2 Anos trazendo a lógica!!

AMOR OBSESSIVO = TWILIGHT?

"Você é minha vida agora"

Bem,muita gente já falou sobre isso em vários posts mas depois de um chat um tanto conturbado eu pensei que realmente deveríamos reforçar os nossos pensamentos sobre o por que de o amor representado em Crepúsculo NÃO ser saudável e talvez algumas fãs acabem se entendendo. Talvez não mudem de ideia sobre tudo mas ao menos ver que o que o Edward faz não é “fofo” e que a relação entre ele e Bella não é normal,em absoluto.

Muito bem, alguma dessas fãs tem NOÇÃO do que é viver um amor obsessivo? Sim? Eu duvido,do contrário nunca achariam “OMG,EDWARD É O HOMEM PERFEITO! BITE ME, O.M.E.C.” Comecemos então com a definição do amor obsessivo e sua repercussão na vida REAL e porque com o senhor Cullen e a senhorita Swan é apenas amor verdadeiro [NÃO].

O amor patológico é uma doença que causa dependência como se fosse uma droga, só que nesse caso, a droga não é um produto químico ou álcool, é o parceiro ou parceira. De acordo com a psicóloga Sílvia Rezende Azevedo, o amor patológico atinge com mais freqüência as mulheres, mas os homens também podem sofrer desse mal.

[“Você é como minha injeção de heroína,Bella”]

Para saber se alguém tem amor doentio é só analisar o relacionamento. “Chega a um ponto que o amor fica obcecado e a pessoa deixa a sua vida para viver a do outro ou não permite que o parceiro tenha vida própria”.

[Alguém mais lembra como a vida para Bella deixa de existir quando o Edward vai embora ou como ele a separa do mundo? Ou ainda: “Você é MINHA vida agora.” Lindo,não? Mas doentio também,podem ler ai em cima,amores. Fãs,releiam seus livros com isso em mente,por favor.]

Segundo Sílvia, quando a pessoa deixa os amigos, o parceiro passa a ocupar mais espaço do que a família, o trabalho e outros afazeres, ou o medo da relação acabar é incontrolável e se começa a seguir e vigiar o outro, é certo que o amor deixou de ser algo saudável e se transformou num vício.EDWARD CULLEN

“Pesquisas mostram que as áreas do cérebro que são ativadas quando se está interessado por alguém são as mesmas da obsessão. É uma sensação química e quando o amor passa a ser doentio a pessoa tem crises se está longe ou sem o parceiro, tem sentimentos de culpa. É como se fosse uma droga que não se pode ficar sem”, explica Sílvia.

A psicóloga afirma que é difícil perceber que o limite saudável de uma relação está sendo ultrapassado devido a uma questão cultural de que em um relacionamento amoroso, principalmente no início, é normal amar exageradamente, demonstrar que ama e fazer uma série de coisas pelo outro.

“É como o consumo de álcool que é uma droga aceitável e consumida socialmente. No começo você bebe e não percebe nada porque está dentro do normal, com o passar do tempo sua vida começa a girar em torno disso e você não percebe que está passando do limite”, compara.

A pessoa doente se torna impulsiva e compulsiva devido ao vício. O amor se transforma em um sentimento destrutivo para o casal e que em alguns casos pode ocasionar tragédias como crimes e suicídios.

O amor patológico pode atingir, principalmente as mulheres com mais de 30 anos e que não têm um relacionamento estável. “As mulheres estão mais seletivas e depois de determinada idade, quando encontram um parceiro, ficam doentes por ele e são capazes de fazer tudo para não perder essa relação”, diz Sílvia.

Esse amor doentio não fica restrito a relação homem-mulher. Pode atingir também pais, irmãos, filhos e amigos. “Algumas mães gostam tanto dos filhos que acabam com o relacionamento amoroso deles e alguns amigos têm ciúme doentio pelo outro”, exemplifica.

Características do amor patológico
A psicoterapeuta e pesquisadora do Ambulatório do Amor em Excesso (Amore) da USP, Eglacy Sophia, destaca alguns sintomas dos ‘doentes de amor’:

– Sintomas de abstinência (como angústia, taquicardia e suor) na ausência ou no distanciamento (mesmo afetivo) do amado

– O indivíduo se preocupa excessivamente com o outro

– Atitudes para reduzir ou controlar o comportamento de cuidar do parceiro são mal-sucedidas

– É despendido muito tempo para controlar as atividades do parceiro

– Abandono de interesses e atividades antes valorizadas

– O quadro é mantido, apesar dos problemas pessoais e familiares

Espero que eu tenha me feito entender e mostrar que o amor que é descrito em Twilight não é lindo e sim doentio que está fazendo que várias garotas por ai desejem que seu namorado seja controlador,obsessivo e nem ao menos se dá conta disso. Este livro está distorcendo a definição de amor verdadeiro e eu sinceramente acho que as fãs deveriam ser mais criticas quanto ao que estão lendo e pensar: ‘Se meu namorado fosse desse jeito que o Edward é com a Bella eu realmente acharia isso lindo ou ficaria com medo dele? ‘

É tudo uma questão de interpretação e de não se deixar enganar por belas aparências,boas famílias e um Volvo.ficadica

Nuriko

Anúncios

49 Respostas

  1. amenaske

    Foi como se eu estivesse vendo a descrição do amor de Bella/Edward. Belo post, Nuriko /o/

    18/02/2009 às 5:35 pm

  2. Twilight Haters

    Bom, as fãs vão regurgitar os mesmos “argumentos” de sempre. Se é que vão ler até o fim…

    Eu já desisti delas, sinceramente. O dia que viverem um amor linduxo e meigo tipo Bella e Edward ou, como eu disse no post do Jacob, o dia que verem o cara mais perfeito do mundo com uma baranga cheirando a Kolene, aí elas vão entender porque o Jacob é um personagem razoável (no que diz respeito a lidar com os sentimentos) e porque o que existe entre Bella e Edward é qualquer coisa, menos amor.

