era isso que você queria, conversar, e tentar debater os possíveis pontos fortes da saga, eu defendo algumas coisas do livro que todo mundo fala mal aqui, eu não gosto, mas sou coerente.

    Se você se sentiu ofendida, me perdoe, nunca mais lhe incomodarei.

    PS.: “Você não vale nada mais eu gosto de você.” me veio a mente depois que li o que escreveu [Prometo que é a última coisa que eu falarei].

    01/09/2010 às 3:14 pm

  76. Natália Holtz

    Sim, era esse o meu propósito. Mas você disse coisas desagradáveis, não em relação a saga, mas em relação a mim. Quero discutir sobre a série, não sobre a fã que sou ou deixo de ser.

    01/09/2010 às 5:30 pm

  77. Davi

    Ninguém aqui leu realmente o artigo não? Em ordem DECRESCENTE. Ou seja, é só inverter. J.K. Rowling em 1º lugar e Stephenie Meyer em 9º. :) É simples chegar à essa conclusão sem ler, porque os livros de J.K. Rowling venderam bem mais do que os de Stephenie e ela continua ganhando tanto quanto Stephenie, mesmo sem lançar. E J.K. Rowling é a escritora mais bem sucedida da história escocesa, e os escoceses têm livros melhores do que Crepúsculo. Sem falar que os filmes de Harry Potter estão em primeiro lugar na lista de séries mais vistas, enquanto Crepúsculo está lá atrás. Por favor, leiam antes de comentar.

    Marco Willen, não conheço você, mas você é meio nojentinho mesmo. Desculpe, mas eu não consigo não falar o que eu acho. Pelo que li de você, acho você um pedante e não gosta de nenhum livro de fantasia, e portanto não tem calibre para comentar nem mesmo Crepúsculo. J.K. Rowling criou os bruxos na vida moderna, sem mudar em nada a ‘saga’ que eles deixaram. Ela justifica os bruxos da Idade Média, convencendo bastante, ao contrário dos vampiros de Stephenie Meyer. J.K. Rowling não os ‘reinventou’, só colocou limites e criou um mundo para eles, o que é bastante aceitável. Stephenie Meyer criou os próprios vampiros, e mesmo eu respeitando quem gosta de Crepúsculo, tenho que dizer que ela não escreve bem e parece que ela está descrevendo seus sonhos de infância sobre Príncipes Encantados. J.K. Rowling, por outro lado, passou mais de 5 anos só ditando as leis da magia e tudo o mais, e quando escreveu, a leitura saiu fluida.

    J.K. Rowling não plagiou Livros de Magia, que por acaso são bem viajados. O próprio autor admite isso, que são histórias diferentes. E é completamente improvável que ela tenha plagiado Troll. Primeiro porque ela já estava planejando a história do livro antes mesmo do filme lançar, e depois, pouquíssima gente conhece o filme Troll. Mas e daí se tiver plagiado? As obras de J.K. Rowling são excepcionalmente melhores.

    E essa definição dos bruxos foi feita por você mesmo, porque ‘feiticeiros’ (‘witch’, a palavra que J.K. Rowling utilizou, no próprio inglês não significa a sua definição, e a tradução mais usada é bruxo, o que não significa que esteja certo) existem há séculos nas lendas, e poucos deles seguiram o seu conceito (e por acaso, os contos que colocam bruxos como criaturas feias são quase exclusivos dos irmãos Grimm, com algumas exceções [como o autor de Baba Yaga], que não viveram na Idade Média; na Idade Média, eles eram vistos mais como sedutores e seguidores do demônio do que criaturas feias e vis), sem falar que o bruxo que você se refere parece mais um adepto a religião Wicca, que é tão correta quanto o catolicismo. Nunca existiu um estereótipo para bruxos, enquanto para vampiros sempre houve uma opinião bem formada. Então, por favor, antes de falar de uma coisa que você não sabe, leia um pouco sobre um assunto. Se você é incapaz de gostar de clássicos da atualidade (Harry Potter é clássico, Crepúsculo é uma modinha idiota), viva para o que já está morto (as obras de J.R.R. Tolkien, por exemplo, que são boas também, mas velhas) e não dê a sua opinião sobre o assunto, se não quiser levar uma surra na rua (não que eu fosse dar uma surra, pois sou pacifista, mas existem milhares de fãzinhos enlouquecidos).

    Me desculpe, mais uma vez, mas eu não consigo suportar quando uma pessoa fala do que não sabe pedantemente. Meu deus, essas ideias de bruxos e hereges eu aprendi na quinta série! Sempre soube diferenciar as coisas (como um livro ruim de um bom), e agora tenho 14 anos e não fico arranjando barraco por coisas que eu não sei ou que acho. Você parece tão maduro, sinceramente, mas deveria parar de se preocupar com esses assuntos, especialmente quando não tem autoridade para falar deles. ;) Não estou dizendo que sei mais nem nada, pois não gosto de ser orgulhoso (e também seria infantil), mas sinceramente, eu nunca fui fã enlouquecido de quase nenhuma série (com exceção de Harry Potter, que sou viciado), mas sei capaz de identificar os motivos de tudo, e também sei identificar quando uma pessoa formula um argumento sem saber mais do assunto /fikdik

    (Meu texto pode parecer um pouco idiota ou incoerente, mas é porque eu estou no MSN ao mesmo tempo e fica difícil de escrever um texto com a concordância correta quando você está com a cabeça em outros lugares)