    Ana

    18/02/2009 às 5:47 pm

  3. Twilight Haters

    *by Lily*

    Nuriko, eu acho que podemos desistir. Mas vale aquela esperança de que PELO MENOS UMA PESSOA leia Twilight pensando no que leu aqui e veja tudo isso. E que não necessariamente deixe de gostar, mas saiba ser crítico com o que lê e saiba lidar com isso.

    E bem… quando começa o ataque das fãs?

    Beijos

    18/02/2009 às 9:43 pm

  4. Tapa na cara das fãs!

    18/02/2009 às 11:52 pm

  5. Giovanna

    Aeee Nuriko!!
    Parabéns, foi um ótimo post! Mostrou exatamente que não há amor entre Edward e Bella, apenas uma obsessão maluca!
    Eu espero que as fãs leiam isso com cuidado, e tenham uma boa noção de que desejar um namorado como o Edward não é nada saudável, e que, com certeza, o namorado atual delas é bem melhor.
    Cara, se você não tem namorado, relaxa, é melhor esperar e ter um decente do que pegar o primeiro que vier pela frente e este ser um maluco!

    19/02/2009 às 11:24 am

  6. swanvenenosa

    Foi como se eu estivesse vendo a descrição do amor de Bella/Edward.
    [2]

    Acho que no fim o que mais me choca nem é o amor doentio em si, mas o fato de ser passado como perfeito e idealizado. POW, É D-O-E-N-Ç-A.
    e esteja dito.

    21/02/2009 às 1:41 pm

  7. Ana

    post perfeito, e define totalmente o “amor” Bella/Edward. eu tento ler o livro mas me irrito, me da uma vontade de queimar aquela merda, cara por favor, a menina precisa de autorização, e isso fica bem claro mesmo, autorização do namorado pra visitar um amigo? O único amigo que restou né, porque ela anulou o mundo ao redor pra ficar o tempo todo com ele, ela nem sequer consegue andar – e isso fica bem claro em eclipse – sem ter ele por perto, abraçando, agarrando, segurando a mão, isso quando ele a permite andar, porque a maioria das vezes ele pega ela e carrega. ele sufoca ela, como um pai com uma criança recém nascida..
    eu amo os posts daqui porque falam tudo o que eu penso, que merda é essa? Me revolta ainda mais que aquela mulher Meyer faz o sucesso que faz, e ainda a comparam a JK Rowling…
    amei o post do Jacob também, e eu senti a mesma coisa sempre em relação a ele, principalmente quando ele beija a Bella – apaixonado, engraçado, descuidado, divertido.. como o amor deve ser. E não uma obsessão, uma redoma.. a única coisa que presta em toda essa palhaçada.
    E o que mais me revolta, quando veem falar que Edward é altruísta e ama a Bella e não quer machucá-la e blablabla, se ele fosse mesmo altrísta, sabendo que oferecia perigo pra ela, teria ido embora na primeira vez que a viu..já que ele diz que sempre a amou, se a amasse tanto assim, não teria nem deixado que ela sentisse o mesmo e teria ido embora e ela ficaria salva e feliz pra sempre e provavelmente ficaria com o Jacob e o mais importante de tudo, não teríamos esse lixo so called história…

    21/02/2009 às 3:37 pm

  8. letícia

    Acho que no fim o que mais me choca nem é o amor doentio em si, mas o fato de ser passado como perfeito e idealizado. POW, É D-O-E-N-Ç-A.
    e esteja dito. [2]

    23/02/2009 às 6:59 pm

  9. Victoria

    Acho que no fim o que mais me choca nem é o amor doentio em si, mas o fato de ser passado como perfeito e idealizado. POW, É D-O-E-N-Ç-A.
    e esteja dito. (3)

    26/02/2009 às 9:50 pm

  10. Cara, voces sao engracados sinceramente com os posts de voces. Eu adoro a saga de Twilight, mas nao posso negar que voces tem um POUCO de razao em tudo o que voces escrevem aqui. Mas meu povo, voces nao deviam se incomodar tanto, pois aquela hisoria é apenas uma FICCAO, entdende? Voces adoram dizer que odeiam a saga, e sabem muito mais detalhes que os proprios fans, é incrivel isso. Mais parabens de qualquer jeito pelos posts, sao adoraveis vendo pelo ponto de vista de voces. Thank you :)

    01/04/2009 às 7:51 pm

  11. Aninha,querida, é bom saber que somos engraçados para você. Sério,não estou sendo irônica. E é bom notar que você percebeu que sabemos mais detalhes que os próprios fãs por que ASSIM,talvez,entendam que NÓS lemos o livro e que se estamos falando é por que entendemos.

    Beijos ;*

    21/04/2009 às 3:30 pm

  12. Nanda Saisei

    Ótimo post. Fora que eu já cansei de ver\sentirpena de fãs sem noção que abrem a boca só pra falar merda\Asalvorarissimasexcessões. Tipo “Ah cara, Twilight é tuuudo de bom, TIPO UMA DROGA(EéxD), é viciante”. Como se já não bastasse esse amor doentil\patético que Eduardo*\HOHO sente pela Bella\eviceversa, ainda temos que aguentar esses fãs com amores obsessivos pela saga? WTF?! LOL

    23/05/2009 às 12:32 am

  13. Joana

    seus idiootas, vcs são todos malucos.
    não gostam,não sabem nada sobre a série,e colocam o que bem entendem e a suas opiniões para a alienação de outras pessoas.
    nao ter o que fazer é foda né?
    idiotas –‘

    24/06/2009 às 7:51 pm

  14. Não ter o que fazer é foda? Diga-me você, que precisa, A TODO CUSTO, entrar aqui apenas para chamar-nos de malucos.
    Acho que depois disso a gente conclui quem não tem o que fazer da vida aqui ;D

    24/06/2009 às 8:32 pm

  15. Twilight Haters

    HUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUHA

    Pera… tenho que respirar…

    HUAHUAHUAHUAHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHUAHAUHAU

    Ai gente, esses fãs são uns verdadeiros piadistas, e dos profissionais.

    *Lily*

    24/06/2009 às 8:33 pm

  16. Nanny Zumstein

    Nós não temos nada o que fazer? Nós não sabemos NADA sobre a série? Nossas opiniões é o que aliena as pessoas? HUAUHAUHAUHAHUAHUAHUAHUAHUAHUA… Nossa, não é que a Meyer fez um ÓTIMO trabalho em fuder ainda mais a mentalidade de nossas crianças? Porque nem argumentar elas sabem. Acho que os neuronios atrofiaram com a parte: “E a porra do leão se apaixonou pela merda do carneiro”.
    :*

    24/06/2009 às 8:39 pm

  17. Sheron

    AMEI DE PAIXÃO a saga Twililht.O filme e os posts são ótimos.É verdade que tudo demais faz mal, mas o mal desse filme é ótimo…
    Eu queria sentir esse mal pelo menos um dia com o Edward… Quem não gosta de um namorado romantico, tá certo que ele a sufoca, mas é para proteger ela, porque ela é mortal e ele não, aí ele tem medo de perde-la e ficar sem ela pra sempre. Ele ama muito ela e não quer que nqda de mau aconteça a ela.
    Se Edward não amasse Bella, ele teria mordido ou tivesse deixado ela virar vampiro naquela oportunidade, o amor dele é tão grande que ele quer que ela tenha uma vida normal, o que ele já não tem mais.
    BEIJINHOS PARA TODOS***
    Miriam Sheron…

    01/07/2009 às 12:58 pm

  18. Sheron, eu não vou te xingar pelo simples fato de que você foi educada ^^
    Quanto a Joana, você não sabe ler não, fia? O princípio para ser hater é no mínimo ter lido a merda que você odeia. E pra sua informação, honey, aqui é um BLOG, e em um blog você escreve a porra que quiser, porque o espaço é SEU.
    Eu realmente acho o Edward doentio. Eu nunca fui apaixonada por ele mesmo sendo uma lover. Sempre gostei mais do Emmett (que agora, graças ao blog, percebi que não sei porra nenhuma sobre ele, só que ele é um ser feliz e malicioso)
    Bjss ;*

    03/07/2009 às 4:19 am

  19. fany-chan

    Gosto de Twilight JUSTAMENTE por esse amor obsessivo *¬*, mas também acho que Meyer deveria ter usado isso como um defeito, e não como a idealização do amor. Já gostei do Edward *ele toca piano e tem cabelo ruivo!*, mas fico cada vez mais decepcionada com ele *Morde ela logo, p****! Seja vampiro!*
    E, apesar de gostar um pouco do Jacob, meu personagem preferido é o Jasper – que, a meu ver, é um tanto retraído e estranho *¬*.

    14/07/2009 às 7:17 pm

  20. Thamires

    Olha eu gosto muito do twilight, e ainda depois de ler esse ”comentario” do livro ainda axo meio fofo a historia deles mais pelo fato de ele querer proteger ela de qualquer coisa RUIM. mais depois desse mi toque ai eu axo que cai na real, nao é tao fofo assim esse amor obsessivo. (mais ainda gosto do Edward)

    15/07/2009 às 12:32 am

  21. shabella

    eu desde que comecei a ler twilight eu analisei o livro dessa forma, sempre achei esse amor do edward pela bella bem obsessivo.. entao comecei a ter esperanças dela ficar com o jacob, principalmente depois daquele beijo dos dois .. mas agora nem tenho mais vontade de ler amanhecer .. me disseram que eles não vão ficar juntos, entao nem vou perder meu tempo.

    20/07/2009 às 5:07 pm

  22. Pablita

    Eu acabei conhecendo a saga um pouco tarde – só comecei a ler em setembro – e em uma semana já tinha devorado os 4 livros, os famosos 12 capítulos do quinto livro e visto o filme.
    Resisti mesmo à série, só me rendendo no aniversário da minha irmã (10 anos mais nova).
    Como a Shabella, desde o início notei o caráter obsessivo do sentimento de Edward por Bella. Fiquei até mesmo com raiva da personagem.
    Mas depois de ler o tal fragmento do quinto livro, que traz a versão de Edward para Crepúsculo, me rendi aos seus encantos.
    De qualquer forma entendo o seu ponto de vista, Nuriko, e até concordo que para a garotada que está suspirando pelo vampiro do bem é preciso dar esse alerta.
    Muito bom post!

    24/09/2009 às 10:48 am

  23. Letícia

    Concordo plenamente com o post.