    01/09/2010 às 6:31 pm

  78. Davi

    E só para complementar… As pessoas não precisam que uma coisa seja boa para gostar dela. Por isso, respeito as pessoas que gostam de Crepúsculo (mesmo xingando para caramba os livros e os filmes) e me apaixono pelas que gostam de Harry Potter, mas eu simplesmente odeio quando recriminam a série e os fãs por motivos falhos. Crepúsculo é cheio de motivos comprovados, por isso, acho que quase todo mundo tem autoridade de falar. Não estou dizendo que Harry Potter é perfeito, mas não tem tantos motivos para se odiar. Sem falar que os seus argumentos foram do tipo ‘na minha opinião’, ‘eu acho’, etc. Se você acha, o problema é seu, não precisa ficar espalhando ou recriminando. Se você pelo menos encontrasse motivos que servissem, aí seria outra coisa. ;)

    01/09/2010 às 6:36 pm

  79. Twilight Haters

    Davi, eu ainda nem li todo o seu comentário, mas achei infeliz falar qualquer coisa porque o Marco parece não gostar de nenhum livro de fantasia. I mean, EU não gosto de praticamente nenhum livro de fantasia – pelo menos fantasia assim. O Senhor dos Anéis, Harry Potter e As Crônicas de Nárnia foram os únicos que li e gostei (e, vale dizer, a parte fantasiosa de Harry Potter, por mais estranho que isso soe, é o que menos acho legal nos livros). Já me passaram uns 8000 outros títulos – de Artemis Fowl a Percy Jackson -, mas, sinceramente, caguei pra tudo.

    Não gosto, não me interesso, não me importo e pronto. =P
    Mas não acho que isso me deixe menos apta a comentar Crepúsculo.

    Sei lá que piti foi esse hahahahah mas nem todos nós somos adoradores dessas coisas, pô.

    E, só pra constar, não reconheço Harry Potter como clássico da atualidade. Deixo esse posto pra gente tipo o Saramago, que morreu recentemente, e Lobo Antunes, que ainda tá vivo. Sim, são portugueses, etc, mas eu entendo por clássico algo além de um livro que só fez marcar geração. Digo, O Apanhador no Campo de Centeio foi um marco da geração de Salinger, mas eu não me lembro de tê-lo visto na escola junto com os clássicos. Num sei falar de britânicos ou norte-americanos que se encaixem nessa “definição”, mas Harry Potter não tá entre eles.

    Pronto, só isso.

    Ana

    01/09/2010 às 7:00 pm

  80. Davi

    Não se preocupe com isso… Eu adoro ser crítico ;) Portanto, não leve em conta o que eu falo, porque eu mesmo não li tantos livros de fantasia assim, e também concordo que as melhores partes de Harry Potter não são as fantasiosas (para mim são as demonstrações de lógica de Hermione ou as relações conflituosas entre os personagens).
    O que me fez responder foi que o carinha lá (me esqueci o nome) recriminava as coisas pelo que ele echa, sem mostrar motivos. Odeio isso, acho tão hipócrita, especialmente quando a pessoa se refere às coisas que não sabe, se fazendo de pedante, o que me faz dar piti. E quando eu dou piti, eu falo o que vier na cabeça, porque costumo ser violento com as palavras (e pessoas assim não falam coerentemente e sequer pensam quando vão escrever; por exemplo, aquele carinha que estava no MTV Debate e que ficou discutindo o tempo inteiro dizendo que Crepúsculo merecia a fama que tinha, e ao mesmo tempo sem argumentos que provavam que merecia).
    Só para terminar, quanto a sua definição de clássico, não concordo… Na minha escola, O Apanhador no Campo de Centeio está na biblioteca junto com os clássicos, e eu o li como paradidático na escola na sétima série (eu gostei -n). O Wikipédia em inglês (que ao contrário do que as pessoas dizem, é confiável) diz também que O Apanhador no Campo de Centeio é um clássico. O que classifico como clássico é um livro que tenha marcado época, vendido bastante, e sobretudo, tenha uma qualidade e um estilo que não são comparáveis. É isso o que faz O Senhor dos Anéis ser considerado um clássico. Harry Potter corresponde a tudo isso (embora eu esteja tão acostumado aos livros que tem vezes que eu os acho infantis), portanto, para muitas pessoas (não estou falando como fã, mas mesmo as pessoas da minha turma que odeiam Harry Potter admitem isso [felizmente a minha turma não tem nenhum Twilight Lover]), ele já pode ser considerado um clássico. Todas as críticas, até dos livros mais bobos, como Contos de Beedle, o Bardo, foram boas. O universo bruxo foi delineado com perfeição, com todos os limites e tudo o mais, o que fez os livros serem quase tão vendidos quanto a Bíblia. Há anos não temos livros como esses. E J.K. Rowling, aparentemente, continua humilde, o que transmite confiança (não sei o que isso tem a ver com clássicos, mas quis colocar). Harry Potter já tem um futuro de remakes cinematográficos, um futuro como o d’O Senhor dos Anéis. Você realmente acha que ele não deve ser considerado clássico? Sim, José Saramago (não li Ensaio sobre a Cegueira, mas vi o filme e gostei e tenho o livro, que segundo minha mãe, é ótimo) tem livros que podem ser considerados clássicos também, mas seriam mais ou menos clássicos regionais. Harry Potter, para mim, é um clássico global, mas que as pessoas tendem a não considerar porque até hoje é ‘modinha’. Ao contrário de Crepúsculo e Percy Jackson (eu gostei de Percy Jackson, apesar de achar ridiculamente infantil), Harry Potter já tem um posto garantido num dos maiores patamares da literatura (eita, nem enrolei nessa frase). No mínimo seria comparado com As Crônicas de Nárnia. Eu não gostei muito das Crônicas da Nárnia, achei elas MUITO infantis, mas é um clássico.
    Mas acho que eu mesmo fui hipócrita ao dizer que as pessoas estão menos aptas a falar de um assunto por não lerem livros de fantasia, porque eu mesmo não leio tantos (gosto mais de contos antigos, etc., histórias com qualidade, que são raras). O que eu provavelmente quis dizer (ou não, sou muito contraditório) é para não comentarem sem saber.
    Continuando, o que me fez gostar de Harry Potter foi que o livro é um romance (não no sentido Crepúsculo da vida, mas porque engloba várias situações e subtramas), além da perfeição dos limites da mágica. Gastei ANOS e ANOS estudando cada detalhe de Harry Potter, e eu achei a escrita do original comparável com a de Orgulho e Preconceito de Jane Austen. Por isso tenho tanta certeza de que ele é um clássico. Os livros mexem com um tema pouco abordado, que é a morte, etc. etc. Tô com preguiça de escrever, porque tô no MSN, no Twitter, em outros dois blogs e em um fórum ao mesmo tempo (que desculpa), mas é mais ou menos isso que eu quis dizer.
    Observe, não quis ofender ninguém de todo. ;)

    01/09/2010 às 7:43 pm

  81. Davi

    Só corrigindo, são os mais bem pagos autores DESSE ANO. Porque se for do mundo, foi J.K. Rowling, porque foi a primeira autora a ganhar mais de um bilhão só com livros.
    Então o ‘decrescente’ não tá certo.

    01/09/2010 às 8:38 pm

  82. Twilight Haters

    Eu entendi seu ponto, Davi =)

    Mas ainda não concordo com ele. Bacana que na sua escola vocês tenham lido O Apanhador. Realmente não entendo porque esse livro não é mencionado na maioria das escolas por aí, porque pra mim devia ser leitura obrigatória pra todo adolescente, já que imagino que seja extremamente comum lidar com o fim da infância como Holden Caulfield lida. Mas sou suspeita pra falar, já que Salinger é pra mim o que Antoine de Saint-Exupéry é pra muita gente, enfim.

    Só não concordo que Saramago seja um clássico regional. Se for pra dar meu palpite, o que a gente aqui vai estudar nas escolas como a literatura do que podemos entender como da nossa geração (embora eu tenha quase 10 anos a mais que vc e não esteja tão na mesma geração assim, hahahah) vai ser, de certo, o Saramago. Digo, sei lá no resto do mundo o que os representa hoje, porque não conheço muita coisa, é, além do eixo Brasil-Portugal-África, mas AQUI vai ser ae Saramago, Lobo Antunes, Mia Couto, talvez, e voto muito no Marcelino Freire como nome da literatura contemporânea – que não será contemporânea no futuro, evidente.

    Não nego que HP tenha marcado geração. Embora não ache que tá no nível de O Senhor dos Anéis (a Rowling não reciclou tão bem como o Tolkien tudo o que usou, infelizmente), talvez nem de Nárnia, certo que vai ser lembrado pra posteridade, sim. Só não vai compor nenhum grande movimento literário como todos os nomes que a gente estuda compõem, não sei se vc entende meu ponto. Pelo menos é o que EU acho, né? E discordo também quando você diz que clássico é o livro que “tenha vendido bastante”. Muitos dos grandes escritores (e pintores e tudo) hoje morreram na miséria porque ninguém dava um nada pras obras deles. O Cruz e Sousa, por exemplo, só porque era negro não tinha mérito nenhum enquanto vivo e hoje é o primeiro nome que a gente lembra quando pensa no simbolismo brasileiro.

    Só que to pensando aqui que talvez eu tenha entendido seu conceito de clássico do jeito errado hahahahah
    Porque to me atendo principalmente às obras que revolucionam alguma coisa em termos de forma X conteúdo, maneira de escrita, enfim, não vou saber dizer. Como o realismo veio pra destruir todos os estereótipos românticos, como o modernismo veio pra romper com a poesia metrificada, rimada, redondinha, etc. Por isso eu penso que Harry Potter não entra pra isso, pra essa MINHA definição que talvez nem seja a correta hahahahah porque, a grosso modo, o livro pode ter seu mérito por só não ser mais vendido que a Bíblia (?), ou porque fez toda uma geração se interessar por leitura, mas uma contribuição pra literatura, num geral, ele não trouxe, já que não rompeu com os padrões a que estamos acostumados – o que o Saramago fez, e é só pensar principalmente na forma de suas narrativas (todo mundo já ouviu alguém comentando alguma vez sobre o tamanho dos parágrafos do Evangelho Segundo Jesus Cristo, por exemplo, o que é totalmente atípico pra gente hoje, que tá até meio acostumado com “menos é mais”).

    Enfim, se você não quis dizer isso falando dos clássicos, desconsidere já o meu primeiro comentário ali atrás hahahah
    E é bacana ver que vc tem só 14 anos e é capaz de enxergar tudo isso. =)

    Ana

    01/09/2010 às 9:25 pm

  83. Igor

    No topo da lista está J.K. Rowling, que arrecadou impressionantes 300 milhões de dólares durante o ano.(2009) fonte: http://batuteiro.blogspot.com/2008/10/os-escritores-mais-bem-pagos-do-mundo.html

    TÁ!

    01/09/2010 às 10:21 pm

  84. Twilight Haters

    Sério que essa lista tá ao contrário? Porque o faturamento dos livros tá tão bonitinho numa constante crescente. Fiquei de boca aberta, aqui.