    02/11/2009 às 3:25 pm

  24. Tarcila

    Olha que estranho, eu acabei entrando nesse blog porque vou fazer um trabalho de faculdade sobre a saga Twilight. Especificamente sobre a obsessão de fãs com os atores que interpretam seus personagens tão amados. Na verdade eu sou uma fã, mas não chego a ser obcada como muitas histórias que ouço por ai.
    Eu não comento em blogs e por mais que já faça tempo a data deste post eu resolvi deixar o que penso.
    Eu concordo sobre o amor entre Edward e Bella ser doentio. Na realidade, em muitos momentos do livro é possível perceber que mesmo a escritora deixa umas pistas disso. Não é nem um pouco difícil ver isso no livro. Não é algo que esta oculto. Afinal, é justamente por isso que o livro faz tanto sucesso.
    Para as meninas, principalmente, o amor sempre foi idealizado! Meninas nascem e crescem com histórias de princesas com seus principes encantados. E se frustram quando não encontram isso na vida real. Não concordo quando você diz que “este livro está distorcendo a definição de amor verdadeiro”, porque na realidade o que o livro faz não é algo inusitado! Muitos outros livros expoem a mesma ideia de amor (não entrarei no mérito de chamar de verdadeiro ou não, isso é uma outra longa discussão). Alias, muitos deles são classicos, portanto são indiscutivelmente saudaveis no ponto de vista da criação de uma moral humana. Citarei apenas um que é mais conhecido e exemplifica muito bem o que quero dizer, Romeu e Julieta, de Sakespeare. Vamos lá! Crepusculo é quase uma cópia de Romeu e Julieta. E duvido que alguém ousa dizer que Romeu e Julieta não é uma leitura saudável! Sendo que é bem trágico, pois no final ambos morrem.
    O que estou querendo dizer é basicamente que as “crianças” ja se “alienam” com outras histórias semelhantes a muito tempo! Edward é a descrição perfeita do herói romântico. É apenas uma história que faz uma releitura de classicos qu foram escritos a muuuuito tempo atras.
    Criticar Twilight neste ponto específico é criticar o clássico Romeu e Julieta. É muito mais preocupante, por exemplo, a criação que a autora fez dos vampiros, que originalmente foi inventado para hiperbolizar a relação do homem com o mundo. E que na saga se transforma em herói, distorcendo o motivo pelo qual o vampiro foi criado.
    É isso.

    30/11/2009 às 2:24 am

  25. Twilight Haters

    Tarsila, você tocou no ponto-chave da coisa: Romeu e Julieta é uma boa leitura justamente porque o casal morre no final. Shakespeare mostra, de certa forma, que uma coisa doentia não tem final feliz. Pelo contrário, é só tragédia, tragédia e tragédia (afinal, não só Romeu e Julieta morrem, mas vários outros Capuleto e Montecchio – e mais gente, acredito, mas nem lembro mais da história, faz anos que a li). É a mesma coisa com Tristão e Isolda – aliás, mais antigo do que Romeu e Julieta. Nunca ouvi ninguém falando que almeja um romance como o de Romeu e Julieta ou Tristão e Isolda bem porque eles são extremamente desgraçados.

    Nesse ponto, foi um fail absurdo da Meyer em tentar uma releitura de Shakespeare (o que deve ter sido não muito intencional, mas aconteceu), porque ela eliminou o que é a essência de Romeu e Julieta. Pra mim, o clássico é mais uma “crítica” (na falta de termo melhor) ao amor doentio, enquanto a… coisa da Meyer é uma apologia a ele. Sintetizando, então, Meyer e Shakespeare usaram uma temática parecida, mas com enredos diferentes, o que muda toda a compreensão de uma e de outra.

    Quanto aos vampiros, eu devo ser a única aqui que acha que, se tivesse sido bem explorado, podia ter dado uma coisa legal. Não que concorde com o fato de eles brilharem (nah, acho ridículo), mas achei MUITO interessante a ideia de criaturas que são tradicionalmente demoníacas tentarem conviver com humanos e tudo. Acho uma pena a coisa ter sido mal trabalhada e dado na idiotice que deu, mas a ideia em si é bem boa, IMO.

    (Ana)

    30/11/2009 às 9:25 am

  26. Twilight Haters

    Tarsila, se você me permite, eu acho que como alguém que gostou dos livros, você ainda não tomou o distanciamento crítico necessário. Dizer que criticar Twilight é o mesmo que criticar Romeu e Julieta é extremamente absurdo e condescendente por dois motivos:

    1) Stephenie Meyer não é Shakespeare. Só porque existem semelhanças superficiais no enredo das duas histórias não quer dizer que elas são iguais, ou que querem dizer a mesma coisa.

    2) Não é porque Romeu e Julieta é um clássico que ninguém pode dizer que ele mostra um modelo de amor doentio e obsessivo, ou que seguir o modelo dos protagonistas é uma má ideia. E é claro, eu nem vou entrar no mérito de que o próprio Shakespeare, em pleno século XVI, já sabia que um amor como o dos protagonistas dele era essencialmente trágico, porque a Ana já disse tudo isso (e muito bem).

    No mais, eu acho que você tem que saber separar bem “Twilight obra literária” (kkk, “obra literária”!), de “Twilight fenômeno da cultura pop”. Eu, particularmente, acho que que toda a histeria que a saga causa por aí tem a ver com a visão distorcida de amor ideal que a Smeyer tem, e que o moralismo distorcido dos livros é um bom exemplo de várias coisas que estão erradas na sociedade moderna, principalmente no que diz respeito a questão do gênero, mas você pode chegar a conclusões bem diferentes.

    Mas enfim, boa sorte no seu trabalho. No que pudermos ajudar você, tenho certeza que falo por todos quando digo que ajudaremos. =)

    (Anísio)

    30/11/2009 às 12:46 pm

  27. thais

    olha gente estou vivendo um amor assim de um rpz de 20 anos elenaum e meu namorado, mas diz qe se apegou a min ele e amigo de meu ex,e ex de minha prima uma grande confusao ele dizq me ama muito, mais e obsseçao eu acredito q sim ele ja fez comunidades no orkuts quesito pq devo fik com ele pedindo ajudade pessoas q eu inventeiq tive um namorado ate no meu orkut ta comprometida quando ele viuu ele agrediuu verbalmente..e ainda e mentirosoiventava coisas de meu ex pra min ele sempre diz q desistiu mas quando fiko mais calma volta td novamente
    isso aii e so o resumo da minha vida o resto so eu qe seii tou sofrendo muito!! pq naum qeruu ver ele sofrer

    21/01/2010 às 2:33 am

  28. thais

    por favor pessoal me ajude com essa historia o q faço

    21/01/2010 às 2:35 am

  29. Twilight Haters

    Thais, não sei se entendi direito seu problema, mas sai dessa, minha filha. Deixa ele que se magoe, que se mate. Antes ele do que vc, né? E, se ele te agredir de novo, aproveita que ele já é maior e faz uma denúncia, oras. Não espere ser a próxima Eloá. =D

    21/01/2010 às 8:23 am

  30. Pingback: Do amor ao fracasso – Crepúsculo « Paradoxo Nerd

  31. Acho a história tão fraquinha.. assisti os filmes, afinal não posso falar sem conhecer.. não tive vontade de ler os livros.. coisa mais chata..

    mas o público, em sua maioria, é adolescente.. E, desde qdo adolescente tem plena consciência do que é amor verdadeiro? Há pessoas que levam a vida toda tentando descobrir o que é esse amor..