    E não, Davi, Harry Potter JAMAIS vai conseguir atingir o mesmo nível de qualidade e primor poético de Troll. Aquele filme é muito mais denso e visceral, e cheio de personagens ricos e complexos, que a série da J.K. jamais será. Desculpa, mas é a verdade. Qualquer pessoa que discorde disso, certeza, não tem a mínima noção do que é cinema ou literatura de verdade.

    (Anísio)

    01/09/2010 às 11:32 pm

  85. sáh

    Ah, fala sério que ela ganha mais que o Stephen King ¬¬ fala sério. Isso mostra como as pessoas realmente gastam com besteira.

    02/09/2010 às 1:02 am

  86. Marco Willen

    Acho que tenho o direito de me defender.

    Em primeiro lugar Davi, se vai falar que eu estou errado com relação a algo, justifique-se, não apenas me ataque e me chame de pedante, sem dar razões para isso, pelo menos estou tentando argumentar e não apenas vir aqui e ofender os outros.

    Eu também fui sincero com a Natália, sou sempre aberto e franco, e falei minha opinião sobre o que ela disse, já tinha falado isso com outras lovers, e elas debateram e discutiram de modo convencional, algumas me trataram bem e defenderam seus pontos de vista em relação ao que gostam, essas sim, merecem respeito.

    E eu pedi desculpas para a Natália, não sei se você leu, senti que ela não é tão aberta a críticas assim, e falei que não conversaria mais com ela, pois sou muito direto, e isso poderia incomodá-la, por isso, prefiro sair da conversa com um “Me perdoe”, do que ficar horas discutindo e possivelmente sair ofendido ou ofendendo alguém além da conta.

    Sobre Harry Potter, já falei aqui em um comentário que darei uma nova chance a Rowling, e nestes mesmos posts falei que acheis os livros um tanto chatos, mas os fãs de Harry Potter me trataram bem e disseram coisas do tipo: “Dê mais uma chance a ela, e vai gostar” ou “O primeiro livro é chato mesmo, mas acompanha que depois do terceiro a história fica melhor”, e não ficaram me atacando sem motivo aparente apenas para impressionar com conteúdo extenso. E sinto muito se ao falar aquilo da Natália, atingiu seu ego, ele deve ser muito grande para ter chegado até lá.

    E novamente, me perdoe também.

    Complementando algo que o Anísio disse, eu achei Troll um filme fantástico, mas Harry Potter não me encantou tanto, não sei qual dos dois é melhor, mas um me tocou mais que o outro [por sinal, eu estou tentando procurar para alugar, mas é BEM difícil].

    Anísio, Ana, Giovana e Lily, desculpe se causei algum problema, só quis ser franco e aberto.

    02/09/2010 às 10:11 am

  87. Marco Willen

    E Tâmara também, sorry. =]

    02/09/2010 às 11:31 am

  88. Twilight Haters

    Eu entendi que “ordem decrescente” é porque na página da revista (ou no site) vai aparecer do último pro primeiro, mas sei lá, né.

    E, Marco, relaxa que babado aqui tem com frequência. :)
    Só acho que, se for pra dar outra chance pra Harry Potter, desconsidere os dois últimos livros. HAHAH
    Sei que muita gente discorda, mas eu ainda não me conformei com eles.

    Ana

    02/09/2010 às 12:39 pm

  89. Vanessa

    só para esclarecer…eu nunca disse que o primeiro livro era chato…eu disse que o primeiro e o segundo não eram tão bons, na minha opinião…

    e Ana, realmente discordo…eu considero o último livro o melhor de todos…

    02/09/2010 às 12:54 pm

  90. Marco Willen

    Vejo que até mesmo entre fãs de Harry Potter há muitas divergências, talvez tenha mais naquela série do que o primeiro possa dizer.

    =]

    02/09/2010 às 4:38 pm

  91. Sofia Z.

    marco MERLIN era o que?

    02/09/2010 às 6:46 pm

  92. Tammie

    Tâmara não, meu nome não tem acento! D:

    02/09/2010 às 8:05 pm

  93. Twilight Haters

    “Complementando algo que o Anísio disse, eu achei Troll um filme fantástico, mas Harry Potter não me encantou tanto, não sei qual dos dois é melhor, mas um me tocou mais que o outro [por sinal, eu estou tentando procurar para alugar, mas é BEM difícil].”

    Ai… meu… Deus. Aqueles que fazem piada e depois acham que as pessoas estão falando sério, kkkkk. Você também está brincando, né? PELO AMOR DE SONNY BONO, diga que sim =P

    (Anísio)

    02/09/2010 às 9:19 pm

  94. Daniel

    Verdade Ana, também não consigo me conformar… Mas Marco, eu falo a mesma coisa que os caras falaram pra tu brother, dá mais uma chance.. até que é legalzinho vai xD.. Na verdade eu me decepcionei bastante com o último. Pq tipo, ela nem explicou direito se ele virou um GRANDE bruxo, ou algo assim.. só tacou um final feliz sem graça… na minha opnião.. auhaua nem vou comentar.. haha

    Sofia, Merlin era mago. Não era? :s não sei! ahuahuah

    03/09/2010 às 12:25 am

  95. Vanessa

    Não consigo perceber o que tem de mal o final…*a não ser a parte do limbo com o Dumbledore*…

    03/09/2010 às 8:04 am

  96. Marco Willen

    Eu darei, até já pedi emprestado da minha namorada, ela é hiper fã e diz que também não gostou do final, acho que o que me deixou um pouco chateado é que tinha lido “O Hobbit” um pouco antes, e tinha me acostumado as descrições infinitas do Tolkkien e também aquele clima para criança que ainda quer ser criança, e não o clima de criança desesperada e desnorteada que Harry Potter passa, mas como disse, gosto da maneira com que a Rowling escreve, e isso só mostra que ela tem muito valor, e não se preocupem, me dêem dois meses e também estarei indignado com o final, podem deixar. =]

    E Anísio, acredita se eu dissesse que, PARA MIM, o melhor filme do Peter Jackson é FOME ANIMAL? Ou que o melhor do Sam Raimi é UMA NOITE ALUCINANTE 2? Gosto de filme assim, e estou falando sério: Troll é o melhor pior filme do mundo [plagiando de algum lugar].