    Mas o que me chocou mesmo, é essa coisa suicida da Bella.. Primeiro, acha o fato de se apaixonar por um vampiro normal… Depois, quer que ele a morda, esquecendo de sua mãe e seu pai. Depois, se apaixona por um Lobisomen (só eu acho que ela deveria ser internada?)… a menina fica dependente do Edward e depois sua carência a leva a outro perigo.. Depois, como se não bastasse, ela volta para o Edward…

    É desse comportamento da Bella que tenho medo…

    30/03/2010 às 4:32 pm

  32. Joana

    Eu gostei do post.É bem louco a forma como eu me identifico com ela no segundo livro,eu li todos,e talvez por me identificar com a situação eu tenha gostado mais de Lua nova.Mas sei que é doentio sim,passei por psicologos por isso,não por ter lido o livro claro,mas porque eu fiz coisas bem parecidas,e me senti como ela quando o Edward a deixou… É mesmo doentio.Mas acho que se pode ler o livro,sem ter aquilo como o relacionamento ideal pra um casal.Pode achar diferente,e colocar na cabeça que nada ali existe,acho que nem a relação com o Jacob muito saudável,ele não se dá muito o valor,fica se rastejando pela Bella,então… Me identifiquei com aquele amor doentio que a Bella tem pelo Edward,e por isso sei muito bem que não faz NADA bem.Mas gosto do livro,quem não leu,leia,mas não tente viver como a Bella,é ficção,então leve tudo como uma ficção!Sou fã,mas devo concordar com o que postou. Beijos!!

    27/06/2010 às 9:17 pm

  33. Pingback: Twilight Haters BR – como tudo começou e porque tudo continua « Twilight Haters Brasil

  34. Monique A.

    Eu li o romance e gostei, mas mesmo assim partilho dessa opinião. Até a própria Stephanie adiciona uma fala ao Charlie “Bella, this is sick” e ela tem razão.
    As críticas de vocês são muito boas e baseadas em argumentos REAIS. Não sou uma lover, nem hater, somente li pelo prazer de um -bom, ou não – livro.
    O que a Stephanie criou foi contra todos os valores culturais já existentes, mas a juventude está perdida, creio que essa é a explicação mais plausível, e algo “doentio” fez sucesso.
    ps: tenho 14 anos e me incomoda quando dizem que TODAS as adolescentes não tem uma visão crítica ou são bobinhas de uma escritora novata manipuladora de mentes recém-formadas.

    15/07/2010 às 8:10 am

  35. Gabiella

    Gostei do post.Concordo que o amor de Edward e Bella é sem duvida obsessivo.

    15/07/2010 às 4:16 pm

  36. Gostaria de colocar minha visão de q talvez as Psicologas citadastenham um peno equivoco qnd se trata da palavra amor.

    Amor de forma alguma é simplesmente um sentimento comum, ele vai além do campo ciêntifico (isso inclui o campo de sentimentos q será abrangido pela psicologia). Da mesma forma ele não tem como ser medido (Citando: …é normal amar exageradamente…).

    Pergunte a si mesmo “O q é o amor?” não consiguirá defini-lo exatamente, será algo limitadissimo.

    Poderia escreve uma longa resenha sobre isso, mas já falei demais até aqui. Onde quero chegar é q o termo definido como “amor” deveria ser trocado por paixão ou alguma outra coisa. a paixão por si mesma já pode ser considerada quase que uma patologia, qnd se torna obsessiva fudeu de vez.

    15/07/2010 às 5:09 pm

  37. Caralho, essa foto antiga e falida apareceu ai pq eu tenho conta no WordPress?
    Enfim, mas uma coisa.

    Para as pessoas q se interessam por alguém e logo de cara q desperta um sentimento e logo se torna “romanticozinho” isso não é amor, é paixão amor demooora.
    Mesmo que tenha convicção de q ama a pessoa, tá se iludindo e é um dos “sintomas” da paixão.

    15/07/2010 às 5:12 pm

  38. Nay

    Olha, eu li todos os livros, mais de uma vez, vi os filmes e tenho que admitir que amo a saga. Porém, eu concordo com a visão de vocês, em partes. Na vida real, um amor assim não seria nenhum pouco saudavel mesmo, e apesar de amar o Edward, eu não quero um namorado exatamente igual a ele, pq, se eu tivesse que pedir permissão pra qualquer coisa eu ia mandar ele se fuder na hora, rsrsrs.Assim como eu também não ia permitir que ele me pedisse permissão pra fazer as cosas dele.Mas no que compete a série eu acho pelo menos que tem suas ressalvas. Por exemplo, é uma história fictícia e fantasiosa, o edward é mega protetor pelo fato de ser imortal e ela não, e ele diz q ela é a injeção de heroína dele não pleo sentimento, mas sim pelo cheiro que o sangue dela tm pra ele. Ele a protege do Jacob não so por ciumes,claro que isso é a maior parte( mas tbm quem não teria ciúmes de alguém tão proximo que sabemos que faria de td pra ficar com qm gostamos?), mas tbm por achar que um lobisomem jovem é perigoso. Lógico que ser superprotetor sufoca, tanto que ele acaba deixando ela visitá-lo. E se formos falar de doença na saga, acho que a doente é ela e não ele. Bella é mto mais doente por ele do que ele por ela.O comportamento dela sim é obssessivo. Ela quer ele peto o tempo todo, ela não quer que ele vá embora e é ela que coloca, de boa vontade, a sua vida nas mãos dele. Mas isso em relação a história fantasiosa de S.M. Gostei do post e concordo com o alerta : FÃS! É UMA HISTÓRIA! NÃO LEVEM A SÉRIO E NEM QUEIRAM SER IGUAIS AOS PERSONAGENS! LEIAM APENAS COMO UMA HISTÓRIA!até mesmo pq, infelizmente, os “felizes para sempre (como é o caso de Bella e Edward) geralmente estão restritos aos livros. Por isso aproveitem sem misturar com a realidade.
    Beijos , parabéns pelo post.