    03/09/2010 às 9:13 am

  97. Marco Willen

    Mago = Wizard, Mage
    Feiticeiro = Sorcerer
    Bruxo = Witch

    Para o espertinho que acha que o inglês dele tá podendo.

    E Merlin é Mago [já que na maioria dos livros, os chamavam de Merlin, The WIZARD].

    Eu estou tentando explicar melhor no que os três se diferem, quando conseguir escrever um texto descente, eu coloco em algum lugar aqui.

    03/09/2010 às 9:21 am

  98. Twilight Haters

    Acredito, Marco. Mas discoedo que Troll tá na mesma categoria desses aí o.O

    (Anísio)

    03/09/2010 às 10:43 am

  99. Tamara, sem acento.

    Mago = Wizard, Mage
    Feiticeiro = Sorcerer
    Bruxo = Witch

    Para o espertinho que acha que o inglês dele tá podendo.

    —–

    AHNM? Marco, você tentou corrigir e ainda errou :P
    Witch não é bruxo, é bruxA. Se quer falar sobre masculino, diga Warlock. Sorcerer e Wizard é a mesma coisa, os dois são sinônimos, a única diferença é que Sorcerer é mais utilizado para feminino de feiticeira ou bruxa, mas ambos se referem tanto à feiticeiro quanto bruxo – tanto que, no dicionário inglês-inglês não tem diferenciação entre eles, e são usados como exemplos para sinônimos.

    Enfim.

    03/09/2010 às 2:37 pm

  100. Bia

    REGRAS PARA UM ROMANCE PERFEITO:
    a. Você tem dezessete anos e é uma garota.
    b. Conheceu um cara estranho que é “perfeito”.
    c. Você o conhece há uma semana, mas já se apaixona perdidamente por ele.
    d. Amigos, família? Isso não é importante. Você mesma não importa. Tudo que importa é ele, e se ele morrer você também morre. Afinal, você não é nada, você depende dele para viver. Dane-se esse negócio de independência e que a pessoa deve bastar por si mesma, ele é sua vida agora.
    e. Ele manda em você. Se você quer fazer coisas que ele não aprova, ele não permite. Oras, que direito você tem de decidir sua própria vida? Ele tem todo o direito de usar sua força descomunal para lhe impedir.
    f. Assim como George Wickham , de Orgulho e Preconceito (não comparando sua história a Orgulho e Preconceito), seu amado se contradiz dizendo coisas belas, mas fazendo o oposto. Diz que te ama tanto que faria qualquer coisa por você e que sempre porá o seu bem acima de tudo, e que é perigoso ficar perto dele, mas mesmo sendo prejudicial para a sua pessoa, fica perto de você porque “você é sua heroína”. E você adora, porque você o acha a pessoa mais altruísta do mundo quando ele diz que “mesmo sendo perigoso para você, ele não agüentaria viver sem o amor da sua vida”. Hipocrisia? Oh, claro que não.
    g. Morrer não é legal, viver para sempre sim – que papo é esse de aceitar sua mortalidade e ter maturidade suficiente para se sacrificar pelos outros? Isso é brega!
    h. Você e ele são as pessoas mais altruístas do mundo, mesmo que o suas vidas se resumam a ficar fingindo que os dois têm dezessete anos e estudam no ensino médio, e fazer sexo a noite toda. E criar a filha que vocês tiveram aos dezenove anos, e que o próprio pai sugeriu a idéia de abortar a criança, já que, como ele é a pessoa mais altruísta do mundo, dane-se a vida que se perderá e toda essa besteira de que ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém (o bebê, mesmo ainda não nascido, é uma criatura), tudo o que importa é ele ter a pessoa em quem é viciado ao seu lado. E vocês são um exemplo, mesmo que nunca tenham feito nada louvável além de ficar choramingando e se lamentando, pensando que são as piores pessoas do mundo. Não lutaram para salvar ninguém, não mostraram bondade ou qualquer característica marcante a não ser um amor obsessivo, não se importaram com seus familiares e amigos, pessoas que te amam e que se importam com você, na hora de abandoná-los ou tentar se matar. Vocês são muito altruístas, repito, e é por isso que, ao serem feridos e não terem peito para encarar a dor, tentaram se matar sem se importar em magoar aqueles que o rodeiam exatamente da mesma forma que vocês foram magoados. E NÃO TENHAM CORAGEM! Vivam falando no medo que têm de perder um ao outro.
    i. Se acontecer algo que o machuque, você não precisa encarar. Fuja da vida, acovarde-se e se mate. Coragem para quê?
    j. Que negócio é esse de amar alguém humano? Não, eles têm defeitos, não são perfeitos (nota: perfeito é igual ao que uma autora imagina. Todo mundo pensa igual e gosta das mesmas coisas, afinal), . Aliás, nerds com cara de jogadores de xadrez são horríveis! Fujam deles! O legal são os esportistas que recitam frases melosas e que têm barriga de tanquinho!Nada a ver essa história de inclusão social.
    k. É bonito ser branquíssimo. Se você não tem cara de coalhada , você é feio.
    l. [acrescentar mais coisas]
    Este não é o romance perfeito? É um clássico literário SIM, como o de Shakespeare. Ensina como há pessoas idiotas nesse mundo e que se deixam levar por uma emoção exagerada e até mesmo fugaz, que não é verdadeira. É um lembrete mal interpretado de como as coisas foram – e continuam sendo – banalizadas. Sentimentos, inclusive.
    Mas se foi intencional ou não demonstrar essa realidade, eu não sei^^

    03/09/2010 às 6:15 pm

  101. Amanda

    Os problemas de Harry Potter são quatro.
    Gina, epílogo, epílogo, epílogo.

    O último livro é bom. Mas o epílogo é uma fanfic.

    03/09/2010 às 7:24 pm

  102. Vanessa

    não concordo nada…quer dizer, que outro final poderia ter?

    e acho o livro todo brilhante, excepto a parte do limbo, como já referi anteriormente…

    03/09/2010 às 8:13 pm

  103. Vanessa

    e bem, eu gosto da Ginny…

    03/09/2010 às 8:15 pm

  104. Davi

    Um conceito básico das línguas é que a maior parte dos termos, em especial os antigos, podem ter vários significados e traduções.

    Para o espertinho que acha que o inglês tá podendo²
    (66)

    Só para acrescentar, sem querer ser orgulhoso, mas eu estou no nível máximo de Proeficiência em Inglês do Cambridge, e eu nem tive que pagar um curso (o que é uma sorte, pois os cursos que ensinam inglês desse nível são raros e custam uma fortuna)… E eu só tenho 14 anos! RÁ! Se você (espertinho falante de inglês) acha isso pouco, vá procurar no Google. /fail tu
    xoxo

    Mas confundir heresia com cultos Wicca é extremamente imperdoável. hmm*

    Só corrigindo Tamara ali em cima, sem querer ser chato, mas ‘sorcerer’ é mais usado para masculino (mas que eu saiba, também pode ser usado para feminino, com algumas restrições). O feminino é ‘sorceress’.

    Mas antes que falem que eu só corrijo os erros dos outros, vou corrigir o meu também. ‘Clássico’, segundo o Wikipédia, além de se referir ao classicismo, se refere a uma obra que fundou um movimento artístico. Então Harry Potter não tem como ser clássico, exceto se fundar um movimento artístico (mas quem garante que já não tem? hmm*).

    E concordo, os maiores erros de Harry Potter são Gina e o epílogo. Gina é muito insossa (e no filme, ela é mais sem sal ainda), até com Cho Chang era melhor. E o epílogo parece uma fanfic mesmo… J.K. escreveu na época em que estava escrevendo o primeiro livro, e o epílogo foi no mesmo estilo. õ_o’ E ficou tosco.

    03/09/2010 às 8:22 pm

  105. Davi

    Finalmente encontrei um blog onde as pessoas lêem alguma coisa… Também li um livro de Mia Couto para a escola (que por acaso era curtíssimo), e li Orgulho e Preconceito por vontade própria. Pelo menos não vou mais boiar quando comentar isso em outros sites. ;)

    03/09/2010 às 8:25 pm

  106. Vanessa

    A Ginny não é insossa…ela é bastante corajosa e defende as suas convicções, sempre…além de ser uma pessoa muito forte!

    tudo bem que o epílogo não é a parte mais brilhante do livro…mas o que esperavam? por isso eu gosto do fim…foi bonitinho!

    03/09/2010 às 8:35 pm

  107. Zigga

    A Gina não é um personagem ruim, ela só foi meio que jogada no final do 2º tempo e acabou levando a culpa de tudo que tem de xexelento ou sem sal na reta final da série.

    E Marco, você é o Marco Willen que costumava comentar no chat do finado NowLoading? Se sim, CARAI, QUE COINCIDÊNCIA! A gente já bateu uns papos por lá! Mundo pequeno esse, viu…

    03/09/2010 às 8:36 pm

  108. Zigga

    E eu gosto do epílogo justamente por ele parecer uma fanfic. Carai, de toda a merda que aconteceu na vida desse povo, eles merecem um final de novela tranquilão e feliz e sem muitas preocupações, pô! Até Deus descansou, porque o Harry não pode?

    03/09/2010 às 8:39 pm

  109. Vanessa

    Finalmente alguém que concorda comigo!

    Obrigada Zigga :)

    03/09/2010 às 8:40 pm

  110. Amanda

    A Gina não é uma personagem ruim, quer dizer, nem sempre foi. Mas ela passou por uma transformação absurda lá pelo meio da série e se tornou algo meio superficial, um estereótipo. Poderosa, corajosa, linda e desejada, blá blá blá .-. e o romance com o Harry não me convenceu, mas reconheço que essa última reclamação é uma coisa mais… pessoal. Nos filmes a situação é pior.

    O epílogo é um enxerto. A escrita da J.K foi polida pela prática no decorrer dos anos, e o final parece um retrocesso. Ela escreveu o epílogo antes de escrever Relíquias da Morte, muito antes, e o encaixou lá sem ajustes… Ele parece totalmente fora de lugar.

    Não há nada de errado com o final feliz, que já era uma coisa esperada, mas mesmo a última página do último capítulo, com alguns adendos, teria dado um final melhor. Minha opinião, claro.

    03/09/2010 às 9:39 pm

  111. Davi

    Não acho que esteja ruim, porque eu gosto de tudo de Harry Potter… Mas dá um contraste enorme, vários capítulos enormes com muita ação para depois ter um epílogo pequeno e calmo.

    03/09/2010 às 9:47 pm

  112. Vanessa

    Eu gosto da Ginny mesmo por essas características todas…ela evoluiu e cresceu durante os livros todos…só não gosto da fase em que ela trocava de namorado repetidamente…
    então, eu acho que não tem nada de mal em ser tudo o que ela é…é mesmo bom, porque ela é independente!