    04/10/2010 às 2:05 am

  39. Alicia

    Bem, eu acho que se esse tipo de amor for correspondido da mesma maneira por ambos, é problema deles… Desde que os dois estejam felizes assim… Qual o problema de um ser a vida do outro? Antes assim do que amargurada(o) querendo ser amada por alguém e só receber desprezo, ou se relacionar com alguém e esse alguém algumas vezes te tratar mal, com indiferença, largar vc pra sair pra balada com amigos em pleno fds…pouco se importando se está te magoando com isso… A maioria dos homens são assim, por isso as mulheres se apaixonam pelo amor de Edward e Bella!
    Eu sou uma pessoa controladora por natureza, não excessivamente, mas eu PRECISO de certezas e preciso que meu amor seja correspondido da mesma forma quando eu amo… Então, se eu estiver realmente amando em um relacionamento, eu prefiro o perfil do Edward que qualquer outro… Pq eu tbm sou assim…

    06/12/2010 às 2:13 am

  40. Marlon Santos

    O Amor é incondicional em sua essencia, ou seja, mesmo que você ame você não tem a necessidade de ser correspondida, pois está em paz com seu sentimento.

    Mesmo que a não reciprocidade deste cause certo sofrimento, isso vai ser uma desordem na sua carencia e necessidade de afeto que tem como alvo a pessoa amada.

    Amor é puro, sentimento (se é que pode se chamar assim) primário e instintivo do ser humano, seja lá pelo que e por quem for… qnd há a necessidade de reciprocidade isso já é possessividade e não amor.

    06/12/2010 às 9:00 am

  41. Day Borges

    oiee sou super, mega, hiperrrr fã de Twilight…
    Mas não é por isso que vou deixa de concordar com tudo aii em cima …
    Realmente não é um amor, aquele lindo e puro…
    E só loucas iam desejar um namorado como o Edward. Fala serio né gente, o cara é muito devagar hauehaeuhaeuehuae…
    o que eu peço mesmo é só um namorado gostoso que nen o Robert.. pra mim isso já basta aheuaheuhaeuaheuaheuae….

    Beijokass da Day

    02/01/2011 às 5:41 pm

  42. Alicia

    Marlon, eu não concordo, sabe por que? Amor desse tipo que vc falou, só o de pais para filhos, principalmente o de mãe…
    Mas o amor de uma mulher por um homem, necessita reciprocidade, proximidade, do contrário faz sofrer… Pq o amor de um homem e de uma mulher precisa de cumplicidade, de contato físico, precisa da presença da pessoa, há desejo sexual… Ninguém que ama e não é amado (no sentido homem-mulher)consegue ser feliz amando sozinho e sonhando…
    Por isso eu digo que um amor como o do Edward e da Bella só seria ruim a partir do momento que um dos dois deixar de amar e o outro continuar amando… Mas se os dois se amam e são felizes vivendo um pro outro, se preenchem completamente, ninguém tem nada com isso…

    03/01/2011 às 4:24 pm

  43. Marlon Santos

    Alicia
    Sim, haverá tudo isso que você falou.
    Eu Te Amo, quero Você comigo, quero olhar nos Seus olhos, sentir Seu cheiro, ouvir Sua voz, sentir Sua pele, fazer sexo com Você. Se você sente o mesmo e tudo isso ocorre, temos duas pessoas felizes.

    Mas se apenas Eu Te Amo e aceito o fato de você não me amar, isso é incondicional, não imponho nada. Mas isso mostra alguém que escolhe mal seu amor e conformista (antes conformista que suicida).

    04/01/2011 às 2:15 pm

  44. Marlon Santos

    Quando eu começo um relacionamento com alguem, eu espero que ela seja ela mesma, faça as coisas que ela costumava fazer, enfim, seja ELA MESMA, pois é por essa pessoa que eu me apaixonei, se ela se doa completamente a mim e deixa de ser ela, vai chegar um momento que eu vou pensar “Não foi por esta pessoa que eu me apaixonei” e então o que restará do meu sentimento?

    Um casal é feito de duas pessoas completas e individuais que se amam e compartilham as vidas. As coisas estão sendo tratadas como duas pessoas pela metade que se completam e param de viver em nome um do outro e isso é doentiu.

    04/01/2011 às 2:18 pm

  45. Sarah

    Bem, eu estava procurando na net sobre amor obsessivo e achei esse blog aqui. Gostei muito do post e tudo mais, também concordo que o amor de Edward e Bella é doentio, porém eu não acho que tenha algo realmente ruim nisso. E eu falo isso por experiência própria, namoro faz 3 anos com um cara, o nosso amor é bastante obsessivo, MAS NÃO É RUIM PORQUE É RECIPROCO, e além disso nós quase NÃO BRIGAMOS, tudo fica na santa paz na maior parte do tempo entre a gente, e isso é o que acontece entre o casal da saga. Na minha opnião, essa coisa de amor obsessivo se torna ruim quando uma das partes não sente o mesmo e aí começam as brigas por ciúme, agressões verbais e físicas e várias outras coisas, inclusive até assassinato e suicídio. Eu falo por mim mesma, meu namorado é muito tranquilo, ele é mto ciumento e obsessivo, mas não dá ataques de fúria e nem faz nada contra mim. Muito pelo contrário, eu gosto de ter ele sempre por perto, quando estamos em casa por exemplo, se eu vou na cozinha por 5 minutos fazer alguma coisa, ele quer ir tambem, ou quando ele vai, faz questão que eu vá. Quando estamos juntos em qualquer lugar, ficamos muito próximos, sempre nos tocando, andamos SEMPRE de mãos dadas, mesmo se for uma distância muito curta, tipo, da porta do meu apartamento até o portão do prédio. E andamos assim até mesmo quando não estamos em um clima muito bom, depois de uma discussão. E eu digo discussão mesmo, porque a coisa mais dificil é a gente brigar pra valer, aconteceu só umas 3 vezes em 3 anos juntos. E olha que 3 anos hoje em dia é mto tempo de namoro hem… E eu não enjoo disso e nem acho ruim, é o nosso jeito de relacionar e estamos felizes assim, e eu acho que só dá certo porque os dois concordam em agir dessa forma, não tem nenhum lado que está se dedicando mais e recebendo menos. Acho que é o que acontece com a Bella e o Edward, é claro que eles são BEM MAIS exagerados do que eu e o meu namorado, mas quando eu li os livros, achei o relacionamento deles bem parecidos com o meu, a diferença é que meu namorado não é um vampiro né hahaha, e além disso, eles tem um clima sempre muito tenso, pelo fato de que a Bella está correndo perigo 90% do tempo, e o Edward tem que se preocupar com o mundinho dele cheio de “vampiros sanguinários e perigosos” que querem atacar a Bella.
    Mas se não houvesse essa coisa de vampiro no meio da história, o casal seria basicamente a mesma coisa que eu sou com meu namorado.

    Ah, e MENININHAS FÃNS, esse tipo de amor só dá certo quando o cara te respeita e valoriza, do contrário, vocês se sentirão sufocadas pelo namorado ciumento, vão brigar todo dia com direito a agressões verbais e até fisicas. Não adianta esperar que um trogrodita que adora ir pras baladas e pegar mil meninas, fala merda o tempo todo e só quer saber de sexo, vai te conhecer e virar um Edward da vida não. Nada contra os playboyzinhos por ai, mas sinceramente, se for pra ter um romance assim, romântico ao extremo, procure um cara mais intelectual, alternativo, que goste de música sentimental, que seja poético e inteligente (sim, NERDS tem mais chance de ser assim, é claro). E além disso, caras inteligentes e intelectuais tem mais chance de ser doces e compreencíveis, ao invez de sair te agredindo, falando mil palavrões, desligar o telefone na sua cara, ou te fazer rastejar aos pés deles. E eu dou essa pequena dica por experiencia própria, estudei em uma escola federal, onde os caras eram esquistos e nerds, a maioria deles se apaixonava por uma garota do dia pra noite, faziam coisas lindas e dedicavam pra elas, e além disso, eles não costumavam pedir uma garota em namoro, quando vc menos esperava, já estava conhecendo a família toda do cara e dormindo dias seguidos na casa dele, tenho várias amigas que já viveram romances parecidos com os dos filmes em geral ( não só como o da saga, mas qualquer coisa típica de hollywood) ISSO É REAL, não to de sacanagem, realmente existem caras assim, é só procurar as pessoas certas, playboys que gostam de baladas “tops do momento” e “pegam geral” não chegam nem perto disso. Fica a dica pras fanzinhas.

    25/08/2011 às 9:12 pm

  46. Sarah

    Sobre o comentário acima, queria deixar claro que não defendo e nem critico a saga, mas tô dizendo que dá sim pra ter um romance obsessivo sem se prejudicar de forma absurda, e no caso, até onde eu sei sobre a saga, Bella e Edward estão felizes assim e ambos concordam em viver uma vida praticamente anulada em função do outro. Eu vivo praticamente assim há 3 anos e nunca me senti prejudicada ou enjoada disso. Eu tenho minhas amigas, as vezes saio com elas para fazer compras e coisas de mulher em geral, mas meu namorado e eu somos um grude e se a gente não fosse assim, o namoro não seria tão bom como é. O lado ruim de um amor obsessivo é quando falta o respeito e começam as brigas… Aí sim é foda, é desesperador as coisas que eu já vi acontecer com amigas minhas por causa disso. Os caras não respeitam, saem a noite escondido, traem, hulmilham, brigam, chingam, fazem a namorada rastejar por eles e as vezes até usam de agressão física pra manipular. E ai quando a menina finalmente cria coragem pra terminar e seguir a vida dela, os caras idiotas imploram por perdão, imploram pra voltar, enchem as meninas de presentinhos e agrados, promentem que vai ser tudo diferente se tiver outra chance e etc e talz. E ai as bobinhas voltam com eles e começa o inferno de novo depois de algumas semanas… Aí sim é péssimo. Mas caso o amor obsessivo seja respeitoso e cordial, assim como o de Bella e Edward é, não tem grandes problemas se ambas as partes esitverm de acordo em abrir mão de muitas coisas e PESSOAS (amizades que causam ciumes, tipo um jacob da vida ai né, rs).