    E o epílogo é muito felizes para sempre…mas dá-mos uma visão daquilo em que eles depois de passar uma data de anos! também acho que poderia ter alguns retoques, mas de um modo geral era o que eu esperava…por isso eu gosto…

    03/09/2010 às 9:49 pm

  113. Cynthia

    Uma Noite Alucinante 2? Adoooro esses filmes de terror trash. Mas como Twilight não consegue SEQUER ser algo interessante(se bem que o efeito purpurina e a maquiagem do filme são trashs pra caramba) viraram receita para as noites de insônia de uma amiga minha. Quando ela não consegue dormir, coloca um pra assistir que dorme logo logo…

    03/09/2010 às 10:26 pm

  114. Tamara, sem acento

    Davi, é verdade, eu tinha me confundido HSUAHEUHUSAHE Obrigada por reiterar o negócio ali xD

    03/09/2010 às 10:48 pm

  115. Tamara, sem acento

    Sobre uma defesa a coitada da Ginny, a personagem evoluiu mas manteve algumas características do início da série: ela sempre foi uma menina “viva”: falante, animada, agitada – isso foi o que dá para tirar do comentário do Rony logo que ela é “formalmente apresentada” no Câmara Secreta (Porque ela aparece no Pedra Filosofal, neam).

    Por mais que todos os livros estejam em terceira pessoa, toda a história se passa pelo ponto de vista do Harry. Não tem impressões da Hermione, do Rony, do Hagrid ou do Hipogrifo – são interpretações das ações e expressões deles que faz o Harry supor ou ter noção do estado de espírito deles. Então essa frase do Rony sobre a irmã foi bem pequena, desinteressante para o Harry, e acabou aí – ele a via sempre envergonhada e com um “xodó” por ele, e ficou assim até… até sei lá quando.

    A Ginny evoluiu no sentido de conseguir se expressar com naturalidade perto do Harry. A cena que eu mais gosto entre os dois em todos os livros é a patada que ela dá no Harry em “Ordem da Fênix” quando ele fica todo emo achando estar possuído – isso porque eu já fui daquelas H/G roxa, rs.

    Agora assim, admito que se a Rowling quisesse desenvolver algo melhor, ou ter dado uma profundidade maior, ela teria que pelo menos ter feito o Harry notar a Ginny um pouco mais abertamente a partir do quarto ou quinto livro. Lógico, Ginny aparece milhares de vezes mais no quinto do que em todos os outros anteriores juntos, mas algumas passagens ficaram tão sutis que nem pareceram desenvolvimento.

    Agora o triste na personagem foi a Rowling ter transformado a garota em bonita e desejada, isso eu também achei meio fim da picada, meio idealismo… Jogar quadribol bem eu até entendo. Mas nenhum Weasley tirando o Carlinhos (ou o Gui, nem lembro) foi apresentado como bonitão na família.

    E eu desconsidero o epílogo, simples assim. Meu livro acaba sem “Dezenove anos depois” prontofalei.

    03/09/2010 às 10:58 pm

  116. Vanessa

    suponho que o Cralinhos é o Charlie e o Gui o Bill…

    ambos foram apresentados como bonitos e interessantes…principalmente o Bill!

    eu nunca vi problema no facto dela ser bonita, porque eu vejo as coisas deste modo: podes ser simplesmente linda, mas se fores desinteressante, fútil e te comportares como uma idiota, as pessoas deixam de te achar tão bonita assim…

    No caso da Ginny, o que eu acho que lhe dá mais beleza é mesmo o jeito dela…esse mesmo jeito animado e vivo que usas-te para a descreveres…

    na minha opinião, o livro sem o epílogo ficaria meio sem aberto…

    03/09/2010 às 11:07 pm

  117. Twilight Haters

    É o Gui que era bonito =P

    AHUAHUAH Eu gosto do epílogo, confesso.
    Mas pra mim a série acaba junto com Ordem da Fênix, fim. Sério. Acho que o retrocesso da escrita aparece não no epílogo, que dizem por aí que foi escrito lá no começo, mas a partir do sexto livro. Sei lá. Eu sou uma imbecil pra essas coisas e nunca escondi nem disse o contrário, mas pra mim os dois últimos foram total encheção de linguiça, só porque o público esperava sete livros, é. Não me convenceram de jeito nenhum e eu ainda fico com raiva quando penso que esperei uns 9 anos da minha vida pra tudo acabar com Harry brincando de acampamento e uma fucking sorte que [SPOILER AQUI, pare de ler se vc não quer saber hahahah] fez ele vencer o bruxo mais malvado e overpower ever. Puá.

    Ana

    04/09/2010 às 1:00 am

  118. Amanda

    Não foi bem sorte, pra mim. O que frustrou foi que no fim das contas o Harry só venceu porque [SPOILER] tudo foi de acordo com o que o Dumbledore planejou. O Harry foi um boneco. Também foi desanimador ele ter vencido o Voldie com um Expelliarmus .-. Qualquer feitiço dava conta do recado naquele momento, mas não custava ser um pouquinho mais sofisticado. [/SPOILER]

    A série pra mim muda completamente a partir do quinto livro. Quando o Voldemort entra, o foco muda, as coisas ficam meio cinzas, não sei explicar. Não curti a mudança de imediato, mas me acostumei. :P

    Bem, Harry Potter continua sendo minha série favorita, ainda que existam outras de qualidade literária maior ( Maior, mas nem tanto. Acho que o povo subestima HP. Não é como se existissem dezenas de séries de fantasia melhores; Tolkiens não brotam em árvores ).