    25/08/2011 às 9:25 pm

  47. Certo, realmente o amor de Bella/Edward é obsessivo. Um tem obsessão pelo outro, mas você não podem dizer que em um livro/filme isso não é lindo? É romântico, como nos romances franceses onde ele sempre morria de amor… É uma tendência, porque tudo que é fora de comum é interessante de se ler. Desde o início a autora coloca claro que é o que eles sentem não é normal, afinal, é um amor entre uma humana e um vampiro. Não pode ser normal e é claro que vai ser uma relação abusiva. Mas não deixa de ser um amor, amor de livro e fictício, mas é lindo de se ler. É lindo ver que alguém pode sentir algo tão forte, por mais que seja doentio. Verdade que existem fãs que não pensam direito nas coisas e eles próprios são obcecados pela série de uma forma anormal. Mas ainda existem os fãs que pensam e vêem o livro como um livro e não buscam um amor como esse. Já que no mundo real não existem vampiros e lobisomens, e provavelmente também não existe um amor obsessivo tão perfeito assim. Haters, releiam vocês o livro tendo em mente que é ficção e não apontem cada detalhe diferente da realidade ou das histórias conhecidas de vampiros. Uma escritora tem a liberdade de criar o quanto quiser. Beijos, N

    25/11/2011 às 4:57 pm

  48. alicia

    VOU EXPLICAR ALGUMAS COISAS AQUI PORQUE VCS HATERS NAO PARECEM CONHECER A HISTORIA DIREITO:

    1)O AMOR DE EDWARD E BELLA É SOBRENATURAL POR ELE SER 1 VAMPIRO E ELA HUMANA. A PERSONAGEM SOFRE 1 SERIE DE RISCOS RODEADA DE VAMPIROS QUE QUEREM BEBER SEU SANGUE, ISSO EXPLICA O COMPORTAMENTO “SUPERPROTETOR” DE EDWARD. NAO SE TRATA DE SER POSSESSIVO E SIM DE PROTEÇAO.

    2)SOBRE JACOB, NO INICIO EDWARD NAO QUERIA QUE ELE E BELLA FICASSEM PROXIMOS POR TEMER QUE ELE SENDO UM LOBISOMEM JOVEM VIESSE A MACHUCA-LA EM UM ATAQUE DE FURIA. ENFIM, EDWARD SE PREOCUPA COM O BEM ESTAR DA AMADA. ESSA É A UNICA RAZAO PARA ELE ESTAR GRUDADO NELA O TEMPO TODO.

    3) SE VOCE LER OS 4 LIVROS VAI PERCEBER QUE EDWARD É ALTRUISTA SIM. AO DESCOBRIR QUE JACOB NAO É UMA AMEAÇA P/ BELLA, ELE NAO SE OPOE A AMIZADE DOS 2

    4) EDWARD INCENTIVA BELLA A IR A FACULDADE, SE OFERECE A PAGAR OS ESTUDOS DELA. FAZ QUESTAO DE LHE ENCHER DE PRESENTES E O POSSIVEL PARA AGRADA-LA . E MESMO QUANDO ELA REJEITA TUDO ISSO, NAO SE SENTE OFENDIDO.

    5) SE FOSSE UM CARA POSSESSIVO IA TRANSFORMA-LA EM VAMPIRA E FICAR C/
    ELA SO P/ ELE. MAS NAO. EDWARD PASSA OS 4 LIVROS MOSTRANDO O LADO RUIM DE SER UM MONSTRO E O LADO BOM DE SER HUMANO.

    6) EM LUA NOVA EDWARD DIZ QUE SE BELLA QUISER DEIXA-LO PARA TER UM RELACIONAMENTO HUMANO ELE PODE ENTENDER. EM ECLIPSE , BELLA BEIJA JACOB. ELE PERDOA A TRAIÇAO DELA E DA ESPAÇO PARA ELA ESCOLHER COM QUEM QUER FICAR.

    7) EM AMANHECER, QUANDO BELLA CASADA, ENGRAVIDA DELE E O BEBE METADE-HUMANO,METADE VAMPIRO QUE PODE SUGAR A VIDA DA MAE, EDWARD DA OPÇAO PARA BELLA SE SEPARAR DELE E TER UM FILHO COM JACOB ( SEU RIVAL). E SABEM POR QUE? PARA QUE BELLA TENHA A OPÇAO TER UMA VIDA HUMANA NORMAL

    RESUMINDO: VOCES TEM CERTEZA QUE EDWARD É UM CARA POSSESSIVO/OBSESSIVO?? QUANTOS CARAS VOCES CONHECEM NA VIDA REAL QUE AGIRIAM ASSIM? EDWARD NAO VIGIA BELLA. ELE PROTEGE ELA DE UAM CIDADE RODEADA DE PERIGOS SOBRENATURAIS. LOGICO QUE DEPOIS QUE ELA SE CASA E SE TORNA UMA VAMPIRA ELES PASSAM A ´TER UMA VIDA MAIS NORMAL. NO LIVRO AMANHECER TEM VARIOS TRECHOS QUE MOSTRAM ISSO. BELLA SAINDO, PROCURANDO UM ADVOGADO SOZINHA. E SABEM POR QUE? PORQUE ELA NAO CORRE MAIS PERIGO ALGUM

    E OUTRA: E DAI SAE BELLA FICOU PIRADA COM O FIM DO NAMORO? QUEM NUNCA CURTIU 1 FOSSA ??

    03/02/2012 às 1:51 pm

  49. Melissa

    Bem quando eu descobri a saga eu era muito fã, lia e relia os livros um milhão de vezes, mas o tempo passou e as coisas mudaram eu jão não era tão loca assim pelos livros e li os livros mais uma vez e começei a perceber que o amor da bella pelo edward era doentio. Ficar na fossa tudo bem mas isso passa em no maximo três meses, o sentimento de dor é forte no primeiro mês mas ao decorer vai passando mas a bella ficou qutro meses remoendo isso. Deixou sua vida sua saude de lado por causa disso, Edward a chuto, mas tudo bem bola pra frente a vida continua não é mesmo? Outro ponto que mostra claramente são as partes onde ela se coloca em perigo só pra ouvir a voz de que é uma alucinação da mente dela, mas o mais grave foi ela se atirar do penhasco.Eu não acho que quase se matar por causa disso seja saudavel. Continuo sendo fã da saga e entendo que é só uma ficcção. Mas esse amor que a Bella sente pelo Edward NÃO É UMA COISA ROMANTICA E LINDO, POR QUE O AMOR DELA NÃO É SAUDAVEL.

    15/01/2013 às 3:43 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s