    04/09/2010 às 3:29 pm

  119. Reliquias da Morte é fascinate… e o epílogo achei digno.

    04/09/2010 às 6:13 pm

  120. ingra

    tbm mislene

    11/09/2010 às 10:42 am

  121. Maarcoos Matiucci

    J.K pode ta em décimo nas pesquisas mas pra mim ela vai ser sempre a primeira

    03/10/2010 às 10:11 am

  122. Maarcoos Matiucci

    É o seguinte essa porra dessa lista é feita por ordem de vendas e a lista foi feita no momento de fama da porra da S.M
    Rowling não fez mas sucesso pq os filme não mostra nem a metade do livro, mudificou muito e ela vai subir novamente quando todos ver o ultimo filme.
    Pode fala oque quiser Rowling continua a melhor pra mim eu tava lendo os livros dela até sonhava com a leitura…
    jáah crepusculo não servia de inspiração nem pra caga, ainda bem que o felipe neto sabe a situação do mundo literario e fala muito bem sobre essa bosta no youtube
    Haaa se Tolkien tivesse vivo saberia muito bem salvar a porra do século xxi
    Por que ao invés de colocar escritores que são bem pago não colocam os que fizeram história como C.S.Lewis J.K.Rowling J.R.R Tolkien e por ae vai
    Completamente indignado com essa lista S.M fudeu a história de vampiros e Lobisomens.
    Embora o final de H.P todos sabiam que Harry ia Matar Voldemort
    ela me surprendeu muito com a morte de Lupin, Tonks, Fred e principalmente Dumbledore
    Oque ainda me anima é poder entrar no site oclumencia.com.br e saber que lá sim valorizam obras que ainda valem a pena ler
    e que ainda H.P está na mente de Rowling e que ela pretende da continuidade cm um 8° ou 9° livro gostaria muito caso chegasse a acontecer agora vou indo ter minha simcope apos ver uma lista fajuda como essa e me recupera dela vendo a intrevista de Rowling com a Oprah Winfrey

    03/10/2010 às 10:39 am

  123. Maarcoos Matiucci

    william shakespeare dai-me uma solução para estas literaturas abomináveis

    03/10/2010 às 11:05 am

  124. karoline ernest

    Eu concordo com o Marcos Matiucci, as pessoas valorizam
    as obras pelo sucesso, a fama ¬¬’ me poupe que Stephenie Meyer,
    é melhor que J.K.Rowling, que pira hem? gosto da Stephenie, acho legal as obras dela, mas não é algo de tão supreedente não, pra ser melhor que J.K.Rowling. é uma pena não saberem avaliar.

    03/10/2010 às 12:42 pm

  125. Maarcoos Matiucci

    Recado para marco willen — vey vc se asha monoloo vai caça o caminhão que você caiu e para de fala que H.P é plagiado
    tomo quantos goróo pra escreve isso heim???
    não sei que sua namorada te suportah u.u
    P.S: minha opnião suas falas são totalmente sem nexo –‘
    desculpe pelo transtorno aguardo resposta

    03/10/2010 às 3:40 pm

  126. Cristiano

    pior o cara tomo nescau com pinga nen liga ta doidão

    03/10/2010 às 5:03 pm

  127. Tuany Chiliti

    Stepheny Meyer(whatever) supera a DIVA J.K.Rowling, a autora mais BRILHANTE de todos os livros que eu já li e de longe a melhor série de todos os tempos. Mas tudo bem, J.K. não precisa disso, ela já deixou sua marca na história, Meyer logo será esquecida junto a sua lástimavel série de um vampiro pedófilo e uma altista depressiva.

    03/10/2010 às 10:06 pm

  128. Maarcoos Matiucci

    Lamento muito você perde tempo lendo apenas livros que não presta
    faze oque néah pra mim Stepheny Meyer perdeu tempo escrevendo uma romance tão inutil cm esse e outras pessoas perder tempo lendo, faze oque se fui uma dessas pessoas néah
    Pois beem pra mim não passa de um romance bobo onde o fóco é uma menina sem nada em “especial” a me poupe a história gira em torno de uma perssonagem só e na minha opnião esse livro foi feito pra meninas insseguras como a perssonagem principal e tem mais um vampiro pedófilo e viado pq a bela emplora por sexo e ele nada, além de se corno néah…
    Ela devia ta em depre só de escreve um livro desses –‘

    03/10/2010 às 10:47 pm

  129. Danielle Steel tem essa cara de travesti?? o_O Sofri.

    Bom, Stephenie Meyer tá na frente de Stephen King e J.K. blá, blá, blá… E daí? O que vende muito, nem sempre tem mais qualidade. J.K. já ganhou tanto dinheiro com Harry Potter que deve estar lá linda e loura pagando peitinho em Ibiza todo mês.

    E Stephen King, sinceramente não precisa estar numa lista de quem vende mais pra provar que é bom. O cara É bom e ponto.

    20/10/2010 às 1:04 pm

  130. Maarcoos Matiucci

    Nunca li nenhum livro dele
    mas manda a real pra vc’s
    essa lista ta é bem disatualizada
    faz a pesquisa de novo
    e ponhão a apuração neste site de novo
    e vc vai ve quem são os mais bem pagos

    21/10/2010 às 11:03 pm

  131. jess

    não gostei muito, a J.K. não deveria estar em 10mo, mas gostei da colocação da Meyer,

    24/11/2010 às 3:49 pm

  132. Maarcoos Matiucci

    Pra quem aprecia as péssimas literaturas é óbvio que iam gostar de S.M em 2º lugar

    08/12/2010 às 1:52 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s